• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.7.2019.tde-09122019-184739
Documento
Autor
Nome completo
Winnie da Silva Alves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Ferretti-Rebustini, Renata Eloah de Lucena (Presidente)
Batistoni, Samila Sathler Tavares
Santos, Eduesley Santana
Santos, Vinicius Batista
Título em português
Versão brasileira da cardiac depression scale: adaptação transcultural e validação
Palavras-chave em português
Depressão
Doenças cardiovasculares
Estudos de validação
Psicometria
Resumo em português
Introdução: As doenças cardiovasculares (DCV) representam a principal causa de mortalidade na população mundial e brasileira e está associada a morbidade psiquiátrica, como a depressão. A presença de depressão em indivíduos com DCV tem impacto negativo na adesão terapêutica, e é fator preditivo para novos eventos cardíacos, entre outras complicações. Acredita-se que os sintomas depressivos sejam subnotificados, muitas vezes por erros de avaliação causados por instrumentos de medidas não específicos para esta população. A Cardiac Depression Scale (CDS) foi desenvolvida com o objetivo de fornecer uma mensuração confiável de sintomas depressivos mais comumente encontrados nesta população. Objetivo: Realizar a adaptação transcultural (ATC) e validação da CDS para a língua portuguesa falada no Brasil. Método: Por meio de um estudo psicométrico foi feita a ATC e a validação de conteúdo, constructo e critério (concorrente convergente e preditivo) da CDS para língua portuguesa falada no Brasil. Para a validação, participaram do estudo 300 indivíduos portadores de DCV, que realizam tratamento em hospital referência em tratamento cardiológico, na cidade de São Paulo. A validade de construto foi analisada por meio de Análise Fatorial Exploratória (AFE) e Confirmatória (AFC). A validade de critério concorrente convergente realizou-se por meio da correlação do escore da CDS com o escore do Inventário de Depressão Beck II (BDI-II), para adultos, e com o escore da Escala de Depressão Geriátrica de 15 itens (GDS15), para idosos. Os dados foram analisados por meio dos softwares: SPSS v22 e Factor 10.9.1. Resultados: No processo de ATC, a versão brasileira da CDS (CDS-Br) resultou em uma versão equivalente à versão original, com 26 itens. Observou-se concordância de 85% na análise de equivalências e um IVC Global de 0,77. Pela AFE e AFC verificou-se que a melhor estrutura fatorial da CDS-Br é alcançada com a remoção de 6 itens ruidosos. A versão com 20 itens é unidimensional possui boa estrutura de constructo (com cargas fatorais > 0,50 e comunalidade >0,30), confiabilidade (=0,930; =0,930) e ótimo ajustamento do modelo (X²:403.651; CFI:0,976; GFI: 0,964; AGFI: 0,960; RMSR: 0,089 e RMSEA: 0,068). A versão abreviada com 5 itens, CDS-Br-SF, também é unidimensional, explica 68,9% do fenômeno e apresenta ótima solução fatorial global e ajustamento do modelo (X²: 6,051; CFI: 0,997; GFI: 0,996; AGFI: 0,992; RMSR: 0,038; RMSEA: 0,027)e confiabilidade limítrofe (=0,740; =0,730). Ambas as versões (com 20 itens e com 5 itens) apresentam ótima correlação com os escores de depressão BDI-II e GDS15 e boa capacidade preditiva para o diagnóstico médico de depressão e para a detenção de sintomas depressivos pelo BDI-II e GDS-II. Conclusão: A CDS-Br é uma escala de 20 itens que apresenta boas evidências de validade de conteúdo, de constructo e de critério, apesar de ainda carecer de refinamento de estrutura. A CDS-Br-SF parece reunir melhores evidências de validade para a detecção de sintomas depressivos em indivíduos com DCV.
Título em inglês
Brazilian version of the Cardiac Depression Scale: Cross-cultural Adaptation and Validation
Palavras-chave em inglês
Cardiovascular diseases
Depression
Psychometrics
Validation studies
Resumo em inglês
Introduction: Cardiovascular diseases (CVD) are the main cause of mortality in the world and Brazilian population and are associated with psychiatric morbidity, such as depression. The presence of depression in individuals with CVD has a negative impact on therapeutic adherence, and is a predictive factor for new cardiac events, among other complications. It is believed that depressive symptoms are underreported, often due to measurement errors caused by instruments of measures not specific to this population. The Cardiac Depression Scale (CDS) was developed to provide a reliable measure of depressive symptoms most commonly found in this population. Objective: To carry out the cross-cultural adaptation (TCA) and validation of CDS for the Portuguese language spoken in Brazil. Method: By means of a psychometric study, it was made the ATC and the validation of content, construct and criterion (convergent and predictive competitor) of CDS for the Portuguese language spoken in Brazil. For the validation, 300 patients with CVD, who undergo treatment at a referral hospital in cardiology, participated in the study in the city of São Paulo. The construct validity was analyzed through Exploratory Factorial Analysis (AFE) and Confirmatory (AFC). The convergent concurrent criterion was validated by correlating the CDS score with the Beck II Depression Inventory (BDI-II) score for adults and the 15-item Geriatric Depression Scale score (GDS15) , for the elderly. Data were analyzed using SPSS v22 and Factor 10.9.1 software. Results: In the ATC process, the Brazilian version of CDS (CDS-Br) resulted in a version equivalent to the original version, with 26 items. An agreement of 85% in the equivalence analysis and a Global IVC of 0.77 was observed. By AFE and AFC it was found that the best factor structure of CDS-Br is achieved by removing 6 noisy items. The 20-item version has a good construct structure (with factor loads> 0.50 and commonality> 0.30), reliability ( = 0.930, = 0.930), and optimal fit of the model (X²: 403.651, CFI: 0.96, GFI: 0.964, AGFI: 0.960, RMSR: 0.089 and RMSEA: 0.068). The abbreviated version with 5 items, CDS-Br-SF, is also one-dimensional, explains 68.9% of the phenomenon and presents an optimal global factorial solution and adjustment of the model (X²: 6.051, CFI: 0.997, GFI: 0.996, AGFI: 0.992 ; RMSR: 0.038; RMSEA: 0.027) and borderline reliability ( = 0.740; = 0.730). Both versions (with 20 items and 5 items) present a good correlation with the BDI-II and GDS15 depression scores and good predictive capacity for the medical diagnosis of depression and for the detention of depressive symptoms by BDI-II and GDS-II . Conclusion: The CDS-Br is a 20-item scale that presents good evidence of content, construct, and criterion validity, although it still lacks structure refinement. CDS-Br-SF seems to gather better evidence of validity for the detection of depressive symptoms in individuals with CVD.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Winnie_Alves.pdf (2.54 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.