• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.64.2016.tde-27012016-093607
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Gaudio Augusto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2015
Orientador
Banca examinadora
Camargo, Plinio Barbosa de (Presidente)
Moreira, Marcelo Zacharias
Strixino, Susana Trivinho
Título em português
Macroinvertebrados aquáticos na decomposição de plantas C3 e C4 em riachos da Serra do Mar, SP : comparação entre floresta e pastagem
Palavras-chave em português
Decomposição foliar
Fonte alóctone
Fragmentadores
Isótopos estáveis
Mata Atlântica
Uso do solo
Resumo em português
Em riachos de cabeceira florestados, o aporte de material vegetal da zona ripária é de suma importância, pois sua decomposição disponibiliza nutrientes para um sistema de baixa produtividade primária. Mudanças no uso do solo têm forte influência na abundância e composição do material vegetal alóctone disponível para decomposição, alterando fontes e fluxos de nutrientes. Os macroinvertebrados atuam na decomposição como organismos fundamentais na conversão da matéria orgânica grossa em matéria orgânica fina. Neste contexto, este estudo teve como objetivo investigar a colonização e a função dos macroinvertebrados aquáticos na decomposição foliar. Foram selecionados dois riachos na Serra do Mar, SP, sendo um em área de floresta e outro em área de pastagem, onde foram instalados litter bags preenchidos com Mollinedia schottiana, Brachiaria brizantha (gramínea) ou a mistura das espécies. Estes foram dispostos no fundo dos riachos e coletados temporalmente aos 7, 17, 31, 63 e 91 dias após suas instalações. Os invertebrados foram identificados, quantificados e classificados em grupos funcionais e o material vegetal foi seco e determinado seu peso remanescente. Em seguida, foi realizada a análise isotópica dos macroinvertebrados encontrados e das suas possíveis fontes alimentares, sendo calculada também a contribuição dos produtores primários em suas dietas. Os resultados mostram uma decomposição mais rápida da gramínea na área de floresta e da M. schottiana na pastagem. Maiores abundâncias e densidades de macroinvertebrados foram encontradas na pastagem e nas gramíneas, sendo a densidade inversamente proporcional ao peso remanescente. A riqueza foi similar entre os riachos e tratamentos e a diversidade foi superior na área florestal. Chironomidae foram os mais abundantes em ambos os riachos e tratamentos, sendo responsáveis por mais de 50% do total de indivíduos. Trichoptera foram mais abundantes na floresta e nos tratamentos com a M. schottiana. Amphipoda foram encontrados apenas na floresta. Coletores, fragmentadores e predadores, de modo geral, foram os principais grupos tróficos encontrados, sendo os fragmentadores mais representativos nas coletas iniciais, destacando-se principalmente na floresta e nos tratamentos com a M. schottiana. Os valores isotópicos na pastagem se mostraram mais enriquecidos, tanto com relação ao 13C quanto ao 15N. Os valores isotópicos dos macroinvertebrados indicaram baixa contribuição das gramíneas (C4) em sua dieta, podendo destacar a maior influência de M. schottiana (C3) na floresta enquanto que, na pastagem, maior influência de perifiton e M. schottiana (C3). Assim, pode-se reforçar papel da vegetação ripária para os riachos, sendo sua conservação de grande importância na transferência de matéria e energia nesses ecossistemas e outros adjacentes
Título em inglês
Aquatic macroinvertebrates in the breakdown of C3 and C4 plants in streams of Serra do Mar, SP: comparison between forest and grassland
Palavras-chave em inglês
Allochthonous source
Atlantic Forest
Land use
Leaf breakdown
Shredders
Stable isotopes
Resumo em inglês
In forested headwaters, the plant material input from the riparian zone is very important, as its decomposition provides nutrients for a low primary production system. Land use changes have a great influence in the abundance and composition of allochthonous plant material available for decomposition, altering nutrients sources and fluxes. The macroinvertebrates act in the decomposition process as key organisms at the conversion of coarse organic matter into fine organic matter. In this context, this study aimed to investigate the colonization and the role of aquatic macroinvertebrates in leaf breakdown. Two streams of the Serra do Mar, SP, were selected, one at a forest area and the other at a pasture area, where litter bags filled with Mollinedia schottiana, Brachiaria brizantha (grass) or a mixture of species were installed. These were placed at the bottom of streams and collected periodically (7, 17, 31, 63 and 91 days).Invertebrates were identified, quantified and ranked into functional groups while plant material was dried for determination of its remaining dry weight. Then, the isotopic analyzes were performed for the found macroinvertebrates and its possible food sources, and it was also calculated the contribution of the primary producers in their diets. The results show faster breakdown of the grass at the forest area and of Mollinedia schottiana at the pasture. Greater macroinvertebrates abundance and density were found in the pasture and in the grass, being the density inversely proportional to the remaining weight. Richness was similar between streams and treatments and the diversity was higher at the forest. Chironomidae were the most abundant in both streams and treatments, being responsible for more than 50% of all individuals. Trichoptera were more abundant at the forest and in treatments with Mollinedia schottiana, while Amphipoda were found only in the forest. Collectors, shredders and predators, in general, were the main functional trophic group found and shredders were more representative in the first samplings, mainly at the forest and in treatments with Mollinedia schottiana. The pasture was more isotopically enriched, both in relation to 13C as to 15N. The isotopic values of macroinvertebrates indicated low grasses (C4) contribution in their diet, what can highlight the higher influence of Mollinedia schottiana (C3) in the forest and periphyton and Mollinedia schottiana (C3) in the pasture. Thus, it can enhance the role of riparian vegetation to the streams, and the importance of its conservation for the transfer of matter and energy process at these ecosystems and other adjacent systems
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.