• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2021.tde-13042022-141224
Documento
Autor
Nome completo
Breno Souza de Aguiar
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Chiaravalloti Neto, Francisco (Presidente)
Barrozo, Ligia Vizeu
Grimm, Sylvia Christina de Andrade
Toporcov, Tatiana Natasha
Título em português
Fatores associados à mortalidade por câncer de mama e do colo do útero no município de São Paulo: uma análise comparativa ecológica
Palavras-chave em português
Câncer de Mama
Câncer do Colo do Útero
Mamografia
Mortalidade
Papanicolaou
Rastreamento
Regressão Espacial
Resumo em português
Objetivos: Identificar a variabilidade espacial intraurbana da mortalidade por câncer de mama e câncer do colo do útero e possíveis fatores associados. Analisar padrões temporais de tendência e sazonalidade na realização dos exames de rastreamento para câncer do colo do útero e mama, segundo faixa etária, gestão administrativa, e nos estabelecimentos municipais, nível de Atenção à Saúde. Métodos: Entre 2009 e 2016 foram registrados 10.124 óbitos por câncer de mama e 2.116 óbitos por câncer do colo do útero em mulheres com 20 anos e mais residentes no município de São Paulo. Os registros foram geocodificados por endereço de residência e agregados segundo Áreas de Abrangência das UBS do município. Foram realizadas modelagens espaciais em um contexto Bayesiano, utilizando-se a abordagem INLA (Integrated Nested Laplace Approximations) para verificar a associação dos óbitos pelos dois cânceres com indicadores sociais, demográficos, econômicos, educacionais e assistenciais. Desenvolveu-se análise de séries temporais dos exames citopatológico cérvico-vaginal / microflora e mamografia bilateral para rastreamento realizados em mulheres com 20 anos e mais residentes no município de São Paulo entre 2010 e 2019. Foram ajustados modelos lineares generalizados, com resposta binomial negativa, da razão de procedimentos em função do mês de referência, ano, faixa etária. Para o cálculo do risco relativo (RR) e da variação percentual (%) em relação a Outubro (VPM) e anual (VPA) foram utilizadas técnicas de regressão segmentada e variáveis indicadoras para o período. Resultados: A taxa geral de geocodificação foi 99,4%. As mortalidades por câncer de mama e por câncer do colo do útero apresentaram padrões espaciais inversos no município de São Paulo. Algumas variáveis estiveram associadas à mortalidade por câncer de mama: tempo de deslocamento entre uma e duas horas para o trabalho (RR 0,97; IC95% 0,93:1,00); proporção de mulheres responsáveis pelo domicílio (RR 0,97; IC95% 0,94:0,99) e proporção de óbitos por câncer de mama ocorridos em estabelecimentos privados (RR 1,04; IC95% 1,00:1,07). À mortalidade por câncer do colo do útero, estiveram associados: tempo de deslocamento para o trabalho entre meia e uma hora (RR 0,92; IC95% 0,87:0,98); rendimento domiciliar per capita até 3,0 salários mínimos (RR 1,27; IC95% 1,18:1,37) e razão de menores de um ano em relação à população feminina de 15 a 49 anos (RR 1,09; IC95% 1,01:1,18). A razão de exames citopatológico cérvico-vaginal / microflora estimada na população sem plano de saúde é elevada, com queda a partir de 2013. Observou-se aumento no rastreamento por mamografia na faixa etária preconizada; porém, é alta a proporção deste procedimento em mulheres abaixo de 50 anos. O rastreamento para câncer do colo do útero e mama não apresentou sazonalidade em relação ao mês de Outubro. Conclusão: Este estudo permitiu testar a associação entre diferentes indicadores nas áreas de abrangência da Atenção Primária à Saúde e a variabilidade espacial intraurbana da mortalidade por câncer de mama e do colo do útero no município de São Paulo. Além de analisar a tendência temporal e a sazonalidade relacionada a Outubro do rastreamento para câncer do colo do útero e mama, bem como evidenciar as diferenças na solicitação destes exames segundo gestão administrativa e nível de Atenção à Saúde, no sentido de colaborar com a prevenção destes cânceres.
Título em inglês
Factors associated with breast and cervical cancer mortality in the city of São Paulo: an ecological comparative analysis
Palavras-chave em inglês
Breast Cancer
Cancer of the Uterine Cervix
Mammography
Mortality
Papanicolaou
Screening
Spatial Regression
Resumo em inglês
Objectives: To identify intra-urban spatial variability in mortality from breast and cervical cancer and possible associated factors. To analyze temporal patterns of trend and seasonality in the performance of screening tests for cervical and breast cancer, according to age group, administrative management, and in municipal establishments, Health Care level. Methods: Between 2009 and 2016, 10,124 deaths were recorded from breast cancer and 2,116 deaths from cervical cancer in women aged 20 years and over living in the city of São Paulo. The records were geocoded by home address and aggregated according to the coverage areas of the municipal UBS. Spatial modeling was carried out in a Bayesian context, using the INLA (Integrated Nested Laplace Approximations) approach to verify the association of deaths from both cancers with social, demographic, economic, educational and health care indicators. Time series analysis of cervical-vaginal / microflora cytopathological exams and bilateral mammography for screening performed on women aged 20 years and over living in the city of São Paulo between 2010 and 2019 was developed. Generalized linear models were adjusted, with negative binomial response, the ratio of procedures according to the reference month, year and age group. To calculate the relative risk (RR) and the percentage change (%) in relation to October (MPC) and annual (APC) time, we used segmented regression techniques and indicator variables for the period. Results: The general rate of geocoding was 99.4%. Mortalities due to breast cancer and cervical cancer showed inverse spatial patterns in the city of São Paulo. Some variables were associated with breast cancer mortality: commuting time between one and two hours to work (RR 0.97; 95% CI 0.93:1.00); proportion of women responsible for the household (RR 0.97; 95% CI 0.94:0.99) and proportion of breast cancer deaths that occurred in private establishments (RR 1.04; 95% CI 1.00:1.07). Cervical cancer mortality was associated with: commuting time between half an hour and an hour to work (RR 0.92; 95% CI 0.87:0.98); per capita household income up to 3.0 minimum wages (RR 1.27; 95% CI 1.18:1.37) and ratio of children under one year old to the female population aged 15 to 49 years (RR 1.09; 95% CI % 1.01:1.18). The ratio of cervical-vaginal / microflora cytopathological examinations estimated in the population without a health plan is high, with a drop from 2013. There was an increase in screening by mammography in the recommended age group; however, the proportion of this procedure in women under 50 is still high. The screening for cervical and breast cancer did not show seasonality in relation to October. Conclusion: This study allowed to test the association between different indicators in the areas covered by Primary Health Care and the intra-urban spatial variability of breast and cervical cancer mortality in the city of São Paulo. In addition to analyzing the temporal trend and seasonality related to October of cervical and breast cancer screening, as well as highlighting the differences in the request for these tests according to the administrative management and the Health Care level, in order to collaborate with the prevention of these cancers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AguiarBS_DR_R.pdf (5.70 Mbytes)
Data de Publicação
2022-04-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.