• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Lívia Litsue Gushi Corrêa
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Antunes, Jose Leopoldo Ferreira (Presidente)
Frias, Antônio Carlos
Sousa, Maria da Luz Rosário de
Toporcov, Tatiana Natasha
Título em português
Fatores associados à cárie dentária e impacto das condições de saúde bucal nas atividades da vida diária em adolescentes de 15 a 19 anos de idade, Estado de São Paulo, 2015
Palavras-chave em português
Adolescentes
Cárie Dentária
Fatores Socioeconômicos
Qualidade de Vida
Saúde Bucal
Resumo em português
dentária e ao impacto das condições de saúde bucal nas atividades de vida diária, podem instruir o planejamento de serviços odontológicos voltados aos adolescentes, além de ampliar as medidas de prevenção existentes. Objetivos: No primeiro artigo , o objetivo foi verificar a associação entre prevalência e severidade da cárie dentária e variáveis demográficas, socioeconômicas, comportamental e de condições de saúde bucal. No segundo artigo, foi verificada a a associação entre a percepção da saúde bucal e variáveis sociodemográficas e parâmetros bucais em adolescentes entre 15 a 19 anos de idade no Estado de São Paulo. Métodos: Foi realizado estudo transversal com dados da "Pesquisa Estadual de Saúde Bucal de São Paulo - SB", realizada em 2015. No estudo da cárie dentária, foram analisados os dados de 5558 adolescentes entre 15 a 19 anos de idade, para o estudo do impacto participaram 5409 adolescentes. Como desfecho do primeiro estudo, a cárie dentária foi avaliada pela prevalência e severidade medidas pelo índice CPOD. As variáveis independentes foram: idade, sexo, cor da pele, aglomeração domiciliar, renda mensal, atraso escolar, número de bens no domicílio, presença de sangramento gengival, presença de cálculo dentário e acesso à água fluoretada. A associação entre as variáveis e cárie dentária foi verificada através do modelo de regressão binomial negativa inflado de zeros. No segundo estudo, a percepção de saúde bucal foi avaliada pelo índice de impacto das condições de saúde bucal nas atividades de vida diária (OIDP), em termos de prevalência (presença ou ausência de impacto) e severidade do impacto (escores do OIDP). Como fatores da análise, foram consideradas condições demográficas (idade, sexo, cor da pele), socioeconômicas (renda familiar, aglomeração domiciliar, número de bens no domicílio), comportamentais (atraso escolar) e de condições de saúde bucal (cárie não tratada, sangramento gengival, cálculo dentário). Para o estudo de associação entre o OIDP e as variáveis de interesse utilizou-se o modelo de regressão binomial negativa inflado de zeros, considerando a amostragem complexa e os pesos amostrais. Foram calculadas as razões de prevalências (RP), identificando as variáveis associadas à manifestação do agravo, e as razões de médias (RM), indicando os fatores associados com o número de dentes afetados por cárie ou com o número de impactos das condições de saúde bucal nas atividades de vida diária e seus respetivos intervalos de confiança (IC). Resultados: Os resultados encontrados mostraram índice CPOD = 3,76, enquanto que a prevalência da cárie dentária foi de 71,7% . Verificou-se que sexo feminino (RP=1,09 e IC95%=1,04-1,15), atraso escolar (RP=1,11 e IC95%=1,03-1,18), apresentar cálculo dentário (RP=1,10 e IC95%=1,01-1,20) e não ter acesso à água fluoretada (RP=1,21 e IC95%=1,01-1,45) foram fatores associados com maior prevalência da cárie dentária, possuir 9 ou mais bens no domicílio foi associado com menor prevalência da doença (RP=0,94 e IC95%=0,88-0,99) Verificou-se também que apresentar sangramento gengival (RM=1,15 e IC95%=1,02-1,30) e não ter acesso à água fluoretada (RM=1,81 e IC95%=1,56-2,09) foram fatores associados com maior severidade da doença, a renda entre maior que R$1500,00 foi associada com menor severidade da cárie dentária. A prevalência de impacto nas atividades de vida diária foi de 37,4%. Após o ajuste do modelo, pode-se observar que o gênero feminino permaneceu com maior prevalência (RP=1,58 e IC95%=1,35-1,86) e severidade do impacto (RM= 1,45 e IC95%=1,22 - 1,73). Nas características socioeconômicas, a renda familiar maior que R$2501,00 foi associada com menor severidade do impacto (RM=0,81 e IC95%=0,67-0,98). Nas condições de saúde bucal, verificou-se que a cárie não tratada permaneceu associada com maior prevalência do impacto (RP=1,55 e IC95%=1,31-1,84), enquanto sangramento gengival e cálculo dentário não foram associados ao impacto . Conclusão: Portanto, os fatores estudados: gênero, idade, renda familiar, número de bens, atraso escolar, sangramento gengival, cálculo dentário e acesso à água fluoretada foram associados à cárie dentária, enquanto que ser do gênero feminino e possuir cárie não tratada foram associados ao maior impacto enquanto que possuir renda familiar maior que R$ 2.500,00 foi associada ao menor impacto nas atividades de vida diária em adolescentes do Estado de São Paulo.
