• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.7.2008.tde-07052009-083059
Documento
Autor
Nombre completo
Marcia Regina Martins Alvarenga
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2008
Director
Tribunal
Oliveira, Maria Amelia de Campos (Presidente)
Chiesa, Anna Maria
Domingues, Marisa Accioly Rodrigues da Costa
Kimura, Miako
Mendes, Maria Manuela Rino
Título en portugués
Avaliação da capacidade funcional, do estado de saúde e da rede de suporte social do idoso atendido na Atenção Básica
Palabras clave en portugués
Apoio social
Atenção à saúde
Avaliação geriátrica
Condições de saúde
Saúde da família
Saúde do idoso
Resumen en portugués
Este estudo tem como objeto as necessidades de saúde de idosos atendidos na Atenção Básica. Objetivo geral: analisar a capacidade funcional, o estado de saúde e a rede de suporte social de idosos assistidos por Equipes de Saúde da Família no município de Dourados,MS. Casuística e método: estudo transversal, com amostra aleatória constituída por 503 idosos assistidos pela ESF. As variáveis independentes foram sociodemográficas e condições de saúde e as dependentes: auto-avaliação de saúde; risco nutricional através do Nutrition Screening Initiative, grau de dependência pela Medida de Independência Funcional, déficit cognitivo pelo Mini-Exame do Estado Mental, sintomas depressivos através da Escala de Depressão Geriátrica. A rede de suporte social foi descrita pelo Mapa Mínimo de Relações do Idoso. A descrição dos dados foi apresentada em freqüência absoluta, relativa, média, desvio-padrão. Calculou-se o coeficiente de Alpha de Cronbach para as escalas; teste t-Student para analisar diferenças entre médias de variáveis contínuas; teste Qui-quadrado de Mantel-Haenzsel para as categóricas; teste Qui-quadrado de Pearson para verificar associações e modelo de regressão logística para abordagem multivariada. Todos os resultados foram analisados considerando p<0,050 como diferença significativa. Resultados: Houve predomínio do sexo feminino, faixa etária de 60 a 69 anos, viúvos, analfabetos com histórico laboral em atividade agropecuária. Moram acompanhados, são inativos economicamente e 82,5% vivem com até um salário mínimo de renda per capita. Quanto às condições de saúde, 74,4% não praticam atividade física e 80,9% não participam de atividades sociais. No último ano, 33,4% relataram episódio de queda. O número de diagnósticos médicos referidos foi 2,9, sendo que 76,1% relataram ser hipertensos e 50,9% auto-avaliaram sua saúde como regular. As variáveis associadas significativamente com auto-avaliação ruim de saúde foram: analfabetismo, não praticar atividade física e portador de hipertensão, insuficiência cardíaca, osteoartrose, depressão e problemas de coluna. Foram encontrados 33,2% dos idosos com alto risco nutricional, 7,6% com algum grau de dependência, 42,7% com déficit cognitivo e 34,4% com sintomas depressivos. As variáveis que se associaram com alto risco nutricional foram: analfabetismo, condições precárias de moradia, renda per capita até 0,5 salário mínimo, não praticar atividade física, auto-avaliação ruim da saúde, ser hipertenso, apresentar algum grau de dependência e sintomas depressivos. O modelo de regressão logística identificou como determinantes para algum grau de dependência: sexo masculino, pertencer a faixa etária de 80 anos e mais, condições precárias de moradia, baixa renda per capita, não participar de atividades físicas e sociais; para déficit cognitivo: sexo feminino, 80 anos e mais, condições precárias de moradia, não praticar atividade física; para sintomas depressivos: baixa renda per capita, não participar de atividade física e social. A rede social é basicamente pequena e constituída prioritariamente pela família em todas as áreas de assistência. Conclusões: Os instrumentos usados permitiram fazer uma leitura das necessidades de saúde e sociais expressas pelos idosos e constatar que estes se encontram em situação de vulnerabilidade. Implicações para saúde e enfermagem: que os resultados possam estimular os profissionais da Atenção Básica a utilizarem esses instrumentos como meio para captar as necessidades de saúde e sociais
Título en inglés
Assessment of functional capacity, physical health status and the social support network of elderly patients seen by primary health care providers
Palabras clave en inglés
Family health
Geriatric assessment
Health care
Health conditions
Health of the elderly
Social support
Resumen en inglés
This objective of this study was to assess the health needs of elderly patients seen by primary health care providers. Overall objective: Assess functional capacity, physical health status and social support network of elderly patients seen by Family Health Teams in the city of Dourados, MS. Sample population and methods: cross-sectional study, with a random sample composed of 503 elderly patients served by Family Healthcare Teams. The independent variables were socio-demographic and physical health status characteristics, and the dependent variables were self-evaluation of health, nutritional risk as scored by the Nutrition Screening Initiative, level of independence using the Functional Independence Measure scale, cognitive deficit using the Mini Mental State Examination, and depression symptoms using the Geriatric Depression Scale. The social support network was described using the Minimum Relationships Map for the Elderly. Data were described in terms of absolute and relative frequencies, mean, and standard deviation. The Cronbach Alpha coefficient was calculated for the scale. The Students t-test was used to analyze the difference between the means of continuous variables. The Mantel-Haenszel chi-square test was used for categories and the Pearson chi-square test was used to verify associations. And a logistical regression model was used for multivariate analysis. All of the results were analyzed using p<0.050 as statistically significant. Results: The sample was predominantly female, aged 60 to 69 years, widowed, illiterate, and involved in raising livestock. They do not live alone, are not economically inactive and 82.5% live on less than one minimum salary per capita. With regard to physical health status, 74.4% do not exercise and 80.9% do not participate in social activities. In the past year, 33.4 reported a fall. The number of diagnoses were 2.9, of which 76.1% reported hypertension and 50.9% self-evaluated their general health as average. The variables significantly associated with a poor self-evaluation of health were: illiteracy, no physical exercise, hypertension, cardiac insufficiency, osteoarthritis, depression and back trouble. High nutritional risk was found in 33.2% of the elderly patients, 7.6% reported some level of dependence, 42.7% cognitive deficit and 34.4% depression symptoms. The variables associated with high nutritional risk were: illiteracy, precarious living conditions, per capita income of less than half a minimum salary, no physical exercise, poor self-evaluation of general health, hypertension, some level of dependence and symptoms of depression. The logistic regression model identified the following as determinants for some level of dependence: male sex, over 80 age bracket, precarious living conditions, low per capita income, no physical exercise or social activities; for cognitive deficit: female sex, over 80 years of age, precarious living conditions, no physical exercise; for depression: low per capita income, no physical exercise or social activity. The social network is basically small and made up primarily of family members in all areas of healthcare. Conclusions: The instruments employed provided an assessment of the health and social needs expressed by elderly patients, who were found to be vulnerable. Implications for health and nursing: that the results may encourage professionals in Primary Care to use such instruments as a means to capture the health and social needs
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Marcia_Alvarenga.pdf (1.70 Mbytes)
Fecha de Publicación
2009-05-08
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.