• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-29092020-231129
Documento
Autor
Nombre completo
Ester Mourão Corrêa
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Jaime, Patrícia Constante (Presidente)
Barros, Denise Cavalcante de
Lourenço, Bárbara Hatzlhoffer
Saldiva, Silvia Regina Dias Médici
Título en portugués
Vigilância epidemiológica da desnutrição infantil na Região Norte brasileira de 2008 a 2017
Palabras clave en portugués
Atenção Primária à Saúde
Desnutrição Infantil
Estudos de Séries Temporais
Sistemas de Informação em Saúde
Vigilância Alimentar e Nutricional
Resumen en portugués
Introdução - A desnutrição crônica infantil é considerada um problema de saúde pública nos primeiros anos de vida por sua magnitude e consequência nas taxas de morbidade e mortalidade infantil. Objetivos - Mapear e sistematizar a produção científica sobre desnutrição crônica infantil nos estados da Região Norte e analisar a tendência temporal da cobertura do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional Web e da desnutrição crônica infantil em menores de cinco anos, no contexto da atenção primária em saúde da Região Norte brasileira, no período de 2008 a 2017. Metodologia - Realizaram-se duas estratégias metodológicas: revisão sistemática de escopo sobre o déficit de crescimento infantil na Região Norte e fatores associados e dois estudos ecológicos com análise de série temporal da cobertura do índice altura por idade e da prevalência da desnutrição infantil (altura por idade), segundo o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional Web (SISVAN) do Sistema Único de Saúde, no período de 2008 a 2017. A variação percentual anual (VPA) da cobertura do SISVAN e da prevalência de desnutrição entre menores de cinco anos foram estimadas pelo modelo de regressão de Prais-Winsten, segundo Região Norte, estados e regionais de saúde. Resultados - No estudo de revisão, identificou-se 1.509 documentos, sendo selecionados 34 artigos e documentos técnicos ao final. Dos estudos analisados, a maioria foi realizada no estado do Acre e seis eram de âmbito nacional, mas tinham dados desagregados para a Região Norte. A prevalência descrita pelos autores apontou altas taxas de desnutrição infantil por déficit de crescimento, principalmente em crianças indígenas, nascidas de mães com baixa escolaridade, do sexo masculino e maiores de dois anos de idade, bem como residir na Região Norte. No estudo ecológico de série temporal, observou-se que as coberturas do SISVAN, entre 2008 e 2017, tiveram uma tendência de crescimento na Região Norte, em todos os estados e regionais de saúde, exceto a Regional de Café no estado de Rondônia que apresentou tendência estável. O estado do Acre foi o que apresentou maior variação percentual anual positiva na cobertura do SISVAN. Em relação à tendência temporal da prevalência de desnutrição crônica infantil, observou-se que a Região Norte e os Estados Acre, Pará e Tocantins, apresentaram tendência de redução da prevalência de déficit de altura-para-idade (DAI), enquanto os demais apresentaram estabilidade durante o período. Foi encontrada forte correlação negativa entre a cobertura do SISVAN Web e a prevalência de DAI nos Estados do Amazonas, Pará, Tocantins e Acre, indicando que o aumento da cobertura do sistema está associado à redução da prevalência de DAI. Conclusão: a Revisão de Escopo retrata que a desnutrição crônica infantil ainda é um problema de saúde pública na Região Norte, principalmente em crianças indígenas. Houve aumento da cobertura do SISVAN Web na Região Norte. Ademais, houve tendência de redução da prevalência de DAI em apenas três Estados da Região Norte entre 2008 e 2017. A cobertura do sistema se associou à redução da prevalência de desnutrição infantil em quatro Estados.
Título en inglés
Surveillance of child malnutrition in the Brazilian Northern Region from 2008 to 2017
Palabras clave en inglés
Child Malnutrition
Food and Nutrition Surveillance
Health Information Systems
Primary Health Care
Time Series Studies
Resumen en inglés
Introduction: chronic child malnutrition is considered a public health problem in the early years of life because of its magnitude and consequence in infant morbidity and mortality rates. Objectives: to map and to systematize the scientific production on chronic child malnutrition in the states of the Northern Region and to analyze the temporal trend of the coverage of the Web Food and Nutrition Surveillance System and chronic child malnutrition in children under five years old, in the context of primary care. in the North of Brazil, from 2008 to 2017. Methodology: Two methodological strategies were carried out: systematic scope review on child growth deficit in the Northern Region and associated factors, and two ecological studies with time series analysis of height-by-age coverage and prevalence of child malnutrition. (height by age), according to the Unified Health System's Web Food and Nutritional Surveillance System (SISVAN), from 2008 to 2017. The annual percentage variation (APV) in SISVAN coverage and the prevalence of malnutrition among children under five-year-old were estimated by the Prais-Winsten regression model, according to Northern Region, states and regional health. Results: In the review study, 1,509 documents were identified, and 34 articles and technical documents were selected at the end. Of the studies analyzed, most were conducted in the state of Acre and six were conducted nationwide, but they had disaggregated data for the Northern Region. The prevalence described by the authors pointed to high rates of childhood malnutrition due to growth deficit, especially in indigenous children born to mothers with low education, male and over two years old, as well as living in the Northern Region. In the time series ecological study, it was observed that the coverage of SISVAN, between 2008 and 2017, had a growing trend in the Northern Region, in all states and regional health, except the Coffee Regional in the state of Rondônia which presented stable trend. The state of Acre had the highest positive annual percentage variation in SISVAN coverage. Regarding the temporal trend of the prevalence of chronic childhood malnutrition, it was observed that the Northern Region and the States Acre, Pará and Tocantins showed a tendency to reduce the prevalence of height-for-age deficit (HAD), while the others showed stability during the period. A strong negative correlation was found between SISVAN Web coverage and HAD prevalence in the states of Amazonas, Pará, Tocantins, and Acre, indicating that increased system coverage is associated with reduced prevalence of HAD. Conclusion: The Scope of Review depicts that chronic childhood malnutrition is still a public health problem in the Northern Region, especially in indigenous children. Regarding the coverage of SISVAN Web, it was observed that there was a temporal increase in the analyzed period. In addition, in the case of case of chronic childhood malnutrition, there was a trend of reduction in prevalence in only three. The increased SISVAN Web coverage was negatively associated with the reduced of the prevalence of child malnutrition in four states.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
CorreaEM_DR_R.pdf (2.13 Mbytes)
Fecha de Publicación
2020-09-29
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.