• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.7.2020.tde-25022021-122220
Documento
Autor
Nome completo
Alexis Pereira da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Nichiata, Lucia Yasuko Izumi (Presidente)
Barbosa, Maria Clara Padoveze Fonseca
Khoury, Zarifa
Peres, Aida Maris
Título em português
Análise de usabilidade do aplicativo móvel - PEPtec - de apoio aos profissionais de saúde à profilaxia pós-exposição ao HIV
Palavras-chave em português
Aplicativos móveis
Enfermagem
Equipe de assistência ao paciente
HIV
Profilaxia Pós-exposição
Resumo em português
Introdução: A Profilaxia Pós-Exposição de risco à infecção pelo HIV é uma das diretrizes internacionais recomendadas, como estratégia de prevenção, para evitar novas infecções por HIV. Evidências mostram que os smartphones com acesso aos aplicativos em saúde proporcionam inúmeras possibilidades de apoio à prática dos profissionais de saúde. A simples disponibilidade desses não garante o seu uso, sendo a usabilidade o interesse deste estudo. Objetivo: Analisar a usabilidade do aplicativo PEPtec - com profissionais de saúde da rede de atenção às pessoas que procuram a profilaxia pós-exposição ao HIV. Método: Estudo de abordagem quantitativa, descritivo e exploratório realizado em serviços de saúde da Coordenadoria Sudeste da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo (Prontos-Socorros, Serviço de Atendimento Especializado em Infecções Sexualmente Transmissíveis e Centro de Testagem Aconselhamento). População do estudo: profissionais de saúde de nível superior que exercem as suas atividades profissionais há mais de um ano e que fazem uso de smartphones. Esses foram entrevistados e acompanhados por observação do pesquisador nas etapas de navegação do aplicativo, que identificava o quanto foi fácil ou difícil para o profissional obter sucesso ao percorrê-lo. Utilizaram-se os seguintes instrumentos de coleta: 1) Caracterização dos profissionais de saúde; 2) Caracterização do perfil dos profissionais de saúde; 3) Atividades estratégicas para o bom funcionamento do aplicativo; e 4) Percepção dos profissionais de saúde sobre o PEPtec. Os dados foram armazenados em planilhas do Excel® 2013 e analisados de forma descritiva, apresentados em números absolutos e relativos com frequência simples. Foram feitas análises estatísticas bivariadas, empregando o teste qui-quadrado e o teste exato de Fisher. Resultados: Entrevistaram-se 54 profissionais de saúde, maioria do sexo feminino (77,7%), enfermeira (40,7%), acima dos 40 anos (37,0%),mais de 10 anos de tempo de formação profissional (75,9%), mais de 10 anos atuando em infectologia (66,7%), carga horária de trabalho de mais de 40 horas semanais (42,6%), com formação básica em informática (48,1%), mais da metade (81,4%) acessava a internet todos os dias da semana, 68,3% tinham experiência com o uso de aplicativos para área da saúde, 64,8% utilizavam algum aplicativo e 44,4% acessavam material disponibilizado na internet como apoio à tomada de decisão em diferentes situações de assistência. Todos tiveram sucesso na navegação do aplicativo, mas houve diferença quanto à facilidade ou à dificuldade. A maioria dos profissionais de saúde considerou que o uso desse recurso tecnológico é de fácil uso (81,5%), facilita a tomada de decisão (75,9%), é útil (77,9%), ajuda a reforçar as informações sobre a Profilaxia Pós- Exposição (81,5%) e é funcional (83,3%). Nos atributos de usabilidade- utilidade, interface e o uso do aplicativo na prática profissional - a maioria dos participantes da pesquisa concordou, tendo mais de 90% de respostas positivas para o uso do aplicativo. Nenhum deles desistiu das etapas de navegação do aplicativo. Conclusão: Os atributos de usabilidade e ergonomia do aplicativo -PEPtec- demonstraram que há facilidade, utilidade, interface e uso na prática profissional, respondendo aos interesses desses profissionais no desfecho da indicação a PEP por meio dessa ferramenta tecnológica.
Título em inglês
Usability analysis of the mobile application - PEPtec to support health professionals to post-exposure prophylaxis for HIV
Palavras-chave em inglês
HIV
Mobile applications
Nursing
Patient care team
Post-exposure Prophylaxis
Resumo em inglês
Introduction: The Post-Exposure Prophylaxis for HIV infection risk is one of the international guidelines recommended as a prevention strategy to prevent new HIV infections. Evidence shows that smartphones with access to health applications provide numerous possibilities to support the practice of health professionals. The simple availability of these does not guarantee their use, being usability the interest of this study. Objective: Analyze the usability of the application -PEPtec- with health professionals in the care network for people seeking HIV post- exposure prophylaxis. Method: Quantitative, descriptive and exploratory study carried out in health services of the Southeast Coordination of the Municipal Health Secretariat of São Paulo (Emergency rooms, Specialized Service for Sexually Transmitted Infections and Counseling Testing Center).Study population: health professionals with higher education who have been working for more than a year and who use smartphones. These were interviewed and followed by observation by the researcher in the navigation steps of the application, identifying how easy or difficult it was for the professional to be successful in navigating it. The following collection instruments were used: 1) Characterization of health professionals; 2) Characterization of the profile of health professionals; 3) Strategic activities for the proper functioning of the application; and 4) Perception of health professionals about PEPtec. The data were stored in Excel® 2013 spreadsheets and analyzed descriptively, presented in absolute and relative numbers with simple frequency. Statistical analyzes were performed (bivariate using the chi- square test and Fisher's exact test). Results: 54 health professionals were interviewed, mostly female (77.7%), nurse (40.7%), over 40 years old (37.0%), more than 10 years of professional training time (75, 9%), over 10 years working in infectious diseases (66.7%), workload of more than 40 hours per week (42.6%), with basic training in computers (48.1%), more than half (81.4%) accessed the internet every day of the week, 68.3% had experience with the use of healthcare applications, (64.8%) used an application and (44.4%) accessed material available on the internet as support for decision making in different assistance situations. All were successful in navigating the application, but there was a difference in terms of ease or difficulty. Most health professionals considered that the use of this technological resource is easy to use (81.5%), facilitates decision making (75.9%), is useful (77.9%), helps to reinforce information on Post-Exposure Prophylaxis (81.5%), and is functional (83.3%). In terms of usability attributes - utility, interface and the use of the application in professional practice - most of the research participants agreed, with more than 90% of positive responses to the use of the application. None of them gave up on the application's navigation steps. Conclusions: The usability and ergonomics attributes of the application PEPtec - demonstrated that there is ease, utility, interface and use in professional practice, responding to the interests of these professionals in the outcome of the indication to PEP through this technological tool.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Alexis_Silva.pdf (4.00 Mbytes)
Data de Publicação
2021-03-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.