• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2013.tde-11092013-162127
Documento
Autor
Nome completo
Milena Temer Jamas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Hoga, Luiza Akiko Komura (Presidente)
Bellini, Maria Luiza Gonzalez Riesco
Caiuby, Andrea Vannini Santesso
Mamede, Fabiana Villela
Oliveira, Marcia Aparecida Ferreira de
Título em português
Adaptação cultural e validação para a língua portuguesa da "Escala de Bienestar Materno en Situación de Parto (BMSP 2)
Palavras-chave em português
Avaliação de serviços
Enfermagem
Parto - assistência
Parto normal
Satisfação do Paciente
Resumo em português
Introdução: A avaliação da assistência prestada é uma das condições básicas para promover a qualidade dos serviços de saúde. Obter dados a respeito do bem estar segundo a perspectiva da mulher permite corrigir inadequações e melhorar a qualidade da assistência ao parto. Objetivo da pesquisa: Esta pesquisa teve o objetivo de adaptar culturalmente e validar as propriedades psicométricas da Escala de Bienestar Materno em Situación de Parto (BMSP 2) para a língua portuguesa (Brasil).Metodologia: Trata-se de um estudo do tipo metodológico aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, sob o parecer nº 170.412. A adaptação cultural desta Escala, que foi produzida por enfermeiras obstétricas chilenas, foi feita conforme recomendações da literatura científica pertinente: tradução da BMSP2 para a língua portuguesa; retrotradução para língua de origem do instrumento; avaliação por um comitê de juízes; pré-teste da versão adaptada e aplicação da versão final em português. Os dados foram coletados no período de dezembro de 2012 a março de 2013 em um Hospital-Escola, situado na Zona Norte do Município de São Paulo. Participaram do estudo, 500 mulheres que receberam assistência ao parto normal na Instituição. A validade de face e conteúdo foi avaliada pelo comitê de juízes; para a validade de constructo foi realizada a análise fatorial; a validade de constructo convergente foi avaliada através do Teste de Correlação de Pearson entre a BMSP 2 e o domínio satisfação com a vida da Escala de Bem Estar Subjetivo; a validade de constructo divergente foi avaliada por meio de teste para comparação de grupos distintos. A confiabilidade foi avaliada pela consistência interna de seus itens (Alfa de Cronbach). O nível de significância adotado foi de 0,05. Resultados: A maioria das participantes do estudo vivia com o parceiro, possuía idade de 26,7 anos em média, era da cor branca, tinha entre nove e 11 anos de estudo e era do lar. Em relação às características obstétricas, 36,2% era multigesta, 28% estava na segunda gestação e 35,8% era primigesta, com idade gestacional entre 39 e 39 semanas e 6 dias (33,8%). Na avaliação das propriedades psicométricas, a análise fatorial apresentou um agrupamento diferente do encontrado pelos autores da versão original do instrumento, demonstrando a necessidade de desenvolver novos estudos objetivando propor nova distribuição fatorial para a versão brasileira desta escala. A validade de constructo convergente apresentou correlação positiva com o domínio satisfação com a vida da EBES. Na validade de constructo divergente foi obtida uma relação significante com algumas características sociodemográficas e clinico obstétricas. Com relação à confiabilidade, foi obtido um valor adequado para a consistência interna da versão adaptada da BMSP 2 (Alfa de Cronbach 0,93). Conclusão: A versão adaptada para o português da BMSP 2 mostrou-se válida e confiável na amostra estudada. Novos estudos necessitam ser realizados para testar essas propriedades em outros grupos de pacientes brasileiras.
Título em inglês
Cross-cultural adaptation and validation of Mother`s Wellness during Childbirth 2to Brazilian Portuguese.
Palavras-chave em inglês
Consumer Satisfaction
Health Services Evaluation
Midwifery
Natural Childbirth
Nursing
Resumo em inglês
Introduction: To evaluate the effects of health care on women`s wellness during childbirth is possible with the use of scales based on women`s perception of care. To establish the quality of these assessments is required by using a valid and cultural scale to make possible to achieve the desired improvements on outcomes of midwifery care. Objectives: The aims of this study were to translate the Chilean scale Mother`s Wellness during Childbirth to Brazilian Portuguese and to evaluate its reliability and validity. Method: This quantitative study followed five steps of cultural adaptation of the scales: translation of the scale to Brazilian Portuguese; back-translation to Spanish; assessment by a judge´s committee, scale pre-test and the application of the final version of the scale. The data were collected from December, 2012 to March, 2013 in a Brazilian University Hospital. A total of 500 women who had childbirth in this institution participated in this study. The face validity and content validity was assessed by an expert´s committee; the factor analysis was performed using the construct validity, the convergent validity was tested using the Pearson´s Correlation Test between Mother`s Wellness during Childbirth and Subjective Welfare Scale; and the divergent validity test was used to compare different groups. The reliability of the scale`s final version was assessed through internal consistency of its items using Cronbach's Alpha.The significance level was 0.05. Results: Women aged 26.7, were white, had a partner, had nine to 11 years of study and were housewives. Most women were multiparous, with gestational age between 39 weeks and 39 weeks and six days. The factorial analysis of scale showed a cluster difference in relation to the original scale indicating the need to explore better new distribution factors for the portuguese version of the scale. The convergent construct validity was positively correlated with life satisfaction domain of Subjective Welfare Scale and the divergent construct validity had a significant relationship with sociodemographic obstetric characteristics. The reliability of the Portuguese version of Mother`s Wellness during Childbirth was adequate for internal consistency observed with Cronbach's alpha value (0.93). Conclusion: Portuguese version of Mother`s Wellness during Childbirth is valid and reliable for this studied sample.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.