• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2013.tde-25092013-082540
Documento
Autor
Nome completo
Talita Elci de Castro Magalhães
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Kimura, Amélia Fumiko (Presidente)
Alves, Angelina Maria Aparecida
Toma, Edi
Título em português
Incidência e fatores de risco de remoção por suspeita de infecção de corrente sanguínea associada ao cateter central de inserção periférica em uma coorte de neonatos
Palavras-chave em português
cateterismo venoso central
enfermagem neonatal
fatores de risco
infecção
Recém-nascidos
Resumo em português
Introdução: o cateter central de inserção periférica (CCIP) tornou-se amplamente utilizado nas unidades de terapia intensiva neonatal (UTIN) na última década em razão da facilidade de sua instalação, permitindo a infusão de soluções endovenosas vesicantes, irritantes, hiperosmolares e de longa duração em veias centrais. Uma das complicações mais temidas relacionadas ao uso do CCIP é infecção de corrente sanguínea associada ao cateter cujo diagnóstico se confirma somente após a sua remoção, com o resultado de cultura da ponta do dispositivo e o resultado de hemocultura periférica do neonato. Objetivo: determinar a incidência de remoção por suspeita de infecção de corrente sanguínea relacionada ao CCIP e identificar os seus fatores de risco. Metodologia: coorte prospectiva composta por neonatos com CCIP internados em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um hospital privado da cidade de São Paulo no período de 31 de agosto de 2010 a 30 de agosto de 2012. As variáveis de exposição analisadas foram às relacionadas às características demográficas e clinicas dos neonatos, procedimentos relacionados à inserção do cateter, tipo de terapia intravenosa infundida pelo CCIP e o tempo de permanência do cateter. O desfecho analisado foi o motivo de remoção do cateter - eletivo ou por suspeita de infecção. Os dados obtidos de registros de prontuário foram armazenados em planilha Microsoft Excel 2010® e analisados com o software Stata 11,1. Foram determinadas medidas de tendência central e dispersão para as variáveis contínuas e frequências absolutas e relativas para as variáveis nominais. A existência de associação entre as variáveis de exposição e desfecho foi determinada pelo teste Qui-quadrado (teste 2), exato de Fisher e t Student. As variáveis com valor p < 0,05 foram incluídas na análise multivariada com regressão de Poisson. O nível de significância estatística adotado foi p < 0,05 com intervalo de confiança de 95%. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da instituição campo do estudo. Resultados: A coorte inicial foi composta por 551 neonatos com CCIP e atenderam os critérios de elegibilidade, 401. A incidência de remoção por suspeita de infecção associada ao cateter foi 13,7%. A média de permanência de cateteres removidos por suspeita de infecção foi de 16,4 dias e dos removidos eletivamente, 11,7 dias, valor p=0,0001. Os fatores de risco para remoção por suspeita de infecção foram os diagnósticos de distúrbio hidroeletrolítico, RR 3.04. IC95%[1,727-5,054], valor p = 0,000 e apnéia, RR 2,38, IC95% [1,105-4,564], valor p = 0,016. As variáveis, média da idade gestacional corrigida superior a 32 semanas, RR 0,893, IC95% [0,832-0,956], valor p = 0,002 e o uso de cateter monolúmen de silicone, RR 0,278, IC95% [0,128-0,536], valor p = 0,000 se configuraram como fatores de proteção para remoção por suspeita de infecção associada ao CCIP. Dos 72 cateteres removidos por suspeita de infecção, 3 (4,2%)apresentaram confirmação de infecção do cateter. Conclusão: Os resultados sugerem que os diagnósticos identificados como fatores de risco devem ser incluídos no protocolo assistencial como fatores preditores de remoção por suspeita de infecção. Estes recém-nascidos necessitam ser especialmente monitorados em busca de sinais de infecção. Além disso, a escolha do tipo de dispositivo CCIP deve ser objeto de mais investigações, bem como os critérios de decisão para remoção do CCIP, por suspeita de infecção, tendo em vista a reduzida frequência de confirmação de infecção entre os cateteres removidos por suspeita.
Título em inglês
Incidence and risk factors of removal due to suspected catheter-associated bloodstream infection of Peripherally Inserted Central Catheter in a cohort of neonates.
Palavras-chave em inglês
central venous catheterization
infection
neonatal nursing
Newborns
risk factors
Resumo em inglês
Introduction: The peripherally inserted central catheter (PICC line) has become widely used in the neonatal intensive care units (NICU) in the last decades due to its ease installation and to allow infusion of vesicant, irritant and hiperosmolar solutions by long period in central veins. One of the most feared complications related to the use of PICC lines is the catheter associated bloodstream infection, which is confirmed after its removal with the result of catheter's tip culture and the results of neonate peripheral blood culture. Objective: to determine the incidence of removal due to PICC-line associated bloodstream infection and identify its risk factors. Methods: a prospective cohort of neonates with PICC line hospitalized in a NICU of a private hospital of the city of São Paulo. Data were collected from August 31st, 2010 to August 30th, 2012. The independent variables analyzed were related to demographic and clinical characteristics of newborns, procedures related to insertion of catheter, type of intravenous therapy infused and the catheter dwell time. The outcome variable analyzed was the reason for catheter removal elective or due to PICC-line suspected bloodstream infection. Data were obtained from the medical charts and stored in Microsoft Excel 2010 ® spreadsheet. Statistics analysis was conducted in the software Stata 11.1®. The continuous variables were showed by central and dispersion tendency measures and for qualitative variables, the data were showed by absolute and relative frequencies. The association between independent and outcome variables was determined by chi-square test (2), Fisher exact and t Student. Variables with p <0.05 were included in Poisson multivariate regression model. The level of statistical significance adopted was p<0.05 with a confidence interval of 95%. The research project was approved by the Ethics and Research Committee of the hospital where the study was carried out. Results: the initial cohort was composed of 551 neonates with PICC-line and 401 met the eligibility criteria. The incidence of suspected catheter associated bloodstream infection removal was 13.7%. The mean dwell time of PICC removed due suspicious of infection was 16,4 days and due to elective removal was 11,7 days, p value=0,0001. The risk factors for catheter-associated bloodstream infection identified were the diagnosis of hydroelectrolytic disorder, RR 3.04, CI95% [1.727 - 5.054], p value= 0.000 and diagnose of apnea, RR 2.38, CI95% [1.105 - 4.564], p value=0.016. The variables identified as protective factors for removal due suspected infection were: corrected gestational age of more than 32 weeks, RR 0.893, CI95% [0.832 - 0.956], p value=0.002 and single-lumen silicone catheter, RR 0.278, CI95% [0.128 - 0.536], p value= 0.000. From 72 catheters removed due to PICC-line suspicious of bloodstream infection, the infection was confirmed only to 3 (4.2%)of them. Conclusion: The results suggested that the diagnosis identified as risk factors should be included in the protocol of PICC lines management as predictors for removal due to suspected of infection. These neonates need to be carefully monitored for signs of infection. Moreover, choosing the most appropriate type of PICC should be further investigated, as well as the criteria to support the decision of removing the catheter considering the low number of confirmed catheter-associated infection.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-10-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.