• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.60.2010.tde-16112010-202039
Documento
Autor
Nome completo
Renata Fabiane Jorge Tiossi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Bastos, Jairo Kenupp (Presidente)
Cavalheiro, Alberto Jose
Lara, Marilisa Guimarães
Título em português
Obtenção de extrato padronizado de Solanum lycicarpum A. St.-Hil. contendo glicoalcalóides, desenvolvimento de método analítico por CLAE e de forma farmacêutica de uso tópico
Palavras-chave em português
anticancer.
formulação tópica
heterosídeos alcaloídicos
solamargina
Solanum lycocarpum
solasonina
validação
Resumo em português
Solanum lycocarpum A. St.-Hil. (Solanaceae Solanum), popular lobeira, é espécie arbustiva nativa e característica do Cerrado brasileiro. Seus frutos são empregados na medicina caseira como diurética, calmante, anti-espasmódica, antiofídica e antiepilética. As espécies do gênero Solanum são produtoras de heterosídeos alcaloídicos, os quais possuem atividade antitumoral, incluindo-se anticâncer de pele. O câncer de pele tem preocupado as autoridades no mundo com os crescentes índices atuais e, por esse motivo, a busca por novos ativos anticâncer é primordial. Dos frutos da lobeira, pode-se produzir extrato alcaloídico, o qual se constitui de uma mistura de glicoalcalóides composta majoritariamente de solasonina e solamargina. Tais compostos têm sido estudados quanto ao potencial anticancerígeno, são relativamente seletivos para células tumorais e, em consequência, apresentam baixa toxicidade às células sadias. Por estes motivos, o potencial antitumoral desta espécie deve ser investigado. Para isso, os frutos foram coletados, secos e triturados. A droga vegetal resultante foi submetida à extração tipo ácido-base para obtenção do extrato alcaloídico. O método analítico empregado para quantificação dos heterosídeos alcaloídicos foi desenvolvida e validada em CLAE-UV. A partir do extrato alcaloídico padronizado, foram desenvolvidas formulações para uso tópico. Estas formulações foram avaliadas por meio de ensaios de permeação e retenção dérmica in vitro, cujo método analítico para quantificação de solasonina e solamargina foi validado. Para escolha da formulação mais promissora para ensaio anticâncer in vivo, as formulações de melhor desempenho in vitro foram avaliadas quanto à retenção dérmica in vivo em camundongos hairless. A formulação B, contendo 1% de extrato alcaloídico, 5% de monoleína (monoleato de glicerol), 5% de propilenoglicol em base de gel de Natrosol (pH 6,5), apresentou retenção dérmica total adequada para futuros ensaios anticâncer de pele in vivo.
Título em inglês
Obtainment of standardized extract of Solanum lycocarpum A. St.-Hil, containing glycoalkaloids, development of analytical method by HPLC and topical pharmaceutical formulation
Palavras-chave em inglês
alkaloid heterosides
anticancer
solamargine
Solanum lycocarpum
solasonine
topical formulation
validation
Resumo em inglês
Solanum lycocarpum A. St.-Hil. (Solanaceae - Solanum), popular wolf-fruit is a native shrub species and characteristic of the Brazilian Cerrado vegetation. Its fruits are used in folk medicine as diuretic, sedative, anti-spasmodic, antiepileptic and antiophidic. This species belongs to the genus Solanum, known to produce alkaloid heterosides, which possess antitumor activity, including skin anticancer. Skin cancer has concerned the authorities in the world because of its growing rates. Therefore, the search for new active anticancer is paramount. The wolf-fruit furnish an alkaloidic extract, which is rich in a mixture of heteroside alkaloids and composed mostly of solasonine and solamargine. Such compounds have been studied as potential anticancer, because they are relatively selective for tumor cells and, consequently, have low toxicity to health cell. For these reasons, the antitumor potential of this species should be investigated. For that, the fruits were collected, dried and crushed. The dried plant biomass was submitted to acid-base extraction to obtain the alkaloidic extract. The analytical method for the quantitation of the alkaloids in both crude alkaloid extract and plant biomass was developed and validated by HPLC-UV. From the alkaloidic extract, formulations were developed for topical use. These formulations were evaluated by in vitro tests of skin permeation and retention in Franz diffusion cell, for which an analytical method for quantifying solasonine and solamargine was developed, as well. The selection of the most promising formulation for anticancer assay in vivo was based in both, the permeation performance of the formulation in vitro and its skin retention in vivo in hairless health mice. The formulation B, containing crude alkaloid extract 1%, Monoolein 5%, propyleneglycol 5% in Natrosol gel (pH 6.5), showed total dermal retention, which is suitable for future trials of skin anticancer in animal models.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
arquivo.pdf (170.16 Kbytes)
Data de Publicação
2011-01-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.