• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.7.2020.tde-11122019-175656
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Roberto Laranjeira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Graziano, Kazuko Uchikawa (Presidente)
Hermini, Alexandre Henrique
Moriya, Henrique Takachi
Poveda, Vanessa de Brito
Renders, Duygu Percin
Tessarolo, Francesco
Título em português
Práticas adotadas para evitar pacotes molhados na esterilização a vapor: implicações na segurança e nas respostas dos indicadores biológicos e químicos
Palavras-chave em português
Centro de material e esterilização
Dispositivos e instrumentos médicos
Enfermagem
Esterilização
Indicadores de saúde
Resumo em português
Introdução: O processo de esterilização hospitalar requer que os produtos para saúde sejam entregues limpos, esterilizados e secos. A ocorrência de pacotes molhados é um desvio do processo, condição inaceitável segundo a AAMI (2017). Ações arbitrárias, como adição de campo absorvente nas caixas, aumento da pressão da câmara externa, aumento do intervalo de tempo da rampa de aquecimento e aumento do intervalo de tempo de secagem, são praticadas pelos CME e engenharia em busca de uma solução, considerando o sucesso da intervenção com base na carga seca ao término do ciclo e no resultado dos indicadores químicos e biológicos satisfatórios. Frente ao exposto, questiona-se quais seriam as implicações das tais práticas adotadas para evitar pacotes molhados na segurança da esterilização a vapor e suas repercussões nas respostas dos indicadores biológicos e químicos. Objetivo: avaliar o impacto das práticas adotadas pelos CME para evitar pacotes molhados/úmidos na segurança da esterilização e suas repercussões nas respostas dos indicadores biológicos e químicos. Método: a pesquisa caracterizou-se como estudo experimental laboratorial, realizado em duas etapas. Na primeira, os estudos foram conduzidos utilizando duas procedências de resistômetro equipamento utilizado para controle de qualidade dos indicadores químicos e biológicos cuja característica é não contemplar fase de condicionamento, e na segunda, uma esterilizadora a vapor de uso hospitalar incluindo a fase de condicionamento. As variáveis independentes da pesquisa em ambas as etapas foram: presença de campos absorventes, aumento da pressão da câmara externa, aumento de tempo de secagem e aumento do tempo da rampa de aquecimento. As variáveis dependentes foram: resultado dos indicadores biológicos e químicos tipo 5 e 6 de três procedências distintas, e o resultado mecânico da relação pressão versus temperatura. Resultados: Na etapa 1 quando a resposta dos indicadores químicos e biológicos teriam a priori, precisão teórica para aprovar ou reprovar os ciclos frente a ações arbitradas pelos CME para obter material seco, na situação provocada de adição de campo absorvente e aumento da pressão da câmara externa causando o vapor superaquecido - detectado por meio da relação pressão versus temperatura 76% dos indicadores químicos não conseguiram detectar a falha, demonstrando falha na sensibilidade dos IQ 5/6 ou baixo impacto dessa intervenção. Já o IB demostrou sensibilidade maior do que os IQ 5/6, com 96% a mais de detecção de falha. O tempo de secagem adicional não interferiu na mudança esperada dos resultados dos indicadores químicos em ciclos onde o tempo de esterilização foi reduzido para metade como desafio, ao contrário dos resultados com a rampa de aquecimento estendida onde todos indicadores tiveram o resultado aprovado em meio ciclo de esterilização. Na segunda etapa, nos estudos em esterilizadora com fase de condicionamento, observou-se que a secagem adicional alterou o resultado dos indicadores químicos, mudando de reprovado para aprovado, e a condição de vapor superaquecido foi observado nos parâmetros físicos medido pelos sensores externos, mas nenhum indicador conseguiu identificar a falha, inclusive os instrumentos de controle do equipamento. Conclusões: Ações de adição de campo absorvente nas caixas e aumento da pressão da câmara externa não podem ser utilizados acriticamente, pois podem prejudicam diretamente a segurança da esterilização, inibindo a coagulação de esporos na presença de vapor superaquecido, e os IQ tipo 5/6 e IB não tem especificidade para detectar falha na esterilização frente a essas condições. Não se evidenciou riscos na segurança da esterilização pelas manobras do aumento do tempo da rampa de aquecimento e o aumento do tempo de secagem, mas sim nos resultados falso satisfatórios dos IQ 5/6 e IB nos experimentos quando o tempo de esterilização foi propositalmente reduzido pela metade.
Título em inglês
Adopted practices to avoid wet packages in steam sterilization: safety implications and responses of biological and chemical indicators
Palavras-chave em inglês
Biological indicators
Chemical indicators
Medical device
Nursing
Sterilization
Resumo em inglês
Introduction: The hospital sterilization process requires that the health products be delivered clean, sterilized and dry. The occurrence of wet packs is a deviation from the process, an unacceptable condition according to AAMI (2017). Arbitrary actions, such as addition of an absorbent liners in boxes, jacket pressure increase, come-up duration increase and extending drying time, are practiced by CSSD and engineering in search of a solution, considering a successful intervention based on the dry load at the end of the cycle and on the satisfactory result of chemical and biological indicators. Considering the above, implications of such practices to avoid wet packages in the safety of steam sterilization and its repercussions on biological and chemical indicators responses are questioned. Objective: To evaluate the impact of the practices adopted by CSSD to avoid wet packs in the safety of sterilization and its repercussions on biological and chemical indicators responses. Method: the research was characterized as an experimental laboratory study, carried out in two stages. In the first, the studies were conducted using two different resistometers - equipment used for the quality control of chemical and biological indicators, which characteristic is not to contemplate conditioning phase, and in the second, a steam sterilizer for hospital use, including the conditioning phase. The independent variables of the research in both stages were: presence of absorbent liners, jacket pressure increase, extended drying time and increase come-up ramp time duration. The dependent variables were: result of the biological indicator and chemical indicators type 5 and 6 from three different sources, and the result of the pressure versus temperature relationship. Results: In stage 1 when the response of the chemical and biological indicators would have a priori, theoretical precision to approve or disapprove the cycles against actions arbitrated by the CSSD to obtain dry material, in the situation provoked by addition of absorbent liner and increased jacket pressure, causing superheated steam - detected by pressure versus temperature - 76% of the chemical indicators could not detect the fault, demonstrating a lack of sensitivity of CI 5/6 or a low impact of this intervention. The BI, on the other hand, showed higher sensitivity than CI 5/6, with 96% more failure detection. The additional drying time did not interfere with the expected change in chemical indicator results in cycles where the sterilization time was reduced to half as a challenge, unlike the results with the extended come-up ramp where all indicators had approved result in half cycle of sterilization. On the second stage, in the sterilizer studies with the conditioning phase, it was observed that the additional drying changed the result of the chemical indicators, changing from failed to passed, and the superheated steam condition was observed in the physical parameters measured with the external sensors, but no indicator could identify the failure, neither equipment controls. Conclusions: Actions of adding absorbent liners in the boxes and increasing jacket pressure cannot be used uncritically, since they can negatively impact on sterilization safety, inhibiting the coagulation of spores due to the presence of superheated steam, and CI type 5/6 and BI have no specificity for detecting failure to sterilization against such conditions. There were no observed risks in the safety of sterilization due to increases in time of the come-up ramp and extended drying time, but false satisfactory results in CI 5/6 and BI were observed in the experiments where sterilization time was purposely reduced by half.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Laranjeira_PR.pdf (2.84 Mbytes)
Data de Publicação
2020-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.