• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.6.2021.tde-16092021-133609
Documento
Autor
Nome completo
Karina Sobral de Melo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Franca Junior, Ivan (Presidente)
Calazans, Gabriela Junqueira
Germani, Ana Claudia Camargo Gonçalves
Pinheiro, Thiago Félix
Título em português
Intervenções escolares de prevenção ao HIV/Aids na 4ª década da epidemia: revisão de escopo
Palavras-chave em português
Camisinha
HIV/Aids
Intervenções Escolares
Revisão de Escopo
Resumo em português
Introdução: Os jovens estão entre os grupos mais vulneráveis na 4ª década da epidemia de HIV/Aids. Dentre as estratégias de prevenção voltadas a esta população, a camisinha tem sido uma das mais relevantes. As intervenções escolares para a educação em sexualidade são um importante meio de promoção do seu uso. E a escola se trata do espaço mais adequado para isso. No esforço de contribuir para tais ações, importante investimento científico tem sido construído ao longo de quase quarenta anos. Descrever esse campo com abrangência global e na perspectiva da agência da juventude permite uma análise para o futuro das respostas à epidemia na garantia de direitos sexuais e reprodutivos. Objetivo: Caracterizar a produção acadêmica na proposição de intervenções escolares de incentivo ao uso de preservativo para a prevenção ao HIV/Aids na 4ª década da epidemia. Métodos: Foi realizada busca sistemática e rigorosa em 13 bases de dados para identificação de estudos relevantes sobre intervenções escolares que incentivaram o uso de camisinha para prevenção de jovens ao HIV/Aids a partir de 2011. Pares independentes executaram seleção e extração dos estudos primários. Foram selecionados 22 artigos. As intervenções foram tomadas por unidade de análise, descritas e então caracterizadas a partir da agência dos participantes, de acordo com o referencial das intervenções formativas do Laboratório de Mudança. Resultados: Foram identificadas 17 intervenções, da América do Norte, Europa e África, elaboradas a partir de estudos quasi-experimentais e ensaios randomizados controlados. Ainda prevalece a lógica do risco em detrimento de intervenções abrangentes. A estrutura das intervenções limita a agência dos jovens participantes. Conclusão: As intervenções escolares que incentivam o uso de camisinha na 4ª década da epidemia de HIV/Aids têm se afastado de uma resposta mais emancipatória.
Título em inglês
School-based interventions on HIV/Aids prevention during the epidemic 4th decade: scoping review
Palavras-chave em inglês
Condom
HIV/Aids
School-based Interventions
Scoping Review
Resumo em inglês
Introduction: Youngsters are one of the more vulnerable groups to HIV/Aids in the epidemic 4th decade. Condom has been amongst important prevention strategies to them. School-based interventions for sexuality education are appropriated actions to promote condom use. Great scientific contribution has been made in almost forty years. Describing that specific field in global extent and through the lens of youth agency facilitates analysing future responses to the epidemic, considering sexual and reproductive rights. Objective: Summarizing the scholar production proposing school-based interventions that promote condom use in the 4th decade of HIV/Aids epidemic. Methods: A scoping review in which systematic search was carried out in 13 databases to identify relevant studies on the school-based interventions that promote condom use in the 4th decade of HIV/Aids epidemic since 2011. Independent peers did the selection and extraction of the studies. Then 22 papers were selected to compose the review. Interventions were taken by analysis unit, described and characterized with Change Laboratory formative intervention as theoretical framework. Results: 17 interventions were identified, representing North America, Europe and Africa. The study designs used were randomized controlled trials and quasi-experimental only. Risk reduction paradigm of prevention is still stronger than comprehensive one. Interventions structure restricts youth agency. Conclusion: School-based interventions that promote condom use in the 4th decade of HIV/Aids epidemic are still far from an emancipatory response.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MeloKS_MTR_R.pdf (1.11 Mbytes)
Data de Publicação
2021-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.