Título em inglês
Factors associated with dental caries and dental impact on daily living in adolescents aged 15 to 19 years old, State of São Paulo, 2015
Palavras-chave em inglês
Adolescents
Dental Caries
Oral Health
Quality of Life
Socioeconomic Factors
Resumo em inglês
Introduction: The knowledge of the epidemiological reality and the factors associated with dental caries and dental impact in the activities of daily living can instruct the planning of dental services for adolescents, in addition to expanding existing prevention measures. Objectives: In the first study, the objective was to verify the association between demographic, socioeconomic, behavioral and oral health conditions and prevalence and severity of dental caries in adolescents between 15 and 19 years in the São Paulo State. In the second study, the objective was to verify the association between oral health perception in adolescents between 15 and 19 years in the São Paulo State and demographic, socioeconomic, behavioral and oral health conditions. Methods: A cross-sectional study was conducted with data from the "Oral Health Survey on São Paulo State", conducted in 2015. In the study of dental caries, 5558 adolescents between 15 and 19 years were analyzed. In the study of oral health impact, 5409 adolescents participated. In the first study, dental caries was evaluated by the prevalence and severity measured by the DMFT index. The independent variables were: age, gender, skin color, household agglomeration, family income, school delay, number of household goods, gingival bleeding at probing, dental calculus and access to fluoridated water. The association between variables and dental caries was assessed using zero-inflated negative binomial regression. In the second study, the perception of oral health was evaluated by the Oral Impacts on Daily Performances (OIDP), in terms of prevalence (presence or absence of impact) and severity of the impact (OIDP scores). We assessed covariates on demographic factors (age, gender, and skin color), socioeconomic conditions (family income, household agglomeration, number of household goods), behavior (school delay) and oral health status (untreated caries, gingival bleeding, and dental calculus). For the study of association between the OIDP and interest variables, we used zero-inflated negative binomial regression analysis, considering the complex sampling and the sample weights. The prevalence ratio (PR) were calculated, identifying the variables associated with the manifestation of the disease, and the rate ratio (RR), indicating the factors associated with the number of teeth affected by caries or the number of impacts of health conditions in daily life activities and their respective confidence intervals (CI). Results: The results showed a DMFT index of 3.76, while the dental caries prevalence was 71.7%. Female gender (PR = 1.09 and 95% CI = 1.04-1.15), school delay (PR = 1.11 and 95% CI = 1.03-1.18), had a dental calculus (PR = 1.10 and 95% CI = 1.01-1.20) and no access to fluoridated water (PR = 1.21 and 95% CI = 1.01-1.45) were factors associated with higher caries prevalence. Having 9 or more goods at home was associated with a lower disease prevalence (PR = 0.94 and 95% CI = 0.88-0.99). Gingival bleeding (RR = 1.15 and (95% CI = 1.02-1.30) and not having access to fluoridated water (RR = 1.81 and 95% CI = 1.56-2.09) were factors associated with greater severity, and family income greater than R$ 1500.00 was associated with lower dental caries severity. The prevalence of dental impact in daily life activities was 37.4%. After adjustment, observed that the female gender remained with a higher prevalence (PR = 1.58 and 95% CI = 1.35-1.86) and severity oral health impact (RR = 1.45 and 95%CI = 1.22-1.73). In socioeconomic characteristics, family income greater than R $ 2501.00 was associated with a lower impact severity (RR = 0.81 and 95% CI = 0.67-0.98). In oral health conditions, untreated caries was associated with a higher impact prevalence (PR = 1.55 and 95% CI = 1.31-1.84), while gingival bleeding and dental calculus were not associated with oral health impact. Conclusion: Therefore, the factors studied: gender, age, family income, number of assets, school delay, gingival bleeding, dental calculus and access to fluoridated water were associated with dental caries, while female gender, family income lower than R$ 2,500.00, and having untreated caries were factors associated with oral health impact in adolescents of Sao Paulo State.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.