• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-31032020-135020
Documento
Autor
Nome completo
Sueli de Queiroz
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Rosenburg, Cornélio Pedroso (Presidente)
Andrade, Arthur Guerra de
Latorre, Maria do Rosário Dias de Oliveira
Nappo, Solange Aparecida
Siqueira, Arnaldo Augusto Franco de
Título em português
Fatores relacionados ao uso de drogas e condições de risco entre alunos de graduação da Universidade de São Paulo
Palavras-chave em português
Estudantes Universitários
Fatores de Risco
Uso de Drogas
Resumo em português
Objetivo. A prevalência do uso de drogas psicoativas por jovens brasileiros vem aumentando nos últimos anos, mas poucas, ainda, são as pesquisas epidemiológicas brasileiras voltadas para a compreensão do problema. Este estudo buscou identificar fatores de risco de uso de drogas entre alunos de graduação dos 21 cursos da Universidade de São Paulo, na cidade de São Paulo. Métodos. Utilizando-se 69 variáveis obtidas através de um questionário anônimo e de auto-preenchimento, respondido por 2564 alunos sorteados, foram elaborados 5 modelos de regressão logística múltipla. Cada modelo agrupou fàtores de risco para uso de droga, segundo as características pessoais, familiares, sociais, da vida acadêmica, e de atitudes, crenças, e uso pessoal de drogas. Para a variável dependente 'uso de droga', foi considerado o uso das seguintes drogas: maconha, alucinógenos, cocaína, crack, anfetaminas, anticolinérgicos, inalantes, tranqüilizantes, opiáceos, sedativos e anabolizantes. Todas as variáveis que compunham os 5 modelos encontrados foram submetidas a uma análise de regressão logística, da qual surgiu um único modelo multivariado final. Resultados. O aluno usuário (comparado como não-usuário) de nossa amostra é predominantemente do sexo masculino (29,3%), tem entre 20 e 24 anos (29,4%), é solteiro (27,3%), trabalha (28,7%), mora com amigos (36,4%) ou só (34,9%), não tem (33,4%) ou não pratica (29,7%) uma religião, e não mantém um bom diálogo com seus pais, principalmente com a mãe (17,2%). Obtivemos 6 modelos multivariados finais, cada um dos quais nos aponta um perfil de risco para uso de droga segundo as características analisadas. Para o modelo final geral encontramos 17 variáveis: pais e amigos que usam drogas, ter usado drogas antes de entrar na universidade, fumar, trabalhar, ser influenciável, baixo rendimento escolar, curso e lugares que freqüenta na universidade, acidente de carro após o uso de droga, satisfação com o tempo de lazer, quem procura para esclarecer dúvidas relacionadas às drogas, e atitude aprovadora quanto a qualquer pessoa experimentar ou usar regularmente maconha e experimentar inalantes.
Título em inglês
Related factors and risk conditions for drug use in undergraduate students ofthe University of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Drug Use
Risk Factors
University Students
Resumo em inglês
The prevalence of drug use by young Brasilians has been increasing in recent years, however, there are few epidemiological studies aiming ata better comprehension ofthe subject. This study investigates risk factors for drug use in undergraduate students from 21 courses at the University of São Paulo (USP), in the city of São Paulo. Methods. Five models of multiple logistic regression were constructed using data from 69 variables, in an anonymous, self-administered questionnaire, which was answered by 2,564 randomly sampled students. Each model grouped risk factors by personal characteristics, familial factors, social environment academic life and attitudes. For the dependent variable 'drug use', the following drugs were considered: marijuana, hallucinogens, cocaine, crack, amphetamines, anticholinergics, inhalants, tranquilizers, anxiolytics, antidystonics, opiates, sedatives, barbiturates, and anabolizers. All the variables examined in the 5 models were analyzed by logistic regression and gave rise to a single multivariate model. Results. In the sample, the user (compared with the nonuser) is male (29.3%), 20-24 years old (29.4%), single (27.3%), work (28.7%), lives alone (34.9%) or with friends (36.4%), do not have a religion (33.4%), or at least do not practicise it (29.7%), have some difficulty communicating with his parents, particularly with his mother (17.2% ). This resulted in 6 models each of which revealed a drug use risk profile according to the characteristics analyzed. In the final general model, 17 factors remained: use of drugs by parents and peers, use of drugs before entering university, use of tobacco, work, be influenced by others, poor performance at school, course of study, places frequented in the campus, envolvement in an automobile accident after any drug use, satisfaction with leisure time, person to consult on drug questions, approval of experimental and regular use of marijuana, approval of experimental use of inhalants.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.