• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Isabela Fleury Sattamini
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Carlos Augusto (Presidente)
Duran, Ana Clara da Fonseca Leitão
Gomes, Fabio da Silva
Jaime, Patrícia Constante
Título em português
Instrumentos de avaliação da qualidade de dietas: desenvolvimento, adaptação e validação no Brasil
Palavras-chave em português
Alimentos Industrializados
Consumo de Alimentos
Epidemiologia Nutricional
Inquéritos e Questionários
Qualidade dos Alimentos
Valor Nutritivo
Resumo em português
Introdução - A qualidade da dieta é um fator chave para as diferentes formas de má nutrição. No entanto, há ainda uma lacuna na coleta de dados necessários aos diagnósticos populacionais e vigilância. O Guia Alimentar para a População Brasileira (2014) aponta como componentes- chave da dieta a diversidade de alimentos in natura e minimamente processados e a restrição de alimentos ultraprocessados, com base na classificação NOVA dos alimentos. Objetivo - Desenvolver, adaptar e validar instrumentos de avaliação de duas dimensões da qualidade das dietas no Brasil. Métodos - Para a adaptação do instrumento de diversidade alimentar a partir do MDD-W (Diversidade Alimentar Mínima para Mulheres) da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e desenvolvimento do instrumento de avaliação do consumo de alimentos ultraprocessados, foram analisados os dados do módulo de Consumo Alimentar coletado pela Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado entre maio de 2008 e maio de 2009 no Brasil. Foram selecionados 10 subgrupos de alimentos in natura e minimamente processados (grupo 1 classificação NOVA) e 10 subgrupos de alimentos ultraprocessados (grupo 4 classificação NOVA). Os instrumentos foram aplicados em amostra de conveniência (n=150) por meio de entrevistas a voluntários adultos da comunidade da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, entre os meses de março e outubro de 2018. Em cada entrevista, após a aplicação de dois questionários simplificados, foi aplicado o método padrão ouro de recordatório alimentar completo de 24 horas. Foram gerados escores de diversidade e de ultraprocessados. Para o instrumento de diversidade, foi realizado cálculo de Kappa para análise de concordância, Alpha de Cronbach para análise de confiabilidade e análise fatorial confirmatória para validade de constructo. Para validação preditiva, as informações de composição nutricional foram avaliadas e calculadas com betas ajustados para regressão. Para o instrumento de consumo de alimentos ultraprocessados, foi avaliada a validade preditiva por meio do cálculo do Kappa ponderado e ajustado para prevalência e viés (PABAK), além da análise do percentual calórico de açúcar na dieta em relação ao escore. Resultados - Os valores de Kappa de concordância das respostas para o instrumento de diversidade alimentar variaram de 0,52 a 0,81. Sua confiabilidade obtida por meio do Alpha de Cronbach foi de 0,60, enquanto a análise fatorial confirmatória apontou bons índices de adequação, apresentando propriedades psicométricas satisfatórias. Para o instrumento de alimentos ultraprocessados, o valor de Kappa variou de 0,60 a 0,81, enquanto o valor de PABAK entre os quintis das variáveis obtido foi de 0,72, considerado substancial. Foi observada associação linear positiva significativa entre o os intervalos de escore de ultraprocessados e o percentual calórico de açúcar na dieta. Conclusões - Os instrumentos simplificados de diversidade alimentar e de consumo de alimentos ultraprocessados apresentam graus de validade satisfatórios. Esses instrumentos serão úteis para a pesquisa sobre qualidade da dieta em diferentes contextos de monitoramento, diagnósticos populacionais e estudos de intervenção e concepção de políticas públicas de saúde no Brasil.
Título em inglês
Tools for evaluating the quality of diets: development, adaptation and validation in Brazil
Palavras-chave em inglês
Food Consumption
Food Quality
Industrialized foods
Nutritional Epidemiology
Nutritive Value
Surveys and Questionnaires
Resumo em inglês
Introduction - The diet quality is a key-factor for different types of malnutrition. However, there is a gap in the data collection in this area concerning population diagnosis and its monitoring. The Dietary Guidelines for the Brazilian Population (2014) points out that the keyfactors to diet quality are diversified fresh and minimally processed foods, and ultraprocessed foods restriction, in agreement with the NOVA classification. Objective - Development, adaptation and validation of tools to assess two dimensions of diet quality in Brazil. Methods - Adaptation of the Minimum Dietary Diversity for Women (MDD-W) indicator of the Food and Agriculture Organization (FAO). Development of a tool for assessing the consumption of ultra-processed foods. These both tools were based on data from the Food Consumption module, collected by the Household Budget Survey (POF) of the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE), which was conducted between May 2008 and May 2009 in Brazil. There was a selection of 10 subgroups of fresh and minimally processed foods (Group 1 according to NOVA classification) and 10 subgroups of ultraprocessed foods (Group 4 according to NOVA classification). The instruments were applied in a convenience sample (n=150) through interviews conducted between March and October 2018 with adult volunteers from the community of The Faculty of Public Health of The University of São Paulo. After the application of two simplified questionnaires at each interview, the gold standard method of 24-hour complete dietary recall was applied, from which diversity and ultra-processed scores were generated. For the diversity instrument, Kappa calculation was performed; Cronbach's Alpha was calculated for the reliability analysis; confirmatory factor analysis was applied in order to test the construct validity. For the predictive validation, the nutritional content was assessed and calculated on the grounds of betas adjusted values for regression. For the ultra-processed food consumption instrument, the predictive validity was assessed by calculating the adjusted for prevalence and bias (PABAK) Kappa, as well as sugar caloric percentage. Results - Kappa values of agreement of responses for the dietary diversity instrument ranged from 0.52 to 0.81. Its reliability, obtained by Cronbach's Alpha, was 0.60, while confirmatory factor analysis showed good adequacy indices and presented satisfactory psychometric properties. For the ultra-processed foods instrument, the Kappa value ranged from 0.60 to 0.81, while the PABAK value obtained among the quintiles of the variables was 0.72, which is considered substantial. Also, a positive linear association was found between sugar caloric percentage and ultra-processed food score intervals. Conclusions - The simplified instruments of dietary diversity and ultraprocessed food consumption presented satisfactory validity. These instruments can be useful for research on diet quality in different monitoring contexts and population diagnoses, as well as for intervention studies and designing of public health policies in Brazil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SattaminiIF_DR_O.pdf (2.52 Mbytes)
Data de Publicação
2019-09-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.