• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2003.tde-05022021-164635
Documento
Autor
Nombre completo
Maria Gabriela Haye Biazevic
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2003
Director
Tribunal
Castellanos Fernandez, Roberto Augusto (Presidente)
Antunes, José Leopoldo Ferreira
Dib, Luciano Lauria
Narvai, Paulo Capel
Souza, José Maria Pacheco de
Título en portugués
Tendências e diferenciais socioeconômicos da mortalidade por câncer bucal e de glândulas salivares no Município de São Paulo, de 1980 a 2000
Palabras clave en portugués
Câncer Bucal
Epidemiologia
Iniqüidade
Mortalidade
Tendências
Resumen en portugués
Objetivo. Discutir a evolução da mortalidade por câncer bucal e de glândulas salivares no município de São Paulo, entre 1980 e 2000, bem como associar tal condição a indicadores de desigualdade social. Métodos. Os dados sobre mortalidade por câncer bucal no período foram levantados a partir do banco de dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE), segundo os códigos 140.0 a 145.9 da 9a edição da Classificação Internacional de Doenças (CID-9) e C00.0 a C08.9 de sua 10ª. edição, com discriminação por sexo, localização anatômica e distrito de residência. Os dados populacionais do município foram obtidos por meio dos censos de 1980, 1991, contagem populacional de 1996 e censo 2000, no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os indicadores de condição social dos distritos da cidade foram levantados a partir da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e dos recenseamentos gerais de população. Realizou-se uma análise de tendência da evolução recente da mortalidade por local, e um estudo ecológico para a associação de indicadores de mortalidade por câncer bucal e de glândulas salivares e condição sócio-econômica por área do município. A presente pesquisa envolveu apenas o estudo documental de dados secundários e de literatura. Resultados. Câncer de língua foi responsável por quase 50% dos óbitos no período de 1980 e 2000. A maioria das localizações anatômicas apresentou tendência estável, com exceção de câncer de lábio e de gengiva, que apresentaram declínio, e partes não especificadas da cavidade bucal, que apresentou tendência de aumento. Para todos as localizações anatômicas, homens foram mais acometidos que mulheres, numa proporção de 3:1. Houve correlação de -0,238 (p=0,009) para anos de estudo e risco de óbito por câncer bucal; com relação ao chefe da família sem instrução ou com 1º grau incompleto, houve correlação positiva de 0,200 (p=0,025), e de -0,341 (p<0,001) para chefe da família com formação universitária, além de -0,362 (p<0,001) para renda média familiar, -0,268 (p=0,004) para presença de domicílio quitado, e coeficiente de Gini com correlação de 0,275 (p=0,004) relacionado ao risco de óbito por câncer bucal e de glândulas salivares. Distritos com maior proporção de óbitos possuíam piores indicadores de desenvolvimento social, sugerindo que o risco de óbito por câncer bucal e de glândulas salivares se relaciona de maneira estreita com iniqüidades sociais relacionadas à saúde.
Título en inglés
Trends and socioeconomical differentials of oral cancer and salivary glands mortality in the city of São Paulo, Brazil, 1980- 2000
Palabras clave en inglés
Epidemiology
Iniquity
Mortality
Oral Cancer
Trends
Resumen en inglés
Objective. To discuss the evolution of oral cancer and salivary glands mortality in the city of São Paulo, Brazil, between 1980 and 2000, and associate this condition indices of socioeconomic status. Methods. The State System of Data Analysis (SEADE) supplied information on oral cancer mortality (codes 140.0 - 145.9, International Classification of Diseases, 9th edition, ICD-9, and codes C00.8- C08.9, ICD-10), discriminated by gender, anatomic localization and area of residence. Population data were gathered from census performed in 1980, 1991, 1996 and 2000. The same source and the Municipal Secretary of Urban Planning provided information to the appraisal of indices of socioeconomic status. The assessment of mortality rates included trend analysis and area-Ievel correlation with demographic covariants. This study only gathered non-primary data and literature. Results. Tongue was the most prevalent site of oral cancer deaths, with almost 50% in the 1980-2000 period. Most anatomic sites presented stationary trend, excepting lip and gum cancer, which declined, and nonspecified parts of the mouth, which increased. Overall rates of oral cancer and salivary glands mortality were three times higher for men than women. At the area level, oral cancer and salivary glands death rates associated with the average member of years of study (Pearson r=-0.238, p=0.009). Death rated correlated posilively with the proportion of heads of the household without inclusion (Pearson r = 0.200, P = 0.025) and the Gini coefficient (Pearson r = 0.275, P = 0.004), and negatively with income (Pearson r = 0.341, p<0.001) and household ownership (Pearson r = 0.268, p=0.004). Areas with higher death rates presented worse indices of socioeconomic status, indicating the risk of death by oral cancer and salivary glands is associated with social inequities affecting health.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-02-05
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.