• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2010.tde-25102010-151652
Documento
Autor
Nome completo
Erica Lie Araki
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Philippi, Sonia Tucunduva (Presidente)
Gambardella, Ana Maria Dianezi
Goulart, Rita Maria Monteiro
Título em português
Refeições em família e sua relação com consumo alimentar e estado nutricional de adolescentes
Palavras-chave em português
Adolescentes
Consumo Alimentar
Estado Nutricional
Refeições em Família
Resumo em português
Introdução: Os adolescentes são considerados vulneráveis do ponto de vista nutricional, pois tendem a omitir refeições e não realizá-las com a família. Refeições em família propiciam oportunidade de socializar o adolescente e ensiná-lo sobre nutrição e bons hábitos alimentares. Objetivos Verificar associação entre freqüência de refeições em família com o consumo de alimentos e estado nutricional de adolescentes. Metodologia: Foram estudados adolescentes do ensino médio de 12 escolas técnicas da região metropolitana de São Paulo, com amostragem aleatória simples. Os adolescentes responderam dois questionários, sendo um sobre atitude alimentar e outro sobre a freqüência alimentar. Foi realizada mensuração antropométrica e calculado o Índice de Massa Corporal (IMC) para analisar o estado nutricional, utilizando-se o IMC/ idade. Para a análise dos dados foram utilizados os testes Qui-quadrado e a Análise de Variância e também comparações múltiplas quando houve diferenças significativas entre médias. Resultados: Foram avaliados 1167 adolescentes, sendo 51por centomeninos e 49por centomeninas. A média de IMC para ambos os gêneros foi de 22,28kg/m2 (±3,9) e observou-se baixa ingestão de verduras, legumes, frutas e leite. Verificou-se que aproximadamente 70por centodos adolescentes informaram realizar pelo menos 3 vezes/ semana refeições junto com a família. Detectou-se que realizar pelo menos 1 vez por dia refeições em família está associado com maior ingestão de verduras, legumes e frutas e há a tendência de ingerir maior quantidade de carnes e ovos. Não foi observada associação entre freqüência de refeições em família e estado nutricional. Conclusão: Foi verificado que a maioria dos adolescentes realizava pelo menos 3 refeições em família por semana e aqueles que faziam com maior freqüência ingeriam maior quantidade de verduras, legumes e frutas. Não houve diferença estatisticamente significante para o estado nutricional
Título em inglês
Family meals and its relation to food intake and adolescents nutritional status
Palavras-chave em inglês
Adolescent
Family Meals
Food Intake
Nutritional Status
Resumo em inglês
Introduction: By the nutritional point of view, the adolescent are considered vulnerable, because they run to omit and not to perform the meals with the family. Family meals create the opportunity of socialize the adolescent and teach them nutrition and good food habits. Objectives: Checking the associations between the frequency of family meals and the food intake and adolescent nutritional status. Methods: This study was made with high school adolescents of 12 technical schools of São Paulo city, using simple random sampling. These adolescents answered two questionnaires; the first attended the food attitude, and the second attended the food frequency. The anthropometric measurements were made and the Body Mass Index (BMI) was computed to analyze the nutritional status, supported by the BMI/ age. For this study were used the Chi-square and ANOVA as well the multiple confrontation was made when significant differences between averages were detected. Results: There were assessed 1167 adolescent, being 51 per cent boys and 49 per cent girls, and the BMI average was 22,28kg/m2 (±3,9) for both. There were observed the low intake of vegetables, fruits and milk. And it as clear that close 70 per cent of adolescent told they have at least 3 meals with the family. It was observed that perform at least one daily family meal is related with higher intake of vegetables, fruits and there is the tendency of consume more quantity of the meat and eggs. It wasnt found the association between the family meals and nutritional status. Conclusion: It was observed that the most of adolescent performed at least 3 meals per week with their family, and for those that got it with more frequency consumed more vegetables and fruits. There wasnt any statistically significant difference to the nutritional status
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EricaLieAraki.pdf (3.72 Mbytes)
Data de Publicação
2010-11-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.