• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2003.tde-05022021-152651
Documento
Autor
Nome completo
José Damásio de Aquino
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Philippi Júnior, Arlindo (Presidente)
Colacioppo, Sérgio
Eston, Sergio Medici de
Faga, Iracema
Roméro, Marcelo de Andrade
Título em português
Sistemas de gestão da qualidade, de meio ambiente e de segurança e saúde no trabalho: um estudo para o setor químico brasileiro
Palavras-chave em português
Acidentes de Trabalho
ISO 14001
ISO 9000
OHSAS 18001
Setor Químico Brasileiro
Sistemas de Gestão
Resumo em português
Objetivo. A adoção de sistemas de gestão estabelecidos em normas de organismos internacionais pode contribuir para a melhoria dos processos produtivos e dos ambientes externos e internos de trabalho. Nesse sentido, realizou-se estudo para verificar a possibilidade de correlacionar a variação da incidência de acidentes de trabalho no setor químico brasileiro com a expansão da adoção de sistemas de gestão da qualidade, de meio ambiente e de segurança e saúde no trabalho nas empresas desse setor. Métodos. O universo do estudo constitui-se de 677 empresas do setor químico brasileiro. Realizou-se um levantamento das empresas que possuíam sistemas de gestão da qualidade em dezembro de 2001, de meio ambiente e de segurança e saúde no trabalho, certificados com base nas normas ISO 9000, ISO 14001 e BS 8800 / OHSAS 18001, respectivamente. O levantamento foi realizado em algumas bases de dados compiladas por organismos nacionais e nas páginas eletrônicas das empresas na internet. Foram aplicados testes estatísticos para verificar correlações entre certificações e porte das empresas, medido pelo número de funcionários e faturamento no ano de 2000. Resultados. Observou-se que a maioria dos elementos do PPRA são contemplados nos modelos voluntários de sistemas de gestão da qualidade, de meio ambiente e de segurança e saúde no trabalho. O teste χ2 mostrou que, ao se analisarem as empresas, considerando o número de funcionários em 2000, havia diferença significativa (p < 0,001) entre aquelas com sistemas de gestão da qualidade e de meio ambiente certificados e aquelas sem tais sistemas certificados. A mesma análise foi realizada considerando-se o faturamento das empresas em 2000 e o teste não-paramétrico de Wilcoxon mostrou que também havia diferença significativa (p < 0,001) entre as empresas certificadas e as empresas não-certificadas. Observou-se que o número de certificados emitidos no Brasil para sistemas de gestão de segurança e saúde no trabalho alcançava cerca de uma centena em 2002, que 50% deles estavam concentrados em oito empresas do setor químico e que, dentre estes, uma única empresa era responsável por aproximadamente 70% dos certificados emitidos. Conclusões. Verificou-se que há um padrão na adoção de sistemas de gestão: inicialmente a organização adota o sistema de gestão da qualidade, posteriormente adota o sistema de gestão ambiental e, finalmente, o sistema de gestão de segurança e saúde no trabalho. Verificou-se ainda que, a partir dos dados atualmente disponíveis, não é possível correlacionar o crescimento da adoção dos sistemas de gestão da qualidade, de meio ambiente e de segurança e saúde no trabalho com a variação da incidência de acidentes de trabalho no setor químico brasileiro, no período de 1998 a 2001.
Título em inglês
Quality, environmental and safety and health management systems: a study for the Brazilian chemical sector
Palavras-chave em inglês
Brazilian Chemical Sector
ISO 14001
ISO 9000
Management Systems
OHSAS 18001
Work Accidents
Resumo em inglês
Objective. The adoption of management systems established in standards of international organizations can contribute for the improvement of the productive process and the external and internal work environments. The aim was to verify a possible correlation between variation in the incidence of work accidents and adoption' of quality management system, environmental management system and safety and hea1th system at work in Brazilian chemical organizations. Methods. The total of 677 chemical organizations was analyzed. A research was carried out to identify the organizations with quality management system, environmental management system and safety and health system at work certified according to ISO 9000, ISO 14001 and BS 8800/ OHSAS 18001, respectively. Statistical tests were applied to assess the correlation between certification and size of the organizations (number of employees and revenue in 2000). Results. The χ2 test and the nonparametric Wilcoxon test showed that, when the organizations with quality management system and the environmental management system certified were analyzed, there was a significant difference (p < 0,001) between the certified organizations and the not-certified ones, in 2000. It was observed that the number of certificates issued in Brazil for systems of safety and health at work reached approximately a hundred in 2002; 50% from those were concentrated in seven organizations of the chemical sector and only one organization was responsible for 70% of the certificates in the chemical sector. Conclusions. It was concluded that there is pattern in the adoption of management systems: initially the organization adopts the quality management system; then it adopts the environmental management system and finally the system of safety and health at work. From the available data it was not possible to infer that a correlation between adoption of management systems and incidence of work accident exists in the Brazilian chemical sector.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-02-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.