• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2010.tde-25102010-151102
Documento
Autor
Nome completo
Yoshio Yanagi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Assunção, João Vicente de (Presidente)
Cardoso, Maria Regina Alves
Martins, Lourdes Conceição
Título em português
Estudo da influência do material particulado na incidência e mortalidade por câncer na cidade de São Paulo
Palavras-chave em português
Incidência e Mortalidade por Câncer
Material Particulado
Poluentes do Ar
Resumo em português
Objetivo. Este trabalho teve como objetivo geral verificar a influência do poluente atmosférico material particulado inalável (MP10) na incidência e na mortalidade por câncer, na cidade de São Paulo. Métodos. Os dados de câncer foram coletados do Registro de Câncer de São Paulo e os dados do poluente provenientes da CETESB. Foram utilizadas técnicas estatísticas para verificar a relação do MP10 sobre a incidência e a mortalidade por câncer (pele, pulmão, laringe, tireóide, estômago, próstata, colo do útero, mama, bexiga, cólon, esôfago e reto), nos distritos do Brás, Santana, Moóca, Cambuci, Moema, Freguesia do Ó, Campo Belo, Lapa, Consolação, Santo Amaro e São Miguel. Os distritos também foram agrupados, de acordo com as concentrações de MP10, para orientar a expansão da rede de monitoramento do poluente na cidade de São Paulo. Resultados. Os resultados mostraram que, para alguns tipos de câncer (pele, pulmão, tireóide, laringe e bexiga), os coeficientes de correlação estatística ficaram entre 0,60 e 0,80, em alguns períodos, para a incidência. Para a mortalidade, o câncer de pulmão apresentou mais correlações neste intervalo. O agrupamento dos distritos permitiu a formação de quatro grupos distintos, o que possibilitaria, após estudo técnico, a redistribuição de alguma estação de monitoramento do segundo grupo para outras regiões da cidade, como leste ou sul. A Análise Espacial mostrou que distritos distantes do centro da cidade apresentaram risco relativo (RR) acima do esperado, dependendo do tipo de câncer. Conclusões. O estudo mostrou que o poluente atmosférico MP10 tem correlação alta com a incidência de alguns tipos de câncer (pele, pulmão, tireóide, laringe e bexiga) e com a mortalidade por câncer de pulmão, em alguns períodos, na cidade de São Paulo. A expansão da rede de monitoramento de MP10, na cidade de São Paulo, poderia ser direcionada às regiões leste ou sul
Título em inglês
The influence of particulate matter on the incidence and mortality cancer in São Paulo
Palavras-chave em inglês
Air Pollutants
Incidence and Mortality from Cancer
Particulate Matter
Resumo em inglês
Objective. The general objective of this study was to verify the influence of pollutant inhalable particulate matter (PM10) on the incidence and cancer mortality in the city of São Paulo. Methods. The cancer data were collected from the Cancer Registry of São Paulo and pollutant data from the CETESB. Statistical techniques were used to investigate the relationship between PM10 and the incidence and mortality of cancer (skin, lung, larynx, thyroid, stomach, prostate, cervix, breast, bladder, colon, esophagus and rectum), in the districts of Brás, Santana, Moóca, Cambuci, Moema, Freguesia do Ó, Campo Belo, Lapa, Consolação, Santo Amaro and São Miguel. The districts were also grouped according to the concentrations of PM10, to guide the expansion of the pollutant monitoring network in São Paulo. Results. The results showed that for some types of cancer (skin, lung, thyroid, larynx and bladder), the statistical correlation coefficients were between 0.60 and 0.80, in some periods, for incidence. For mortality, lung cancer showed more correlations in this interval. The grouping of districts allowed the formation of four distinct groups, which would allow, after a technical study, the redistribution of any monitoring station in the second group to other parts of the city, like east or south. A Spatial Analysis showed that districts distant from the center presented a relative risk (RR) greater than expected, depending on the type of cancer. Conclusions. The study showed that air pollutant PM10 has high correlation with the incidence of some cancers (skin, lung, thyroid, larynx and bladder) and mortality from lung cancer in some periods, in São Paulo. The expansion of network monitoring PM10, in the city of São Paulo, could be targeted to areas east or south
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
YOSHIOYANAGI.pdf (2.93 Mbytes)
Data de Publicação
2010-11-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.