• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.7.2016.tde-11052015-144300
Documento
Autor
Nombre completo
Juliana Guisardi Pereira
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2015
Director
Tribunal
Pereira, Maria José Bistafa
Título en portugués
Continuidades, avanços e rupturas: a construção da identidade profissional de enfermeiras da estratégia saúde da família
Palabras clave en portugués
Enfermagem
Estratégia Saúde da Família
História da Enfermagem
Prática Profissional
Resumen en portugués
Pesquisa de natureza descritiva e exploratória, que teve por objetivo analisar o processo de construção da identidade profissional de enfermeiras que atuam na Estratégia Saúde da Família (ESF) e verificar como se identificam (identidade para si) e são identificadas (identidade para o outro) pelos demais profissionais de saúde. O referencial teórico-metodológico foi a hermenêutica dialética, ancorada nos marcos teóricos da Sociologia das Profissões e na História da Enfermagem. Foram entrevistadas 27 enfermeiras da ESF e 10 profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) de uma Supervisão Técnica de Saúde do município de São Paulo. O material empírico foi submetido à técnica de análise de discurso. Os resultados revelaram que, entre as participantes, a escolha pelo curso de graduação em Enfermagem foi influenciada pelo conhecimento prévio da profissão; os estágios da graduação foram importantes no processo de formação inicial; os docentes e os enfermeiros de campo foram os principais modelos profissionais e os alicerces para o início da vida profissional, motivando-as a trabalhar na ESF. Também foram influenciadas pelo desenvolvimento do próprio trabalho. Na identidade para si, as enfermeiras veem-se como coordenadoras da equipe, exercendo liderança nas unidades de saúde, a profissional que resolve tudo, que tem autonomia e é referência para os usuários dos serviços e educadora em saúde. Na identidade para o outro, a enfermeira é vista como gerente da equipe e referência da equipe para a coletividade, a parceira da equipe. Entretanto, a enfermeira também é vista como uma profissional desconhecida e desvalorizada, em busca de especificidade e reconhecimento de seu papel profissional. A identidade profissional da enfermeira da ESF transita entre uma identidade socialmente imposta e outra reivindicada pelo grupo profissional. A negociação de novas identidades vai ganhando novos contornos pela ampliação dos conhecimentos da clínica, à medida que as enfermeiras se aproximam da prestação de cuidados diretos aos usuários. A gestão do processo de trabalho e dos conflitos coloca-as em uma posição diferenciada na equipe multidisciplinar, ao mesmo tempo em que um investimento crescente é despendido no estabelecimento de vínculos significativos com a coletividade. Conclui-se que a enfermeira continua a lutar por afirmação e reconhecimento profissional, em busca de uma imagem de si condizente com a concretude de sua prática.
Título en inglés
Continuities, advances and breaks: construction of professional identity of nurses in Family Health Strategy
Palabras clave en inglés
Family Health Strategy
History of Nursing
Nursing
Professional Practice
Resumen en inglés
Exploratory and descriptive study that aimed to analyze the process of construction of professional identity of nurses who work at the Family Health Strategy (FHS), and see how they identify themselves (identity for themselves) and how they are identified by other health professionals (identity to the other). The theoretical and methodological framework was the hermeneutic dialectics, anchored in the theoretical framework of Sociology of the Professions and in Nursing History. 27 FHS nurses were interviewed and 10 professional of Support Group for Family Health in a Technical Supervision of São Paulo City. The empirical material was submitted to discourse analysis. Nurses professional pathways revealed that the choice to study Nursing was influenced by former profession knowledge; undergraduate training at FHS were important to the career; teachers and practical nurses were the main professional models, providing the motivation to work in the FHS and becoming the basis to entry into professional life, which was also influenced by work development itself. In the identity for themselves, nurses see themselves as team coordinators, exercising leadership in the Health Center; the professional who solves everything, which is autonomous, a reference for service users and a health educator. In the identity to the other, stood out the work of the nurse as team manager, the team's reference to the community and a partner in the team. However, the nurse is also seen as an unknown and undervalued professional who is searching for specificity and recognition of her professional role. Professional identity of FHS nurses transits between an imposed and a claimed identity by the professional group. The negotiation of new identities is gaining new shapes by the expansion of clinical knowledge and autonomy, as they are approaching to provide care to users. On the other hand, the management of the work process and the conflicts put the nurses in a different rank in the multidisciplinary team at the same time that a growing investment is realized towards the establishing of significant links with the community. The conclusion is that nurses continue to fight for affirmation and professional recognition in search of an image of themsleves consistent with the concreteness of their practice.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-03-30
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.