• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2010.tde-23062010-092554
Documento
Autor
Nome completo
Lia Mota e Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de (Presidente)
Albuquerque, Rosemeire Sartori de
Tsunechiro, Maria Alice
Título em português
Utilização da bola suíça na assistência ao parto em serviços públicos do município de São Paulo
Palavras-chave em português
Enfermagem obstétrica
Exercícios físicos
Maternidades (São Paulo)
Parto normal
Resumo em português
A bola suíça vem sendo usada para promover a posição vertical, a movimentação da mulher e a mobilidade pélvica durante o trabalho de parto. Seu emprego na atenção obstétrica requer elucidações mais precisas sobre sua aplicação. Este estudo descritivo teve como objetivo caracterizar o uso da bola suíça na assistência à mulher, durante o trabalho de parto e foi realizado em 35 maternidades públicas do Município de São Paulo. Os dados foram obtidos por meio de entrevista, pelo uso de um formulário estruturado, realizado com uma enfermeira de cada instituição pública. Os resultados demonstraram que a bola é empregada em 100% dos Centros de Parto Normal e em 40,9% dos Centros Obstétricos. Dentre as profissionais entrevistadas, 88,6% tinham conhecimento do uso da bola em parturientes. Quanto à utilização da bola: 77,5% das enfermeiras orientam a mulher a permanecer uma hora fazendo exercícios; 34,8% indicam a bola para auxiliar na descida e no encaixe da apresentação fetal; 37,8% afirmam que a existência de uma intercorrência obstétrica é a principal causa para contraindicar; 87,1% orientam o uso da bola associado à outra prática não farmacológica e dentre estas; 54,6% vinculadas ao banho de aspersão; 32,9% relataram como maior benefício o auxílio na descida e no encaixe da apresentação fetal e 67,7% consideram a experiência da bola como boa na perspectiva das parturientes. Todas as enfermeiras realizam algum tipo de higienização da bola. Quanto aos movimentos e posições orientadas às parturientes no uso da bola, as respostas foram: 36,5% referem-se à posição sentada com apoio; 31,8% aos movimentos de propulsão (abaixa e levanta); 30,5%, aos movimentos rotatórios com o quadril e 1,2%, às posições ajoelhada e apoiada com o tronco sobre a bola. Apenas um serviço dispunha de protocolo para utilizar a bola suíça. Concluiu-se que as diretrizes para o uso da bola suíça como instrumento de incentivo à mobilidade e prática de conforto durante o trabalho de parto não estão bem estabelecidas, embora seu uso seja prevalente em ambientes voltados à normalidade do parto e nascimento, como os Centros de Parto Normal.
Título em inglês
The use of the Swiss Ball during labor at public obstetric services in São Paulo
Palavras-chave em inglês
Childbirth
Exercises
Maternity (São Paulo)
Obstetrical nurses
Resumo em inglês
The Swiss ball has been used to promote the vertical position, the movement of women and pelvic mobility during labor. Its use in obstetric care requires more accurate elucidation concerning its application. This descriptive study aimed to characterize the use of Swiss ball in care for women during labor. It was carried out in 35 public hospitals in São Paulo. These data were obtained through interviews, performed with nurses at public maternity services using a structured form. The results showed that the ball is used in 100% at the Normal Birth Centers and 40.9% at a hospital, in a conventional birth unity. Among the professionals interviewed 88.6% knew about the use of the ball in labor care. Regarding the use of the ball: 77.5% of nurses used to recommend the woman to have exercises during one hour, 34.8% indicated the ball to help fetal presentation descent into the maternal pelvis, 37.8% related the existence of a obstetric complications is the main cause to contraindicate its use, 87.1% oriented use of the ball associated with other non-pharmacological practice and among these, 54.6% with shower bath, 32.9% reported as the greatest benefit the aid in fetal presentation descent into the maternal pelvis and 67.7% considered the experience of the ball as good from the womens perspective. All the nurses performed some cleaning process at the ball surface. About the movements and positions suggested to the mothers in the use of the ball, the answers were: 36.5% refer to a sitting position with support, 31.8% on the movement of propulsion (up and down), 30.5% to rotational movements with the pelvis and 1.2% to kneeling position and supported with the trunk on the ball. Only one service had a protocol for using the Swiss ball. It is concluded that the guidelines for using the Swiss ball as a tool to encourage mobility and practice of comfort during labor are not well established, although its use is prevalent in environments targeted the childbirth as natural process, such as the Birth Centers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Lia_Mota.pdf (2.21 Mbytes)
Data de Publicação
2010-06-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.