• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-02042020-125449
Documento
Autor
Nome completo
Ghisleine Trigo Silveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Isabel Maria Teixeira Bicudo (Presidente)
Focesi, Eris
Lefèvre, Fernando
Mendes, Rosilda
Tanuri, Leonor Maria
Título em português
Escola promotora de saúde: quem sabe faz a hora!
Palavras-chave em português
Promoção da Saúde
Saúde Pública
Resumo em português
A tese deste trabalho é a de que o processo de implementação de projetos de promoção de saúde nas escolas pode ser decodificado a partir das representações sociais que seus diversos protagonistas têm a respeito do que seja saúde, doença, promoção de saúde e, principalmente, das interseções a serem estabelecidas entre escola e promoção de saúde e da relação entre escola e comunidade. Ou seja, parte-se do princípio de que, à medida que se começa a desvendar o universo dessas representações sociais, pode-se vislumbrar as possíveis articulações entre elas e a prática cotidiana das escolas que resulta em ações efetivas de promoção da saúde. Para verificar se esta tese se sustenta, este estudo investigou como se dá, na prática, a implementação do projeto de uma escola promotora de saúde, identificando alguns aspectos desta implementação - tais como o perfil da direção da escola, a sua arquitetura e espaços pedagógicos, os seus padrões de rendimento escolar - e levantando as representações sociais dos protagonistas deste processo. O estudo realizou-se numa escola da rede estadual paulista, localizada na cidade de Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo, que oferece Ensino Fundamental e Médio a, aproximadamente, 2000 alunos. A metodologia utilizada foi de orientação qualitativa, recorrendo-se ao aprofundamento das falas dos sujeitos, na perspectiva de compreender os significados por eles atribuídos às vivências experimentadas na escola e, com isso, a identificação das estratégias correlacionadas à efetiva promoção de saúde. Os dados obtidos por meio de entrevistas foram submetidos à análise, buscando-se as categorias principais nelas reveladas e suas expressões-chave. Chegou-se, finalmente, aos discursos do sujeito coletivo, ressaltando-se as estratégias e/ou variáveis que têm permitido à escola se caracterizar como promotora de saúde, segundo a concepção de promoção de saúde explicitada nos atuais parâmetros curriculares nacionais para o Ensino Fundamental. Em síntese, despontam como fatores fundamentais para que a escola se firme como promotora de saúde a sua efetiva capacidade de elaborar e implementar um projeto coletivo de trabalho - inclusive com a participação constante da comunidade - e o empenho e a habilidade de sua direção em liderá-lo, permitindo que a escola ofereça aos usuários ambientes físicos adequados e conservados, ensino de boa qualidade e vivência de práticas de saúde. Tais condições, por sua vez, asseguram que a escola funcione como uma referência de qualidade de vida para alunos, corpo docente e comunidade escolar, exigindo dela perseverança, compromisso, profissionalismo e seriedade.
Título em inglês
Health promoting school: the opportunity of information
Palavras-chave em inglês
Not available
Resumo em inglês
The main argument of this study is that the process of installation of a health promoting project in schools can be decoded by the different actors involved according to their social representations of the meanings of health, ilnesss, health promotion and, mainly, by the intersections that can be established between school and health promotion and by the relations between school and community. In other words, the starting point is the principle that, as one begins to unveil the universe of such social representations, one can see the outlines of the possible articulations between them and the daily practice of schools, which result in effective actions in health promotion. In order to establish the feasebility of this argument, this study investigated how the implementation of a health promoting project in school, occurs in pratice, by identifying some of its aspects, such as the profile of the scool head, the architecture and its pedagogic spaces, the patterns of school performance - and surveying the social representations social of the actors, in this process. The study took place in a state public school, located in the city of Carapicuíba, in the metropolitan region of the city of São Paulo, wich offers fundamental and secondary education to aproximately 2 thousand students. The metodology was of qualitative nature, deepening the analysis of the verbal manifestations of the subject, focusing the comprehension of the meanings the subject attributed to the life experiences in school and, thus, the identification of strategies correlated to the real promotion of health. The data obtained through interwiews were object of analysis, in search of the main categories therein revealed, as well as the key expressions. Finally, one arrived to the discourse of the collective subject, sressing the strategies and/or variables that have permitted the characterization of the school as a health promoter, according to the concept of health promotion, such as explicit in the current national parameters for Fundamental Education. To sum up, factors wich arise as basic to allow a school to bccome firm as health promoter are its real capacity to create and implement a collective work project - including the constant participation of the community -, the effort and hability of the school head to lead it, assuring good material conditions, leaming and life experience of health practices, in the sense that the school should act as a life quality reference to its students, its teaching staff and school community, in a process that demands continuity and perseverance.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.