• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
Documento
Autor
Nombre completo
Julio Cesar Rodrigues Pereira
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 1995
Director
Tribunal
Arantes, Gilberto Ribeiro (Presidente)
Almeida, Margarida Maria Mattos Brito de
Penna, Maria Lucia Fernandes
Rozov, Tatiana
Ruffino Netto, Antonio
Título en portugués
Avaliação das doenças chiadoras recorrentes da infância como fator de risco para pneumonia
Palabras clave en portugués
Chiado Recorrente na Infância
Doenças Respiratórias
Infecções Pulmonares
Pneumonia
Risco à Saúde
Resumen en portugués
Comentando-se algumas evidências da literatura e da análise de dados secundários de morbidade e mortalidade, estabelece-se a hipótese de que as doenças chiadoras recorrentes da infância possam constituir-se em fator de risco para o desenvolvimento de infecções pulmonares. Um estudo caso-controle é desenvolvido para testar esta hipótese reunindo 51 casos de pneumonia pareados por sexo e idade a 51 controles sadios e 51 controles doentes não respiratórios. A amostra é colhida entre pacientes do Hospital Universitário da USP sendo condição de entrada para os casos um diagnóstico de pneumonia adquirida na comunidade e livre de tratamento anterior. Os controles são selecionados dentro da mesma clientela entre pacientes com outro diagnóstico e crianças sadias usuárias dos mesmos serviços, identificadas entre acompanhantes de pacientes. Casos e controles são submetidos a idêntica investigação quanto a presença de doença (pneumonia) e de exposição ao fator de risco investigado (doença chiadora recorrente) através de anamnese e exame físico padronizados, realizados independentemente por dois observadores distintos. Ambos os observadores são pediatras designados pelo Departamento de Pediatria do Hospital para esta tarefa e recebem orientação e supervisão para uma observação padronizada. Os dados assim recolhidos são processados em análises estatísticas uni e multivariadas para explorar diferenças entre casos e controles. A amostra estudada resulta constituída por crianças de idade média de 2 anos (com variação entre um mês e sete anos), entre as quais 47 por cento são meninos. O diagnóstico de pneumonia é validado através da aplicação de análise discriminante multivariada das informações relativas a sinais clínicos, encontrando-se uma compatibilidade entre a conclusão clínica e estes sinais da ordem de pelo menos 75 por cento . O diagnóstico de exposição a doença chiadora é validado pela presença de história compatível segundo premissas pré-estabelecidas nos métodos do estudo (diagnóstico de asma e pelo menos um episódio de dispnéia nos últimos 12 meses ou história de chiado recorrente que melhora com medicação e pelo menos dois episódios nos últimos 12 meses) em 40 dos 41 expostos identificados. O questionário de identificação da exposição tem a repitibilidade medida através de sua reaplicação pelo mesmo observador a uma amostra de 20 por cento do total de crianças examinadas. Encontra-se um nível geral de concordância entre a primeira e segunda aplicação do questionário de 76,7 por cento e um índice Kappa de 0,65. A associação entre pneumonia e doença chiadora recorrente é analisada através de regressão logística com controle para todas as variáveis que em análise univariada mostram frequência estatisticamente significante entre casos e controles. Encontra-se que o risco de pneumonia entre crianças expostas a doença chiadora é 7 vezes maior do que entre crianças não expostas, controladas a renda familiar e a situação de aglomeração no quarto de dormir, também identificadas como fatores de risco para pneumonia ("odds ratio" de 5,6 e 2,4 para rendas baixa e média comparadas com renda alta e "odds ratio" de 1,5 para cada pessoa a mais no quarto de dormir). Calcula-se que para a comunidade hospitalar estudada a doença chiadora recorrente represente um risco atribuível para pneumonia entre 33 por cento e 51 por cento , conforme a aplicação de diferentes técnicas de cálculo. Conclui-se que as doenças chiadoras recorrentes da infância constituem-se em importante fator de risco para pneumonia e que seu controle, através da inclusão de assistência sistemática a pacientes com este diagnóstico nos programas de Saúde Pública para o controle de doenças respiratórias da infância, pode ter importante impacto sobre a incidência de pneumonias.
Título en inglés
Evaluation of recurrent wheezing diseases of childhood as a risk factor for pneumonia
Palabras clave en inglés
Health Risk
Lung Disease
Pneumonia
Pulmonary Infections
Recurrent wheezing in Childhood
Resumen en inglés
Taking into account some evidences from the literature and from analysis of available data, a hyphothesis that childhood wheezing diseases are related to pneunomia is established. A case-control study is designed to test this hypothesis taking 51 cases of pneumonia matched by sex and age to 51 healthy and 51 non-respiratory controls. The sample is drawn from patients of the "Hospital Universitário da USP". Entry condition for cases is to bear a community acquired pneumonia free of previous treatment and for controls is to be custommer of the same health services. Cases and controls are equally investigated with regards to the presence of pneumonia and history of wheezing diseases, investigation being conducted by two independent observers. Both are paediatricians selected by the Hospital Paediatric Department and are dully trained and supervised as to assure a standardized observation. Data are processed in oneway and multivariate statistical analyses to explore diferences between cases and controls. The sample studied comprises children aged 2 years in average (range between one month and seven years) and male subjects account for 47 per cent of the total. The diagnosis of pneumonia is validated through multivariate discriminant analysis which shows that clinical opinion is compatible to clinical signs in at least 75 per cent of the cases. The clinical conclusion of presence of wheezing disease is found compatible to previously defined criteria in 40 out of 41 patients. Repeatability of such information is assessed by re-aplication of the questionnaire for wheezing disease investigation to a sample of 20 per cent of the total number of children, which is carried out by the same observer of the first interview. An overall agreement of 76.7 per cent and a Kappa of 0.65 is found. Association between pneumonia and wheezing disease is analysed through logistic regression controlling the effects of all variables which have shown statistically significant differences between cases and controls. It is found that children who bear a wheezing disease have a risk to pneumonia which is 7 times greater than those who do not, allowing for socioeconomic status and bedroom crowding, both also risk fators: odds ratio of 5.6 and 2.4 for low and medium family income as opposed to high income and odds ratio of 1.5 for each increase of one person in bedroom.Derived from different techniques, an attributable risk for wheezing disease ranging from 33 per cent to 51 per cent is calculated. It is concluded that wheezing diseases of childhood are an important risk factor to pneumonia and that its control, by means of regular medical assistance of patients being included among the items of current public health programmes, should result in an important effect over the frequency of pneumonia.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-10-24
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.