• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.6.2021.tde-18032021-104835
Documento
Autor
Nome completo
Mirena Boklis
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Louzada, Maria Laura da Costa (Presidente)
Canella, Daniela Silva
Horta, Paula Martins
Título em português
Adesão à alimentação escolar e sua influência na qualidade da dieta e no estado nutricional de adolescentes do ensino público brasileiro
Palavras-chave em português
Adolescente
Alimentação Escolar
Alimentação Saudável
Consumo Alimentar
Obesidade
Resumo em português
Introdução - A alimentação inadequada é um dos principais fatores de risco para ocorrência de diversas doenças, incluindo a obesidade. Evidências apontam a escola como um ambiente potencial para a promoção de hábitos alimentares saudáveis. O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) brasileiro é um dos maiores programas do mundo e internacionalmente reconhecido. No entanto, há carência de estudos que explorem o impacto da alimentação escolar brasileira na qualidade da dieta e no estado nutricional, especialmente envolvendo uma amostra nacional que inclua o amplo espectro etário da adolescência. Objetivo - Avaliar se a adesão à alimentação escolar servida pelo PNAE influencia na qualidade da dieta e estado nutricional de adolescentes do ensino público. Métodos - Foram avaliados dados de 12.376 estudantes de escolas públicas de 11 a 19 anos, a partir da Pesquisa Nacional de Saúde Escolar de 2015. Dados sobre o consumo alimentar foram obtidos a partir de um questionário de frequência alimentar convertido em três escores de avaliação de qualidade da dieta, sendo eles: consumo de alimentos saudáveis, alimentos não saudáveis e qualidade global da alimentação. A obesidade foi classificada conforme critérios da Organização Mundial da Saúde, a partir de dados diretamente aferidos de peso e da altura. Modelos de regressão brutos e ajustados foram utilizados para avaliar a associação entre adesão à alimentação escolar e indicadores de consumo alimentar e a obesidade. Resultados - A amostra foi bem distribuída entre os sexos, houve maior prevalência de adolescentes de raça/cor preta/parda (59,1%), com idade entre 11 e 15 anos (59,4%) e dos turnos da manhã (44,5%) e tarde (34,5%). Menos de 22% dos adolescentes apresentaram alta adesão às refeições ofertadas pelo PNAE (5 vezes na semana). A alta adesão foi diretamente associada com o escore de alimentação saudável (0,18 IC95% 0,07;0,30) e de qualidade global da alimentação (0,42 IC95% 0,26;0,57) e inversamente associada com o escore de alimentação não saudável (-0,23 IC95% -0,35; -0,10). Observou-se uma associação inversa e dose-resposta entre a adesão ao PNAE e a ocorrência de obesidade. Adolescentes com alta adesão ao PNAE apresentaram 24% menos risco de desenvolver obesidade do que os alunos não aderentes (Razão de prevalência 0,76, IC95% 0,62-0,93). Conclusão - A adesão à alimentação escolar foi associada a melhor qualidade da dieta e menor ocorrência de obesidade. Os resultados sugerem que o PNAE se configura como uma estratégia nacional importante de promoção da alimentação saudável e prevenção da obesidade.
Título em inglês
Adherence to school meals and its influence among diet quality and nutritional status of adolescents from Brazilian public schools
Palavras-chave em inglês
Adolescent
Food Consumption
Healthy Diet
Obesity
School Meals
Resumo em inglês
Background -. Inadequate diet is one of the main risk factors for the occurrence of several diseases, including obesity. Evidence points to the school as a potential environment to promote healthy habits. The Brazilian National School Feeding Program (Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE) is one of the largest programs in the world and internationally recognized. However, there is a lack of studies that explore the impact of Brazilian school meals on the diet quality and the nutritional status, especially involving a national sample that includes an ample age range of adolescence. However, the impact of school meals on diet quality and nutritional status of adolescents is controversial on the international scene, and little explored, especially in Brazil. Objective - To evaluate whether adherence to school meals served by the Brazilian School Feeding Program (Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE) influences diet quality and nutritional status of adolescents from public schools. Design - Data from 12.376 public school students aged from 11 to 19 years old were evaluated, based on the 2015 National School Health Survey (PeNSE 2015). Food consumption data were obtained from a food frequency questionnaire converted into three diet quality assessment scores: consumption of healthy foods, consumption of unhealthy foods and overall healthy eating score. The obesity was classified according to WHO criteria, based on directly measured by weight and height. Crude and adjusted regression models were used to assess the association between high adherence to school meals (5x/ week) and indicators of food consumption and obesity. Results - The sample was well distributed between genders, there was a higher prevalence of adolescents of race/color black/brown (59.1%), aged between 11 and 15 years old (59.4%) and from morning (44.5%) and night shifts (34.5%). Less than 22% of the adolescents had high adherence to the meals offered by PNAE (5 times a week). High adherence was directly associated with healthy foods score (0.18 95% CI 0.07;0.30) and overall healthy eating score (0.42 95% CI 0.26;0.57) and inversely associated with unhealthy food score (-0.23 95% CI -0.35; -0.10). An inverse and dose-response association between adherence and protection related to nutritional status was observed. Highly adherent adolescents had 24% less risk of developing obesity than non-adherent students (prevalence ratio 0.76, 95%CI 0.62-0.93). Conclusion - Adherence to school meals was associated with better diet quality and lower occurrence of obesity. The results suggest that the PNAE is configured as an important national strategy for promoting healthy eating and preventing obesity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
BoklisM_MTR_R.pdf (1.33 Mbytes)
Data de Publicação
2021-03-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.