• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2013.tde-20092013-104636
Documento
Autor
Nome completo
Danielle Aparecida Pereira Braga
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Verissimo, Maria De La Ó Ramallo (Presidente)
Mello, Débora Falleiros de
Sigaud, Cecília Helena de Siqueira
Título em português
A enfermeira e o cuidado da criança para o desenvolvimento na unidade de terapia intensiva pediátrica
Palavras-chave em português
Cuidado infantil
Desenvolvimento infantil
Enfermagem pediátrica
Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica
Resumo em português
Introdução: A criança que requer cuidados intensivos deve ser considerada tanto no aspecto biológico como no seu desenvolvimento, os processos que podem agredi-la devem ser minimizados, ou eliminados, e ela deve ser apoiada sempre que enfrente alguma situação potencialmente estressante, para seu atendimento não se tornar iatrogênico, buscando atender suas necessidades e pautar na perspectiva da integralidade, o que significa um cuidado além da prática biomédica. Objetivo: Descrever e analisar o cuidado da enfermeira à criança hospitalizada na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP), com foco no desenvolvimento infantil. Método: Estudo qualitativo, descritivo e exploratório, realizado numa UTIP, de um hospital privado de grande porte, filantrópico, geral, localizado na cidade de São Paulo e aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa. A coleta de dados em oficinas pedagógicas incluiu oito enfermeiras, cada uma participando de dois encontros. Dados submetidos à análise temática de conteúdo, interpretados de acordo com o referencial das necessidades essenciais da infância. Resultados: A categoria Concepções e práticas da enfermeira no cuidado para o desenvolvimento infantil na UTIP descreve as ações das enfermeiras e aspectos relativos à situação da internação que impactam sobre a criança e, portanto, devem ser considerados em suas atividades de cuidado, visando as necessidades da criança para além do motivo da hospitalização. Contudo, as enfermeiras não nominam essas ações como cuidado de enfermagem e sim como comportamentos naturais, e, deste modo, são realizados de acordo com a visão de cada enfermeira, sem sistematização, ou constância. A categoria Facilidades e dificuldades da enfermeira no cuidado para o desenvolvimento infantil na UTIP descreve os aspectos facilitadores nas práticas institucionalizadas como atenção ao conforto físico, à história e hábitos da criança, o brincar, as informações fornecidas na admissão, os laços entres os familiares, aspectos que fortalecem o cuidado e o processo de hospitalização. Inclui também as dificuldades, decorrentes do modelo hegemônico biomédico, que vão de encontro ao cuidado para a promoção do desenvolvimento, e atividades burocráticas existentes no contexto de trabalho que reduzem o tempo da enfermeira voltado ao cuidado da criança e da família. A categoria Perspectivas da enfermeira sobre o cuidado para o desenvolvimento da criança na UTIP descreve a necessidade de uma filosofia, teoria e instrumentos para orientar o cuidado, comuns a toda a equipe multiprofissional, a partir da mudança de compreensão dos profissionais acerca do cuidado integral à criança, que poderia ser alcançada por meio de reflexão sobre o fazer envolvendo a todos, em atividades como workshops e cursos sobre promoção do desenvolvimento e cuidado integral. Conclusões: Embora as enfermeiras se percebam realizando ações favoráveis ao desenvolvimento da criança reconhecem que garantir o desenvolvimento infantil saudável, na situação de hospitalização na UTIP, é algo a ser alcançado, mediante ações sistematizadas e norteadas por objetivos comuns a toda a equipe de saúde e reconhecidas como cuidado profissional. As oficinas pedagógicas contribuíram para a reflexão, troca de experiência e proposição de ações de melhoria do cuidado à saúde da criança, referidas como estratégias formativas que podem favorecer tais mudanças.
Título em inglês
The nurse and the care for the development of the child in the Intensive Care Unit Pediatric
Palavras-chave em inglês
Child Care
Child Development
Intensive Care Units Pediatric
Pediatric Nursing
Resumo em inglês
Introduction: Children who require intensive care should be considered both in their biological aspect as in their development; procedures that may hurt them should be minimized or eliminated and they should be supported all the times they face some potentially stressing situations. This provides a non iatrogenic care which attends their needs and support the perspective of integrality, what means a care beyond the biomedical practice. Objective: to describe and analyze the care of the nurse towards child hospitalized in the Intensive Care Unit Pediatric (ICUP), with focus on the child development. Method: qualitative, descriptive and exploratory study, done in the ICUP of a private, large sized, philanthropic and general hospital situated in São Paulo City and approved by the Ethics Research Committee. Data were collected in pedagogical workshops with eight nurses, each one taking part in two meetings, and were submitted to the thematic analyses of contents and interpreted according to the referential of essential needs of the childhood. Results: The category Nurses conceptions and practices to care for the child development in the ICUP describes actions of the nurses and aspects of hospitalization that have impact on the child and so should be considered in their care activities aiming the needs of the child beyond the reason for the hospitalization. However, the nurses do not nominate these actions as nursing care but as natural behaviors and, so, they are performed according to the vision of each nurse, without any systematization or constancy. The category Facilities and difficulties of the nurse to care for the child development in the ICUP describes aspects in the institutionalized practices that strengthen to care for child development as attention to the physical comfort, to know the child story and habits, the playing, the information given in the reception, and relationships between relatives. It also includes the difficulties related to the hegemonic biomedical model that opposes the care for the promotion of development and bureaucratic activities that reduce the nurses time dedicated to child and family care. The category Perspectives of the nurse about the care for the child development in the ICUP describes the need of a philosophy, or theory, and instruments to guide the comprehensive care, common to all the multi professional team. This could be reached through reflection about the work in ICUP involving all the professionals in activities like workshops and courses on promotion of development and integral care. Conclusions: Although the nurses feel doing actions in favor to the development of the child, they realize that to ensure the healthy development of the child, in the situation of hospitalization in the ICUP, is something to be reached, through systematized actions and guided by common objectives to the whole health team and recognized as Professional care. The data collection workshops contributed to the reflection, exchange of experiences and proposals of actions to improve the care for children, and so nurses indicated them as formative strategies which can encourage such changes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-10-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.