• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2002.tde-21012021-153732
Documento
Autor
Nombre completo
Deolinda Izumida Martins
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2002
Director
Tribunal
Colacioppo, Sergio (Presidente)
Nascimento, Elizabeth de Souza
Fischer, Frida Marina
Rocha, Lys Esther
Rosa, Henrique Vicente Della
Título en portugués
Exposiçäo ocupacional a solventes orgânicos em trabalhadores de laboratórios e efeitos genotóxicos
Palabras clave en portugués
Efeitos Genotóxicos
Micronúcleo
Solventes Orgânicos
Trabalhador de Laboratório
Resumen en portugués
O trabalho em laboratórios químicos, clínicos e toxicológicos, vem sendo relacionado ao desenvolvimento de diversos efeitos nocivos à saúde, incluindo os reprodutivos e de desenvolvimento de tumores. Embora não sejam consideradas como único mecanismo de ação, as alterações genotóxicas decorrentes da exposição a substâncias como solventes em laboratórios estão entre as prováveis causas destes efeitos. A característica da exposição nestes locais, a saber, grande diversidade de compostos a baixas concentrações e baixa freqüência, dificulta a avaliação das exposições e do risco associado a elas. O presente trabalho tem como objetivo estimar a exposição ocupacional a solventes orgânicos em trabalhadores de laboratórios e avaliar danos genotóxicos nos indivíduos expostos. Um grupo exposto composto de 23 trabalhadores de laboratórios e um grupo não-exposto de 22 trabalhadores de escritório foram avaliados. Determinações qualitativas e quantitativas dos solventes nos ambientes dos laboratórios foram realizadas por meio de amostragem passiva, sendo encontrado uma diversidade de solventes em cada amostra analisada (média de 5 solventes por amostra) em concentrações geralmente baixas (Índices de Exposição abaixo de 0,5). Os efeitos genotóxicos foram avaliados por meio do teste citogenético do Micronúcleo (MN) em linfócitos de sangue periférico de 21 indivíduos expostos e 22 indivíduos não-expostos, pareados por idade, gênero e hábito de fumar. Foi utilizado o método do micronúcleo com bloqueio da citocinese por meio de Citocalasina B. A freqüência de MN foi verificada em 1.000 células binucleadas, sendo encontrada uma diferença significativa nas freqüências de MN nos trabalhadores de laboratório (4,7 MN/1000 binucleadas) quando comparada a dos não-expostos (1,9 MN/1000 binucleadas), de acordo com o teste do Qui-quadrado (χ2=28,91l; 1 grau de liberdade; P < 0,0001).
Título en inglés
Occupational exposure to organic solvents in laboratory workers and genotoxic effects
Palabras clave en inglés
Genotoxic Effects
Laboratory Workers
Micronuclei
Organic Solvents
Resumen en inglés
The relationship between chemical, clinical and toxicological laboratory work and adverse health effects like reproductives outcomes and cancer has been suggested in several epidemiologic reports. The exposure to genotoxic agents like solvents in the laboratory environment could explain in part many of these effects. The assesment of these exposures and the risk associated with them is difficult because the workers are exposed to several chemicals at low concentrations and frequency. The main objective of this study is to estimate the occupational exposure to organic solvents in laboratory workers and evaluate genotoxic damage in exposed individuals. The investigation was carried out on a group of 23 chemical laboratory workers of a reserch center and a group of 22 non-exposed office workers. Solvents concentrations in the laboratory environment were measured and indicated low exposure (Exposure Index < 0,5). Also, a diversity of organic solvents were present in the environmental samples. Genotoxic effects were evaluated using the cytogenetic assay of Cytokinesis-block Micronuclei (MN) in perpherical blood Iymphocytes, with aid of cytochalasin B. Blood samples of 21 laboratory workers and 22 referents matched with respect to age, gender and smoking habits were examined. MN frequency was analyzed in 1000 binucleated cells. There was significant increase in cells with micronuclei (P<0,0001) in laboratory workers (4.7 MN/1,000 cells) in comparison to the matched controls (1.9 MN/1,000 cells).
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-01-26
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.