• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.7.2020.tde-01032021-092824
Documento
Autor
Nome completo
Leticia Aparecida da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Fracolli, Lislaine Aparecida (Presidente)
Alarcão, Fernanda Speggiorin Pereira
Verissimo, Maria De La Ó Ramallo
Wernet, Monika
Título em português
O impacto de um programa de visitas domiciliares no ambiente de cuidado de mães adolescentes e seus bebês - uma análise comparativa 
Palavras-chave em português
Cuidados de Enfermagem
Desenvolvimento Infantil
HOME
Saúde Ambiental
Saúde da Família
Resumo em português
Introdução: Existem fortes evidências que associam ambiente e desenvolvimento infantil (DI) na primeira infância e justificam a relevância de estudos sobre as características do ambiente com o objetivo de compreendê-lo e, assim, intervir sobre o DI. Ambientes físico e socialmente empobrecidos, bem como a ausência de estimulação e brincadeiras, limitam a oportunidade da criança de interagir com o meio em que vive. Crianças de classes econômicas mais baixas crescem e se desenvolvem frequentemente em ambientes de privação de espaço e estimulo. Modificar esses cenários e torná-los ambientes capazes de promover o DI é um desafio. Por essa razão, o Programa Jovens Mães Cuidadoras (PJMC) é uma proposta de assistência que tem como foco a promoção de práticas parentais positivas voltadas para mães adolescentes e que vivem em situação de vulnerabilidade social. Objetivo: Avaliar os resultados do PJMC no âmbito do ambiente domiciliar de cuidado à criança, utilizando o Inventário IT-HOME. Método: Estudo de natureza exploratória, descritiva, centrada no ambiente domiciliar de 80 mães adolescentes e seus bebês acompanhados pelo PJMC, randomizadas 40 para o grupo intervenção (GI) e 40 para o grupo controle (GC). Os dados foram coletados através de avaliações periódicas (3, 6, 12 e 24 meses de vida da criança) utilizando o Inventário IT-HOME como instrumento, armazenados na plataforma REDCap e trabalhados com os softwares RStudio, versão 1.2.1335; R, versão 3.60: GUI 1.70 El Capitan Build e Excel, versão 16.16.3. Sendo assim, foram realizadas análises descritiva e comparativa dos dados com cálculo de escore geral e das sub escalas do inventário IT-HOME, para os grupos Intervenção e Controle. Os dados sociodemográficos escolaridade da mãe, assim como presença de parceiro, foram avaliados para verificar sua influência na comparação de resultados do inventário IT-HOME entre GC e GI. Resultados: Apesar da diferença entre os grupos não ser estatisticamente significativa na maioria das analises, este estudo mostrou resultados positivos da intervenção do PJMC. Desse modo, os dados sugerem que o PJMC precisa sofrer adequações na abordagem do período de 13 a 24 meses para que seja mais efetiva na manutenção da qualidade do ambiente. Outro dado importante, a presença de companheiro materno pode ter relação estatisticamente significativa com o desempenho do grupo intervenção no Inventário IT-HOME: para Escore Total e sub escore Disponibilidade de Materiais de Brinquedos e Jogos apropriados aos 6 meses; Responsividade Emocional e Verbal do Cuidador aos 12 meses; e, Oportunidade de Variação na Estimulação Cotidiana aos 24 meses de vida do bebê. Enquanto isso, escolaridade materna pode ter relação, estatisticamente significante, com o desempenho do grupo intervenção no Inventário IT-HOME para Escore Total, sub escores Responsividade Emocional e Verbal do cuidador e Disponibilidade de Materiais de Brinquedos e Jogos apropriados aos 6 meses de vida do bebê. O número de visitas recebidas teve fraca associação com a qualidade do ambiente, assim como a rotatividade de enfermeira visitadora não mostrou impacto sobre o mesmo. Conclusão: Os resultados mostram um discreto impacto das ações desenvolvidas pelo PJMC na qualidade do ambiente das famílias assistidas. Contudo, talvez sejam necessárias algumas adaptações culturais para que o Inventário IT- HOME possa apreender com fidelidade a realidade das periferias brasileiras e ser mais sensível a proposta do PJMC. Além disso, quando se trabalha com condições de vulnerabilidade severa torna-se muito desafiador medir impactos a curto prazo, pois a instabilidade da situação financeira e social muitas vezes faz com que a construção de um ambiente domiciliar favorável ao desenvolvimento infantil seja lenta e sua manutenção delicada.
Título em inglês
The impact of a home visiting program on the care environment of adolescent mothers and their babies - a comparative analysis
Palavras-chave em inglês
Child Development
Environment Health
Family Health
HOME
Nursing Care
Resumo em inglês
Introduction: There are strong evidences associating home environment and child development (CD) in early childhood and justifying the relevance of studies about the characteristics of the environment in order to understand it and, thus, intervene on CD. Physically and socially impoverished environments, as well as the absence of stimulation and plays, limit the child's opportunity to interact with the environment in which they live. Children of lower economic classes often grow and develop in environments with a lack of space and stimulation. Change these scenarios and make them capable of promoting CD is challenging. For this reason, the Young Mothers Caregivers Program (YMCP) is a proposal for assistance focusing on the promotion of positive parenting practices to teenage mothers who live in a situation of social vulnerability. Objective: To evaluate the results of the YMCP within the home environment of child care, using the IT-HOME Inventory. Method: An exploratory and descriptive study centered on the home environment of 80 teenage mothers and their Children monitored by the YMCP, from which 40 of them are selected for the intervention group (IG) and the other 40 for the control group (CG). The data were collected through periodic evaluations (3, 6, 12 and 24 months of the child's life) using the IT-HOME Inventory as an instrument, stored on the REDCap platform and analysed with RStudio software, version 1.2.1335; R, version 3.60: GUI 1.70 El Capitan Build and Excel, version 16.16.3. Descriptive and comparative data analysis were performed calculating the general score and the subscales of the IT-HOME inventory, for the Intervention and Control groups. The mother's sociodemographic data, like education and partners presence, were evaluated to verify their influence on the comparison of the results of the IT-HOME inventory between CG and IG. Results: Although the difference between the groups is not statistically significant in most cases, this study has shown positive results of YMCP intervention. Nevertheless, the analysis suggest that the YMCP needs improvements in its approach regarding children from 13 to 24 months in order to be more effective in maintaining the quality of the environment. Another important fact, the presence of a partner may have a statistically significant relationship with the performance of the intervention group in the IT-HOME Inventory: for Total Score and sub-score Availability of Materials for Toys and Games appropriate at 6 months; Caregiver's Emotional and Verbal Responsiveness at 12 months; and, Opportunity for Variation in Daily Stimulation at 24 months. Meanwhile, mothers education level may have a statistically significant relationship with the performance of the intervention group in the IT-HOME Inventory for the Total Score, sub-score Emotional and Verbal Responsibility of the caregiver and Availability of Toys and Games Materials appropriate to 6 months babies. The number of the program visits had a weak link with the quality of the environment, as well as the turnover of the visiting nurses which has not shown any impact on it. Conclusion: The results show a small impact of the actions developed by the PJMC on the quality of the assisted families' environment. However, some cultural adaptations may be necessary so that the IT-HOME Inventory can reliably assimilate the reality of the Brazilian peripheries and be more sensitive to the YMCP's proposal. In addition, when working with conditions of severe vulnerability, it becomes very challenging to measure the impacts in the short term, as the instability of the financial and social situation often slow down the construction of a home environment favorable to child development and difficult its maintenance.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Leticia_Silva.pdf (5.20 Mbytes)
Data de Publicação
2021-03-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.