• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2021.tde-31082021-094515
Documento
Autor
Nombre completo
Gilvo de Farias Junior
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2021
Director
Tribunal
Sarti, Flávia Mori (Presidente)
Conde, Wolney Lisbôa
Nishijima, Marislei
Verly Junior, Eliseu
Título en portugués
Estilo de vida, estado nutricional e determinantes sociais da saúde: estudo de base populacional com adolescentes residentes no município de São Paulo de 2003 a 2015
Palabras clave en portugués
Adolescência
Determinantes Sociais de Saúde
Estado de Saúde
Gastos em Saúde
Qualidade da Dieta
Resumen en portugués
INTRODUÇÃO: A adolescência é um período de mudanças físicas, psicológicas, emocionais e sociais, resultando em maior vulnerabilidade dos jovens às influências de fatores externos sobre escolhas de estilo de vida em dimensões como consumo alimentar, nível de atividade física e prática de atividades sedentárias, entre outras. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi identificar associação entre estilo de vida (relativo à qualidade da dieta, nível de atividade física e prática de atividades sedentárias), estado nutricional e nível socioeconômico em amostra representativa em nível populacional de adolescentes residentes no município de São Paulo, a partir de dados das três edições do Inquérito de Saúde do município de São Paulo (ISA-Capital). METODOLOGIA: O estado nutricional dos adolescentes foi baseado em estimativa do Índice de Massa Corporal, considerando pontos de corte propostos pela Organização Mundial da Saúde. A qualidade do padrão alimentar dos adolescentes foi estimada por meio do Índice de Qualidade da Dieta Revisado, o nível de atividade física foi expresso em minutos de atividade física por semana e a prática de atividades sedentárias foi medida em horas de atividades sentadas por dia. Foram estimadas regressões logísticas para identificação das associações entre dimensões de estilo de vida (qualidade da dieta, nível de atividade física no lazer e prática de atividades sedentárias), estado nutricional e nível socioeconômico dos adolescentes. RESULTADOS: O presente estudo encontrou associação positiva entre qualidade da dieta em relação à idade, cor da pele, escolaridade e tempo de atividade física e associação negativa com posse de computador no domicílio. O sobrepeso apresentou-se inversamente associado à escolaridade e à qualidade da dieta do adolescente, por outro lado, associou-se positivamente ao sedentarismo e à adoção de práticas de controle da alimentação para perda de peso. A adoção de estilo de vida saudável foi positivamente associada à idade, cor da pele e escolaridade do adolescente, assim como negativamente associada à posse de computador. Adolescentes com pior qualidade da dieta e nível de atividade física insuficiente, assim como adolescentes em famílias de menor renda, tiveram maior probabilidade de internações hospitalares, enquanto adolescentes com companheiro/a tiveram maior probabilidade de internação. Em relação aos gastos domiciliares em saúde, há diminuição dos gastos segundo idade do adolescente, assim como entre adolescentes com melhor qualidade da dieta. Por outro lado, a adoção de práticas de controle da alimentação para perda de peso, a posse de computador e maior renda domiciliar apresentaram associação positiva com gastos em saúde. CONCLUSÃO: Indicadores de estilo de vida saudável referentes a qualidade da alimentação e prática de atividade física na adolescência, assim como estado nutricional, estão associados a características demográficas e socioeconômicas do indivíduo e do ambiente familiar. A adoção de estilo de vida menos saudável resulta em maior propensão a internações hospitalares e gastos em saúde superiores, assim, é necessário considerar intervenções preventivas de estilo de vida para melhoria de condições de saúde entre adolescentes, buscando promover maior qualidade de vida na vida adulta.
Título en inglés
Lifestyle, nutritional status and social determinants of health: population based study with adolescents living in the municipality of Sao Paulo between 2003 and 2015
Palabras clave en inglés
Adolescence
Diet Quality
Health Expenditures
Health Status
Social Determinants of Health
Resumen en inglés
INTRODUCTION: Adolescence is a period marked by physical, psychological, emotional and social changes, resulting in higher vulnerability of youngsters to external factors influences on lifestyle choices in dimensions like food consumption, physical activity level, and sedentary activities practices, among others. OBJECTIVE: The objective of the present study was to identify associations among lifestyle (referring to diet quality, physical activity level, and sedentary activities practice), nutritional status and socioeconomic level in a sample representative at populational level of adolescents living in the municipality of Sao Paulo, using data from three editions of the Sao Paulo Health Survey (ISA-Capital). METHODOLOGY: The adolescents' nutritional status was based in estimation of the Body Mass Index, considering cutoff points proposed by the World Health Organization. The quality of adolescents' food consumption patterns was estimated using the Healthy Eating Index Revised, the physical activity level was expressed in minutes of physical activities per week, and the practice of sedentary activities was measured in hours of activities performed whilst seated per day. Logistic regressions were estimated to identify associations among dimensions of lifestyle (diet quality, physical activity during leisure, and sedentary activity practices), nutritional status, and socioeconomic status of adolescents. RESULTS: The present study identified positive association among diet quality, skin color, educational attainment and physical activity leve, whilst there was negative association with ownership of computer in the household. Overweight was inversely associated with educational attainment and diet quality of the adolescent; on the other hand, it was positively associated with sedentarism and adoption of practices of controlling food consumption for weight loss. The adoption of healthy lifestyle was positively associated with adolescents' age, skin color and educational attainment, and negatively associated with computer ownership. Adolescents with worst diet quality and insufficient physical activity level, as well as adolescents in families with lower income level, had higher probability of hospitalizations; whilst adolescents with companion had higher probability of hospitalizations. Considering household health care expenditures, there was reduction of expenditures according to adolescents' age, as well as according to improvements in diet quality. On the other hand, adoption of practices of food consumption control for losing weight, computer ownership and higher income level were positively associated with health care expenditures. CONCLUSION: Indicators of healthy lifestyle referring to diet quality and physical activity practice, as well as nutritional status, showed association with demographic and socioeconomic characteristics of the individual and the household environment. The adoption of unhealthy lifestyle resulted in higher propensity to hospitalizations and higher health care expenditures; therefore, it is important to consider preventive interventions related to lifestyle to promote improvements in health status among adolescents to promote enhanced quality of life during adulthood.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-08-31
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.