• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2010.tde-09102010-183930
Documento
Autor
Nome completo
Flavio Sarno
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Carlos Augusto (Presidente)
Marchioni, Dirce Maria Lobo
Mondini, Lenise
Peixoto, Maria do Rosário Gondim
Zanella, Maria Teresa
Título em português
Estimativas do consumo de sódio no Brasil, revisão dos benefícios relacionados à limitação do consumo deste nutriente na Síndrome Metabólica e avaliação de impacto de intervenção no local de trabalho
Palavras-chave em português
Ambiente de Trabalho
Brasil
Cloreto de Sódio
Dieta Hipossódica
Redução da Adição de Sal
Resistência à Insulina
Síndrome Metabólica
Sódio na Dieta
Resumo em português
Introdução: O consumo excessivo de sódio tem se associado com vários efeitos prejudiciais à saúde, como aumento da pressão arterial (PA) e doença cardiovascular. Objetivos: Os objetivos da tese foram avaliar a disponibilidade de sódio no Brasil, analisar os efeitos de dietas com teores reduzidos de sódio em indivíduos com Síndrome Metabólica (SM) ou resistência à insulina (RI) e avaliar o impacto de uma intervenção que promoveu a redução da adição de sal aos alimentos. Sujeitos e métodos: A tese está composta de três artigos. O primeiro deles avaliou as aquisições de alimentos e bebidas realizadas pelos domicílios na Pesquisa de Orçamento Familiar de 2002/2003 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O segundo artigo revisou a literatura de forma sistemática acerca dos ensaios clínicos realizados em adultos entre anos de 2004 e 2008. E o último artigo avaliou o impacto de uma intervenção, baseada no modelo ecológico de promoção de saúde, na redução da adição de sal nos alimentos consumidos por trabalhadores de empresas da cidade de São Paulo. Resultados: A quantidade diária de sódio disponível para consumo nos domicílios brasileiros foi de 4,7 g per capita e para uma ingestão diária de 2.000 kcal. A maior parte do sódio disponível para consumo proveio do sal de cozinha e de condimentos à base desse sal (76,2%). A fração proveniente de alimentos processados com adição de sal representou 9,7por centodo total de sódio no quinto inferior da distribuição da renda per capita e 25,0por centono quinto superior. A restrição no consumo de sódio associou-se ao aumento da RI em dois artigos e à diminuição em três outros. Em sete dos nove artigos, uma dieta com teor reduzido de sódio determinou redução da PA e em dois artigos ocorreram efeitos adversos em marcadores da SM. Nas análises multivariadas, homens (IRR = 0,51) e aqueles considerados normotensos (IRR = 0,61) alocados no grupo intervenção no momento final apresentaram taxas menores de adição de sal ao prato quente. Conclusões: O consumo de sódio no Brasil excede largamente a recomendação máxima para esse nutriente. A maioria dos estudos da revisão sistemática mostrou efeitos benéficos da restrição moderada de sódio da dieta, associada ou não a outras modificações nutricionais ou ao aumento da atividade física. A intervenção realizada no ambiente de trabalho reduziu a taxa de relato de adição de sal no prato quente entre trabalhadores do sexo masculino e entre aqueles categorizados como normotensos
Título em inglês
Estimates of sodium consumption in Brazil, review of benefits related to limiting the consumption of this nutrient in the Metabolic Syndrome and assessment of impact of intervention at the workplace
Palavras-chave em inglês
Brazil
Dietary Sodium
Insulin Resistance
Metabolic Syndrome
Reduction of Added Salt
Sodium Chloride
Sodium Restricted Diet
Workplace
Resumo em inglês
Introduction: The excess of sodium consumption has been associated with several adverse health effects, such as increased of blood pressure (BP) and cardiovascular disease. Objectives: Evaluate the availability of sodium in Brazil, analyze the effects of diets with reduced sodium content in subjects with Metabolic Syndrome (MS) or insulin resistance (IR) and evaluate the impact of an intervention which promoted the reduction of adding salt to foods. Subjects and Methods: The thesis is composed of three articles. The first one assessed the food and beverage purchases made by households in the Household Budget Survey of 2002/2003, by the Brazilian Institute of Geography and Statistics. The second article reviewed the literature in a systematic way about clinical trials performed in adults between the years 2004 and 2008. And the last paper assessed the impact of an intervention, based on the ecological model of health promotion, in reducing the added salt to foods consumed by employees of Sao Paulo based companies. Results: The daily amount of sodium available in Brazilian households was 4.7 g daily per person for 2,000 kcal intake. Most of the sodium available for consumption comes from the salt and salt based seasonings (76.2 per cent). The fraction derived from processed foods with added salt represented 9.7 per cent of total sodium intake at the bottom of per person income distribution and 25.0 per cent at the top fifth. The restriction in sodium intake was associated with increased IR in two articles and the decrease in three others. In seven of the nine articles, the salt intake restriction had caused decreased in BP and in two articles have occurred adverse effects on markers of MS. In multivariate analysis, men (IRR = 0.51) and those considered normotensive (IRR = 0.61) allocated in the intervention group at the final moment had lower rates of salt addition in the hot meal. Conclusions: The results indicate that sodium intake in Brazil far exceeds the maximum recommended intake for this nutrient. Most studies have shown beneficial effects of a diet with moderate sodium restriction, with or without other nutritional modifications or increased physical activity. The intervention carried out at the workplace reduced the reporting rate of salt addition in the hot meal by male workers and those categorized as normotensive
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese_Flavio_Sarno.pdf (972.53 Kbytes)
Data de Publicação
2010-11-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.