• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.7.2012.tde-16052012-111446
Documento
Autor
Nombre completo
Silmar Maria da Silva
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2012
Director
Tribunal
Baptista, Patricia Campos Pavan (Presidente)
Cestari, Maria Elisa Wotzasek
Felli, Vanda Elisa Andres
Título en portugués
Retorno ao trabalho: a vivência dos trabalhadores de enfermagem com distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT)
Palabras clave en portugués
Enfermagem. Saúde ocupacional
Pesquisa qualitativa
Transtornos traumáticos cumulativos
Resumen en portugués
O trabalhador de enfermagem que retorna ao trabalho após afastamento por Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) experiencia várias modificações em si e em seu entorno, devido a presença de restrições de atividades ou pela reintegração em setores e em funções diferentes das exercidas anteriormente. Esta situação pode representar um recomeço ou acarretar em novos adoecimentos, piora ou recidiva do quadro patológico, que podem comprometer não apenas as relações no trabalho, como a autoestima e a perspectiva de um trabalho saudável. O presente estudo objetivou compreender a vivência do trabalhador de enfermagem que retorna ao trabalho após afastamento por DORT, por meio da pesquisa qualitativa fenomenológica. Foram realizadas entrevistas com seis trabalhadoras de enfermagem, sendo quatro auxiliares de enfermagem, uma técnica de enfermagem e uma enfermeira. Para desvelar o fenômeno retornar ao trabalho após afastamento por DORT, foi realizado a seguinte questão norteadora: Como está sendo para você retornar ao trabalho após o período de afastamento? A análise dos discursos pautou-se no referencial filosófico de Martin Heidegger, onde emergiram as seguintes Unificações Ontológicas: Ser-aí retornando ao trabalho após afastamento por DORT; Experienciando a Solicitude e o Descuidado no retorno ao trabalho após afastamento por DORT; A Angústia do retorno ao trabalho após afastamento por DORT e O poder-ser próprio da trabalhadora de enfermagem que retorna ao trabalho após afastamento por DORT. Os resultados desvelaram o mundo-vida das trabalhadoras de enfermagem, marcado por dor crônica, limitações e ausência de política institucional para esse processo. O fenômeno desvelado aponta para a necessidade de novos olhares sobre a problemática do retorno ao trabalho e um repensar estratégias locais e políticas institucionais que permitam um retorno salutar ao trabalho
Título en inglés
Return to work: the experience of the nursing workers with Work-Related Musculoskeletal Disorders (WRMD)
Palabras clave en inglés
Cumulative trauma disorders
Nursing
Occupational health
Qualitative research
Resumen en inglés
The nursing worker who returns to work after absence for Work-Related Musculoskeletal Disorders (WRMD) experience various changes in itself and its surroundings due to the presence of restrictions of activities or sectors by reintegration and the different functions performed previously. This may represent a new beginning or causing sickness, deterioration or recurrence of the pathological picture, which can compromise not only the relationships at work as self-esteem and the prospect of a healthy workplace. This study aimed to understand the experience of the nursing worker who returns to work after absence for WRMD, through the phenomenological qualitative research. Interviews were conducted with six nursing workers, four nursing auxiliaries, one nursing technician and one nurse. To reveal the phenomenon to return to work after absence for WMSD, was held the following question: How are you to return to work after the absence period? The discourse analysis was based on Martin Heidegger's philosophical referential, which emerged following the ontological unifications: Being-there returning to work after illness by WMSD; Experiencing the Helpfulness and Careless in returning to work after illness for WMSD, The Anguish of the return to work after illness for WMSD and power-be of the working nurse who returns to work after illness by WRMD. The results unveiled the life-world of nurses, marked by chronic pain, limitations and the absence of institutional policies for this process. The phenomenon unveiled points to new perspectives on the problem of return to work and to rethink strategies and local institutional policies that enable a healthy return to work
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Silmar_Maria.pdf (1.98 Mbytes)
Fecha de Publicación
2012-05-18
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.