• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-31032020-094418
Documento
Autor
Nombre completo
Valéria Vernaschi Lima
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2000
Director
Tribunal
Santo, Augusto Hasiak (Presidente)
Almeida, Marcio José de
Campos, Gastão Wagner de Sousa
Gomes, Romeu
Tanaka, Oswaldo Yoshimi
Título en portugués
Educação médica: a dimensão social no currículo do curso médico da Faculdade de Medicina de Marília, 1998 e 1999
Palabras clave en portugués
Avaliação de Programas
Currículo
Dimensão Social
Educação Médica
Resumen en portugués
A aprendizagem baseada em problemas, a articulação das dimensões social, biológica e psicológica, e a orientação do currículo para a comunidade constituem os eixos da reforma curricular do curso médico da Faculdade de Medicina de Marília. Essa reforma aponta para uma alternativa ao modelo biomédico. O objetivo desta investigação foi analisar a significação da dimensão social na referida reforma curricular, considerando-se currículo como um processo socialmente construído. Foi conduzida uma avaliação diagnóstica, focalizando-se convergências e divergências em relação aos significados atribuídos ao social nos currículos prescrito, planejado, desenvolvido e avaliado. A abordagem qualitativa foi escolhida a para coleta dos dados. A análise de conteúdo, na modalidade temática, foi aplicada como técnica para a identificação de significados, por meio do uso de métodos quantitativos e qualitativos. A ampliação do modelo biomédico foi a temática encontrada em todos os momentos curriculares analisados, embora a significação da inclusão da dimensão social tenha sido traduzida de formas diferentes na passagem do prescrito para a prática educativa. No currículo prescrito, o social foi significado na gênese do processo saúde-doença e como campo de luta pela vida. No planejado, as condições sociais foram naturalizadas e identificadas como restrições ao manejo das doenças. No currículo desenvolvido, a inclusão da dimensão social na ampliação do modelo biomédico foi considerada polêmica e, no avaliado, o social foi significado tanto a gênese como no manejo das doenças. Entre a intenção e o gesto foram identificadas mediações que representam movimentos de contradição e de reprodução, tanto em relação às concepções da reforma como em relação à pratica tradicional.
Título en inglés
Medical education: a social dimension in the medical course curriculum at Marília Medicai School, 1998 and 1999
Palabras clave en inglés
Curriculum
Education (Medical)
Program Evaluation
Social Dimension
Resumen en inglés
The alternative presented by Marília Medical School to the hegemonic biomedical model was problem-based learning, a community-oriented curriculum and the integration of social, biological and psychological aspects. This research aims at analyzing the social dimension in Marília Medical School medical curriculum. The curriculum was studied as a social built process. Dialectical materialism was the theoretical ground of this dissertation on the relationships among health, education and society. A diagnosis evaluation was carried out in arder to find out the similarities and dissimilarities of the social dimension meanings of the prescribed, planned, developed, and evaluated curricula. Qualitative method was chosen to collect data. Content analysis was used to identify meanings by applying quantitative and qualitative methods. The widening of the biomedical model was the theme in all the moments of the curriculum development. The social dimension was differently understood by teachers and students in the passage from prescribed curriculum to educational practice. In the prescribed curriculum, the social was meaningful in the genesis of the health process and as the field of the fight for life. In the planned curriculum, the social conditions were naturalized and identified as restrictions to the illness management. In the developed curriculum, the inclusion of the social dimension of the biomedical model amplification was considered polemic and in the evaluated curriculum, the social dimension was meaningful in the genesis as well as in the illness management. These mediations reflected contradiction and reproduction movements in relation to the innovative proposal and to the hegemonic practice.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
DR_465_Lima_2000.pdf (13.76 Mbytes)
Fecha de Publicación
2020-03-31
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.