• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.1998.tde-20052013-105920
Documento
Autor
Nome completo
Estevão de Camargo Passos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1998
Orientador
Banca examinadora
Germano, Pedro Manuel Leal (Presidente)
Lieber, Nicolina Silvana Romano
Pignatari, Antonio Carlos Campos
Saliba, Adayr Mafuz
Zanetti, Carlos Roberto
Título em português
Avaliação da vacina anti-rábica inativada, produzida em cérebros de camundongos lactentes, na imunização de macacos-prego (Cebus Apella, LINNAEUS, 1758) mantidos em cativeiro
Palavras-chave em português
Anticorpos
Imunização
Macacos-Prego (Cebus apella)
Resposta Imune Humoral
Vacina Anti-Rábica Inativada Preparada em Cérebros de Camundongos Lactentes
Resumo em português
Foram imunizados 27 macacos-prego (Cebus apella), por via intramuscular, com vacina anti-rábica inativada, produzida a partir de cérebros de camundongos lactentes (VARCCL), empregada nas campanhas de prevenção da raiva animal de cães e gatos. Os animais permaneceram em cativeiro, durante o período de junho de 1995 a junho de 1997, sendo divididos em 3 grupos experimentais e vacinados conforme o esquema: grupo I, com 3 doses a intervalo de 30 dias; o II, com 2 doses a intervalo 30 dias e reforço aos 210 dias; e, o III com uma dose e reforço aos 210 dias. A revacinação anual foi realizada em todos os animais aos 365 dias. As amostras de soros foram obtidas aos 0, 30, 60, 90, 150, 210, 240, 300, 365, 395, 545 e 730 dias, e armazenadas à temperatura de -20ºC, e a dosagem dos anticorpos realizada através do teste simplificado da inibição da fluorescência. Verificou-se que os animais do grupo I apresentaram soroconversão mais duradoura (12232 dias) do que os dos grupos II e III (p<0,05) após a vacinação inicial, e os animais do grupo I apresentaram soroconversão mais duradoura (183,6120,6 dias) do que os dos grupos II (p<0,05), após a revacinação anual aos 365 dias. A VARCCL induziu a resposta imune nos macacos-prego, após vacinação e revacinação, respectivamente, em 81,4 por cento e 76,0 por cento dos animais; com produção de anticorpos neutralizantes, iguais ou superiores a 0,5 UI/ml, porém, de curta duração; não constituindo assim, imunógeno apropriado para ser utilizado na rotina de imunização destes animais de difícil lide, mantidos em cativeiro
Título em inglês
Evaluation of inactivated suckling mouse brain rabies vaccine for immunization of capuchin monkeys (Cebus apella, Linnaeus, 1758) held confined
Palavras-chave em inglês
Antibodies
Capuchin Monkeys (Cebus apella)
Humoral Immune Response
Immunization
Inactivated Suckling Mouse Brain Rabies Vaccine
Resumo em inglês
Twenty-seven capuchin monkeys (Cebus apella) were intramuscularly immunized with inactivated suckling mouse brain rabies vaccine (SMBV) employed in campaigns for animal rabies prevention in dogs and cats. The animals were kept confined from June, 1995 to June, 1997. They were divided into 3 experimental groups and vaccinated according to the following scheme: group I, with 3 doses within a 30-day interval; group II, with 2 doses within a 30-day interval and a booster dose at the 210th day; and, group III; with a single dose and a booster dose at the 210th day. All animals were given the annual re-vaccination at the 365th day. Sera samples were obtained at the 0th, 30 th, 60th, 90 th, 150 th, 210 th, 240 th, 300 th, 365 th, 395 th, 545 th e 730 th days and kept stored at 20ºC. The antibodies dosage was carried out through the simplified inhibition fluorescent test. The following results were observed: animals belonging to group I had longer humoral immune response (12232 days) than the ones belonging either to group II or group III (p<0.05) after initial vaccination; animals of group I presented longer humoral immune response (183.6120.6 days) than the ones of the group II (p<0.05) after the annual re-vaccination at the 365th day. The SMBV induced humoral immune response in capuchin monkeys after vaccination and re-vaccination in respectively 81.4 per cent and 76.0 per cent of the animals, producing neutralizing antibodies equal to or higher than 0.5 IU/ml; however, they were short-lasting, being therefore not appropriate as an immunogen to be used routinely in the immunization of these animals which are difficult both to be deal with and to be held confined
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.