• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-29092020-153604
Documento
Autor
Nombre completo
Nathan Aratani
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Tanaka, Oswaldo Yoshimi (Presidente)
Bousquat, Aylene Emilia Moraes
Castanheira, Elen Rose Lodeiro
Teston, Elen Ferraz
Título en portugués
Avaliação do acompanhamento pré-natal em serviços de Atenção Primária à Saúde
Palabras clave en portugués
Atenção Primária à Saúde
Avaliação em Saúde
Cuidado Pré-natal
Estratégia Saúde da Família
Qualidade da Assistência à Saúde
Resumen en portugués
Introdução - As políticas públicas e programas do Ministério da Saúde brasileiro tiveram como princípio ampliar o acesso aos serviços primários de saúde, tais como ao acompanhamento pré-natal, o qual deveria ser prioritariamente orientado por equipes de estratégia de saúde da família, atuando segundo modelos alternativos de atenção à saúde, entretanto, de acordo com os indicadores de saúde, sugere-se não ter ocorrido aincorporaçãode tais modelos alternativos de atenção ao seu processo de trabalho. É necessário ancorar a prática de serviços longitudinais de cuidado em saúde, como estímulo à superação efetiva do tão indesejado modelo hospitalocêntrico. Objetivo - Avaliar o acompanhamento pré-natal em serviços de Atenção Primária em Saúde.Metodologia - Estudo avaliativo, composto por três recortes orientado pelas premissas da Rede Cegonha. A primeira avaliação deu-se por meio do estudo ecológico de séries temporais, o qual objetivou identificar o comportamento de indicadores relacionados à atenção pré-natal no decorrer de uma década (2007 a 2017). Um rol de indicadores foi listado (matriz diagnóstica da Rede Cegonha) e os dados foram coletados nos sistemas de informação de saúde do Ministério da Saúde para todas as capitais brasileiras e no distrito federal. A análise dos dados permitiu analisar a magnitude e tendência temporais. O segundo recorte avaliativo foi substanciado pela coleta e análise de dados primários de gestantes em atendimento nos serviços de atenção especializada com o objetivo de compreender melhor como diferentes modelos de atenção primária podem influenciar na longitudinalidade do cuidado prestado.Testes de regressão logística foram executados para analisar as variáveis individuais e de serviços de atenção primária, associadas à longitudinalidade do acompanhamento pré-natal em diversos modelos de unidade básica de saúde, a saber: modelo tradicional, estratégia de saúde da família e modelos mistos. O terceiro recorte teve como meta identificar experiências exitosas que contribuíram para a qualificação da assistência pré-natal por meio de uma revisão integrativa de literatura. A revisão literária foi realizada nas bases de dados PubMed e LILACS, e buscou publicações indexadas a partir de 2006.Resultados - A ampliação do acesso a consultas pré-natais em 15 capitais brasileiras foi identificada durante o período de uma década; contudo, tal expansão não resultou na esperada melhoria de indicadores de morbidade por sífilis congênita e HIV (em menores de cinco anos) e de mortalidade materna e neonatal. Os aspectos que favoreceram a longitudinalidade do cuidado prestado a gestantes em diferentes tipos de unidades básicas de saúde foram: ser gestante negra ou parda em unidades de saúde da família e a escolaridade (menos de sete anos) nas unidades tradicionais. Os serviços que têm entre seu rol de práticas a visita domiciliar e a composição das equipes com agentes comunitários de saúde apresentaram maiores chances de atingir a manutenção da longitudinalidade do cuidado. Grupos de educação em saúde durante a gestação e a reestruturação dos aspectos organizacionais dos serviços prestados através da incorporação do uso de tecnologias de informação e da definição de fluxos assistenciais locais foram definidos como boas práticas e estratégias a serem adotadas pelas equipes e serviços de saúde. Conclusões - Equipes de estratégia de saúde da família, serviços de atenção primária e a Rede Cegonha possibilitaram avanços no acompanhamento pré-natal, com destaque para a ampliação do acesso a ele. A incorporação de práticas e modelos alternativos de atenção à saúde nos distintos serviços prestados ainda é incipiente.
Título en inglés
Evaluation of prenatal care in Primary Health Care services
Palabras clave en inglés
Family Health Strategy
Health Evaluation
Prenatal Care
Primary Health Care
Quality of Health Care
Resumen en inglés
Introduction -The Public policies and programs developed by the Brazilian Ministry of health, such as prenatal care, should be mostly guided by teams trained in family health strategies, guided by alternative healthcare models, however, according to health indicators, it is suggested primary care services may not have added the alternative healthcare models to their work procedures. It is necessary mooring the practices in longitudinality healthcare services, for encouragement to effectively overcome the unpleasant hospital-centered. Objective - evaluate prenatal care in Primary care services. Methodology - Evaluation study divided into three cuts, based by the premises by Rede Cegonha. The first evaluation was carried out by ecologically assessing temporal series, whose main aim was to identify the behavior of prenatal care-related indicators within a 10-yeartimeline (2007 to 2017). A group of indicators was listed (diagnosis matrix of Rede Cegonha); data collection was carried out in Ministry of Health databases, for all Brazilian state capitals and in the Federal District. Data analysis allowed analyze temporal magnitude and trend. The second evaluation cut was substantiated by the collection and analysis of primary data provided by pregnant women assisted in specialized attention services; it was done in order to better understand how different primary care models can longitudinality influence the provided. Logistic regression tests were run to analyze the individual and primary care service variables associated with longitudinality prenatal care follow-up based on different models adopted in basic healthcare units, namely: traditional model, family health strategy and mixed models. The aim of the third cut was to qualify prenatal care through a literature review, which was carried out in PubMed and LILACS databases to find publications indexed from 2006. Results - The access to prenatal care consultation in 15 Brazilian capitals within a 10-year timeline was broadened; however, such an expansion did not result in the expected improvement in mortality indices linked to congenital syphilis and HIV (in children younger than 5 years) and to maternal and newborn mortality. Aspects favoring the horizontality and quality of the care provided to pregnant women in different basic health unit types were: being a black or brown pregnant woman in family care units and schooling lower than seven years, in traditional units. Services that have among their list of practices home visits and community health agents in the team composition have presented greater chances to maintain horizontal care. Teams of health education during pregnancy and the restructuring of organizational aspects linked to care provided through the addition of information technologies and the definition of local assistant flows were defined as good practices and strategies to be adopted by health teams and services. Conclusions - Family health strategy teams, primary care services and Rede Cegonha have allowed advancements in prenatal care follow-up, with emphasis on the broader access to it. The addition of alternative healthcare practices and models in different provided services remains incipient.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
ArataniN_DR_O.pdf (3.98 Mbytes)
Fecha de Publicación
2020-09-29
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.