• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.7.2020.tde-11122019-165525
Documento
Autor
Nome completo
Vívian Marina Calixto Damasceno Spineli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Maria Amelia de Campos (Presidente)
Martins, Maria Manuela Ferreira Pereira da Silva
Pimenta, Cibele Andruccioli de Mattos
Szylit, Regina
Título em português
Conhecimento e autoeficácia em cuidados paliativos dos enfermeiros da Atenção Primária à Saúde
Palavras-chave em português
Atenção Primária à Saúde
Autoeficácia
Conhecimento
Cuidados Paliativos
Educação Profissional em Saúde Pública
Enfermagem
Enfermeiras e Enfermeiros
Resumo em português
Introdução: A prestação de cuidados paliativos por profissionais generalistas da Atenção Primária à Saúde contribui para garantir o alívio do sofrimento, a melhora na qualidade de vida e a promoção do conforto dos indivíduos que deles necessitam e de suas famílias. Considerando a Atenção Primária à Saúde (APS) como o principal acesso do usuário ao Sistema de Saúde e o enfermeiro o gestor do cuidado neste nível de atenção, observou-se a necessidade de abordar esta temática. Objetivos: Avaliar o conhecimento e a autoeficácia em cuidados paliativos de enfermeiros da APS; compreender a experiência de enfermeiros da APS sobre o cuidado em uma abordagem paliativa e identificar as necessidades de educação permanente em CP na visão de enfermeiros da APS. Método: Estudo de método misto realizado com 383 enfermeiros que atuavam na APS de 21 municípios do sul e sudoeste de Minas Gerais, realizado em três etapas. Um questionário foi usado para verificar os dados sociodemográficos e profissionais e a versão adaptada culturalmente do instrumento Bonn Palliative Care Knowledge Test (BPW) para o contexto brasileiro foi aplicada aos enfemeiros para realização dos testes psicométricos e verificação do conhecimento e da autoeficácia em cuidados paliativos. Foram realizados 19 grupos focais, um para cada município participante, com a participação de enfermeiros da APS. O corpus dos dados foi armazenado e organizado no software WebQda e analisado por meio da análise temática sob a ótica da Teoria do Conforto de Katherine Kolcaba. Resultados: O processo de adatação transcultural foi realizado segundo o referencial adotado. As análises psicométricas indicaram inadequação do instrumento do ponto de vista da Teoria Clássica dos Testes. A confiabilidade do instrumento adaptado foi considerada crítica para o atributo conhecimento e ótima para a autoeficácia. Os resultados quantitativos referentes ao conhecimento e à autoefiácia obtidos por meio da aplicação do BPW corroboram os achados da abordagem qualitativa, evidenciando o conhecimento limitado em cuidados paliativos de enfermeiros da APS. Conclusões: O conhecimento de enfermeiros da APS em cuidados paliativos foi considerado limitado. Contudo, os profissionais sentem-se capazes de ofertá-lo. O BPW em sua versão para o contexto brasileiro foi considerado adaptado e sua validade de conteúdo confirmada. As análise psicométricas demonstraram sua inconsistência do ponto de vista da validade dos constructos (conhecimento e autoeficácia), o que indica a necessidade de novas análises para evidenciar sua validade. A compreensão da experiência de enfermeiros da APS no cuidado em uma abordagem paliativa possibilitou evidenciar como temas necessários à educação permanente desses profissionais a definição e a filosofia dos cuidados paliativos, a elegibilidade dos pacientes aos cuidados paliativos, o cuidado integral ao paciente e à família, a comunicação interpessoal e de notícias difíceis, a equipe multiprofissional em cuidados paliativos e os cuidados no final de vida.
Título em inglês
Knowledge and self-efficacy of primary health care nurses
Palavras-chave em inglês
Education Public Health Professional
Knowledge
Nurses
Nursing
Palliative Care
Primary Health Care
Self Efficacy
Resumo em inglês
Introduction: The provision of palliative care by generalists of Primary Health Care contributes to ensure the relief of suffering, the improvement of quality of life and the promotion of comfort of individuals who need them and their families. Considering Primary Health Care as the main access of the user to the Health System and the nurse the care manager at this level of care, there was a need to address this issue. Objective: To evaluate the knowledge and self-efficacy in palliative care of PHC nurses; understand the experience of PHC nurses on care in a palliative approach and identify the needs of CP continuing education in the view of PHC nurses. Method: A mixed method study with 383 primary health care nurses from 21 municipalities in the south and southwest of Minas Gerais, in three stages. A questionnaire was used to verify sociodemographic and professional data and the culturally adapted version of instrument Bonn Palliative Care Knowledge Test (BPW) for the Brazilian context was applied to nurses to perform psychometric tests and to verify knowledge and self-efficacy in palliative care. Nineteen focus groups were conducted, one for each participating municipality, with the participation of primary health care nurses. The data corpus was stored and organized in the WebQda software and analyzed through the thematic analysis from the perspective of Katherine's Theory of Comfort. Kolcaba Results: The process of cross-cultural adatation was performed according to the adopted framework. The psychometric analyzes performed indicated inadequacy of the instrument from the point of view of the Classical Test Theory. The reliability of the adapted instrument was considered critical for the knowledge attribute and optimal for self-efficacy. The quantitative results regarding knowledge and self-efficacy obtained through the application of BPW corroborate the findings of the qualitative approach, evidencing the limited knowledge in palliative care of primary health care nurses. Conclusions: Primary health care nurses' knowledge in care palliative care was considered limited. However, professionals feel able to offer it. BPW in its version for the Brazilian context was considered adapted and its content validity confirmed. Psychometric analysis showed their inconsistency from the point of view of construct validity (knowledge and self-efficacy), which indicates the need for further analysis to highlight their validity. Understanding the experience of PHC nurses in palliative care made it possible to highlight as necessary themes for the permanent education of these professionals the definition and philosophy of palliative care, the eligibility of patients to palliative care, integral care for patients and their families. interpersonal and difficult news communication, the multiprofessional team in palliative care and end-of-life care.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.