• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.7.2020.tde-13122019-172141
Documento
Autor
Nombre completo
Thais Yshida Cestari Lockley
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2018
Director
Tribunal
Oliveira, Marcia Aparecida Ferreira de (Presidente)
Nóbrega, Maria do Perpétuo Socorro de Sousa
Pereira, Maria Odete
Soares, Ricardo Henrique
Título en portugués
O acesso das mulheres a serviços comunitários de saúde mental em álcool e outras drogas: uma revisão de escopo
Palabras clave en portugués
Enfermagem
Mulher(es)
Serviços Comunitários de Saúde Mental
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Resumen en portugués
A dependência de substâncias psicoativas cresceu entre as mulheres para 6,9% em relação ao álcool, 5,1% para maconha, cocaína aumentou para 1,2%, estimulantes para 4,5% e os benzodiazepínicos 6,9%. Mesmo com o aumento da prevalência desse consumo a porcentagem de mulheres que recebeu algum tipo de tratamento especializado caiu de 2,5%, para 1,6%. Para essa população, o Brasil não possui diretrizes específicas quanto ao acesso ao cuidado em álcool e drogas. O objetivo foi realizar uma revisão de escopo acerca do acesso das mulheres em serviços comunitários de saúde mental em álcool e outras drogas. O estudo apresentado é uma revisão de escopo. O levantamento bibliográfico foi realizado em sete bases de dados Psyinfo, Cinahal, Scopus, Pubmed, BVS, Embase e Indexpsiperiódicos. Os dados extraídos foram sintetizados de modo narrativo. Buscou-se responder a seguinte indagação: quais são as barreiras que influenciam o acesso das mulheres em serviços comunitários de saúde mental em álcool e outras drogas? O resultado inicial da revisão foi de 601 trabalhos e 12 trabalhos foram inseridos na análise final. O conteúdo foi descrito em três categorias de análise: 1- Construção social do gênero feminino; 2- Estigma social e 3- Determinantes sociais. As mulheres necessitam de ações voltadas para seu cuidado permeadas pelas condições específicas do gênero. Discussões acerca do papel pré-determinado à mulher em nossa sociedade, violência de gênero, função maternal, traumas físicos e psicológicos devem ser defnidos no acolhimento integral proporcionado pelos serviços. Como sugestão, além de estudos que identificam os acessos dessa população a atenção integral à saúde, outros estudos são necessários em relação à avaliação da continuidade do tratamento e inserção das mulheres em tratamentos específicos.
Título en inglés
Women's access to community mental health services in alcohol and other drugs: a scope review.
Palabras clave en inglés
Community Mental Health Services
Disorders Related to Substance Use
Nursing
Women
Resumen en inglés
The dependence of psychoactive substances increased among women to 6.9% in relation to alcohol, 5.1% to marijuana, cocaine increased to 1.2%, stimulants to 4.5% and benzodiazepines 6.9%. Even with the increase in the prevalence of this consumption, the percentage of women who received some type of specialized treatment dropped from 2.5% to 1.6%. For this population, Brazil does not have specific guidelines regarding access to alcohol and drug care. The objective was to conduct a review of the scope of women's access to community mental health services in alcohol and other drugs. The study presented is a review of scope. The bibliographic survey was performed in seven databases - Psyinfo, Cinahal, Scopus, Pubmed, BVS, Embase and Indexpsiperiódicos. The extracted data were synthesized in a narrative way. We sought to answer the following question: what are the barriers that influence women's access to community mental health services in alcohol and other drugs? The initial result of the review was 601 papers and 12 papers were inserted in the final analysis. The content was described in three categories of analysis: 1- Social construction of the female gender; 2- Social stigma and 3- Social determinants. Women need actions aimed at their care permeated by the specific conditions of the gender. Discussions about the pre-determined role of women in our society, gender violence, maternal function, physical and psychological trauma should be defined in the full reception provided by the services. As a suggestion, in addition to studies that identify the accesses of this population to the integral health care, other studies are necessary in relation to the evaluation of the continuity of the treatment and insertion of the women in specific treatments.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Thais_YC_Lockley.pdf (1.07 Mbytes)
Fecha de Publicación
2020-01-07
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.