• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2005.tde-27012006-105705
Documento
Autor
Nome completo
Sonia Regina Leite de Almeida Prado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Fujimori, Elizabeth (Presidente)
Cianciarullo, Tamara Iwanow
Murai, Hogla Cardozo
Sigulem, Dirce Maria
Soares, Cassia Baldini
Título em português
Integralidade: um estudo a partir da atenção básica à saúde da criança em modelos assistenciais distintos.
Palavras-chave em português
Assistência à saúde
Crianças
Enfermagem
Saúde da criança
Serviços de saúde
Resumo em português
O sistema de saúde do Brasil, enquanto aparato jurídico-legal, é sem dúvida um dos mais avançados do mundo, porém quando se contextualizam as dimensões sócio-culturais, políticas e econômicas onde esse sistema se concretiza, surgem contradições de diversas ordens. Avançar na consolidação do Sistema Único de Saúde - SUS implica a busca de novos mecanismos que convirjam na superação de dificuldades inerentes à nossa realidade social. Um dos mais importantes mecanismos rumo a essa direção tem sido a construção de modelos assistenciais favorecedores da efetivação dos princípios do SUS. É nesse novo contexto de diferentes formas de organização da assistência que surgem indagações com relação à qualidade da atenção básica prestada na rede pública. Buscando uma melhor delimitação do problema, elegeu-se o princípio da integralidade como um atributo essencial na qualidade do cuidado prestado e quatro dimensões da integralidade foram consideradas para sua análise: fatores contextuais, organização dos serviços / modelos assistenciais, prática da integralidade no cuidado prestado e efeito dos cuidados prestados sobre a saúde da criança. Buscando avaliar, na atenção básica prestada à saúde da criança, a prática da integralidade em serviços de saúde com modelos assistenciais distintos, este estudo de caso de natureza transversal, exploratório-descritivo, que integrou um projeto mais amplo, foi desenvolvido em duas unidades de saúde localizadas no município de São Paulo. Embora ambas integrassem o SUS, cada uma das unidades de saúde atuava com modelos assistenciais distintos: uma, localizada na região Sul do município, tinha a assistência organizada conforme o modelo tradicional de atenção à saúde (sem-PSF), e a outra, localizada na zona leste da cidade de São Paulo, tinha como eixo estruturante da assistência à saúde, o Programa de Saúde da Família (com-PSF). Variáveis contextuais, da estrutura e do processo de atenção foram levantados a partir de entrevistas domiciliares com responsáveis pelas crianças (n=195), entrevistas com profissionais de saúde, anotações em prontuário e dados provenientes de sistemas de informação. A análise dos dados possibilitou concluir que tanto a influência do contexto como a organização do serviço, no modelo com-PSF, promovem condições objetivas facilitadoras de uma prática mais integral. No entanto, as ações desenvolvidas e seu efeito sobre a situação de saúde-doença da população ainda não mostraram a incorporação do princípio da integralidade, sobretudo com relação ao caráter curativo da atenção prestada e da dificuldade de acesso. Vale ressaltar, duas questões importantes implícitas nesse contexto, uma relacionada aos profissionais de saúde e outra ao princípio da universalidade. Quanto à primeira questão é preciso contextualizar que o exercício da integralidade prevê um perfil profissional com conhecimentos, habilidades e atitudes direcionados para as diretrizes da atenção básica, o que ainda representa uma grande dificuldade Com relação à questão da universalidade de acesso, observa-se uma seletividade da clientela atendida no modelo com-PSF, o que de um lado, garante mais o acesso para alguns, porém por outro lado, não responde a uma questão fundamental colocada na atual sociedade brasileira, que é a exclusão social. A mudança deve ser entendida de forma processual e dialética. Portanto permanecem como desafios na arena da construção do SUS, a mudança do modelo assistencial e o acesso aos serviços de saúde.
Título em inglês
A study about the basic attendance on child’s health in different assistance models.
Palavras-chave em inglês
Children
Child´s health
Health assistance
Health services
Nursing
Resumo em inglês
The Brazilian Health Care System is one of the worlds best leagal instruments. But when analyzed from a political, and economic, and social and cultural point of view, many contradictions appear from numerous places. To solidify the Health Care System - SUS means searching for new tools that overcome the difficulties that are part of our social reality. One of the most important tools that lead to that direction has been the assistance models built in favor of the implementation of the principles held by the SUS. It is in this new concept of different forms of assistance models that some questions appear related to the assistance provided by the government with respect to health care. Searching for a better understanding of the problem, the integrity principle has been elected as the essential attribute regarding health care. Four dimensions of integrity have been considered so to construct this point of view: 1) contextual factors; 2) service organization; 3) assistance models; and 4) integrity practice during health care provided and the effects of child care. This transversal case study of, descriptive-exploratory nature integrated a more broad project developed in two health care units located in the city of São Paulo. Although both units seemed interesting to the SUS point of view, each one of the health care units performed in two different manners: the one located in the South Zone of São Paulo had as an organized assistance in the traditional health care model (without-PSF), while the other unit located in the East Zone of São Paulo had as an axis of its health assistance concept, the Family Health Program – PSF (with-PSF). Information regarding the structure and the care process were collected from people’s homes through interviewing procedures conducted with the child’s responsible people and health care professionals. Information was also obtained through notes and the information system gathered from the health care system. The analysis of the data obtained made possible to conclude that both the context influence and the service organization held by the Family Health Program provide conditions to practice in a more integral manner. Nevertheless, the plans developed and its effect over the population health status still do not show the existence of the integrity concept even while considering the healing outcome due to the assistance provided and the access difficulties. It is worth commenting two important questions that are implicit in this text. One is related to the health professionals and the other to the universality principle. As to the first question it is important to comment that exercising integrity foresees a professional profile with knowledge, skills and behavior pointing to basic assistance, although it represents a great difficulty toward reaching the universality of access. It has been pointed out a pattern of favoring a part of the population in the Family Health Program attendance. This pattern guarantees more access to some of the people who attend the program while, in the other hand, brings out one of the fundamental issues of the Brazilian reality, the social exclusion. Changing must be procedurally and dialectically understood. Therefore changes in the assistance model as well as the access to the health care system remain as challenges in the SUS construction arena.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Sonia_Prado.pdf (438.01 Kbytes)
Data de Publicação
2006-11-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.