• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.6.2004.tde-09042021-090212
Documento
Autor
Nome completo
Rute Maria Gonçalves de Andrade
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Galati, Eunice Aparecida Bianchi (Presidente)
Costa, Antonio Ismael Paulino da
Napp, Dilma Solange
Natal, Délsio
Vanin, Sergio Antonio
Título em português
Filogenia das espécies de Lutzomyia França, 1924 (Diptera, Psychodidae, Phlebotominae)
Palavras-chave em português
Leishmaniose
Lutzomyia s. str
Phlebotominae
Sistemática Filogenética
Resumo em português
Flebotomíneos são insetos da ordem Diptera, família Psychodidade, subfamília Phlebotominae, cujo hábito hematofágico das fêmeas determina a importância das espécies para a saúde pública, uma vez que muitas são reconhecidas como vetores de leishmanioses e bartonelose, e como hospedeiras de diversos microorganismos incluindo arbovírus. Até o momento, mais de 800 espécies foram descritas, 464 delas endêmicas da região Neotropical e cerca de 40 identificadas como capazes de transmitir Leishmania Ross, 1903 (Kinetoplastida, Trypanosomatidae). Frente a essa diversidade, ampla distribuição geográfica e importância, classificações para o grupo, baseadas principalmente em caracteres morfológicos internos e externos, vêm sendo propostas por diversos autores que têm divergido quanto a considerar um menor ou maior número de gêneros ou categorias supra e subgnéricas. Na maioria dos sistemas de classificação o gênero Lutzomyia França, 1924 é considerado o mais importante da América, pois embora sua composição de espécies seja variável em cada uma delas, sempre estão presentes, nesse táxon, vetores de leishmaniose visceral e tegumentar. Assim sendo, foi feita análise cladística de 63 espécies de Lutzomyia com matriz composta por 63 caracteres polarizados segundo o método de comparação com o grupo externo. Como grupo externo utilizaram-se 19 táxons de outros gêneros de Phlebotominae e de Bruchomyiinae. O cladograma obtido revelou que Lutzomyia é monofilético e que contém apenas dois subgrupos monofiléticos considerados como os subgêneros Lutzomyia s. str. e Helcocyrtomyia. Uma classificação para o gênero é proposta. A topologia do cladograma é mostrada em notação parentética: (((L. ischnacantha (L. bifoliata ((L. souzalopesi ((L. gaminarai ((L. alencari (L. cruzi. L. ischyracantha)) (L. longipalpis L. pseudolongipalpis)))) (L. dispar (L. lichyi ((L. castroi (L. amarali L. caligata)) (L. falcata (L. cruciata (L. gomezi ((L. diabolica (L. marinkellei (L. evangelistai (L. carvalhoi (L. spathotrichia (L. araracuarensis L. legerae)))))) (L. flabellata L. sherlocki))))))))))) (L. bicornuta (L. battistinii (L. forattinii (L. almerioi (L. cavernicola L. renei)))))) ((L. pallidithorax ((L. pescei (L. osornoi (L. tejadai (L. galatiae.(L quillabamba ((L. caballeroi. (L. castanea (L. larensis, ((L. ceferilloi,L. herreri),(L. munaypata L. rispaili))))) (L. strictivilla,(L. wattsi (L. gonzaloi (L. hartmanni (L. kirigetiensis (L. sanguinaria (L. sp de Pichinde (L. cirrita (L. scorzai, (L. tortura (L. guderiani (L. adamsi,L. monzonensis)))))))))))))))))) (L. ayacuchensis L. peruensis))) (L. blancasi (L. chavinensis L. noguchii)).
Título em inglês
Phylogenetic analysis of Lutzomyia França, 1924 genus (Diptera, Psychodidae, Phlebotominae)
Palavras-chave em inglês
Leishmaniasis
Lutzomyia s. str
Phlebotominae
Phylogenetic Systematic
Resumo em inglês
Phlebotomines are insects from the Diptera order, Psychodidade family, Phlebotominae subfamily, whose haematophagous habit of the females determines the species importance for public health, once many are recognized both as leishmaniasis and bartonelose vectors, and also as hostesses for several microorganisms, including arbovirus. So far, more than 800 species have been described, 464 of wich are endemic in the Neotropical region and about 40, identified as transmiters of Leishmania Ross, 1903 (Kinetoplastida, Trypanosomatidae). Considering such diversity, wide geographical distribution and importance, classifications have been proposed by several authors, based on internal and external morphological characters. These authors have diverged about the number of genders informal categories. In the majority of the classification systems, Lutzomyia França, 1924 is considered the most important in America, because, although the species composition is variable, visceral and tegumentar leishmaniasis vectors are always present in this taxon. Thus, a cladistic analysis of 63 Lutzomyia's species was performed, using 63 polarized characters. As outgroup, it has been used 19 species of other Phlebotominae's genus and Bruchomyiinae subfamily. The analysis of the cladogram has shown that Lutzomyia is monophyletic and contains two monophyletics subgroups, which can be considered as the subgenus Lutzomyia s. str. and Helcocyrtomyia. A classification to Lutzomyia genus is proposed. The cladogram topology is presented in parenthetic notation (((L. ischnacantha (L. bifoliata ((L. souzalopesi ((L. gaminarai ((L. alencari (L. cruzi. L. ischyracantha)) (L. longipalpis L. pseudolongipalpis)))) (L. dispar (L. lichyi ((L. castroi (L. amarali L. caligata)) (L. falcata (L. cruciata (L. gomezi ((L. diabolica (L. marinkellei (L. evangelistai (L. carvalhoi (L. spathotrichia (L. araracuarensis L. legerae)))))) (L. flabellata L. sherlocki))))))))))) (L. bicornuta (L. battistinii (L. forattinii (L. almerioi (L. cavernicola L. renei)))))) ((L. pallidithorax ((L. pescei (L. osornoi (L. tejadai (L. galatiae.(L quillabamba ((L. caballeroi. (L. castanea (L. larensis, ((L. ceferilloi,L. herreri),(L. munaypata L. rispaili))))) (L. strictivilla,(L. wattsi (L. gonzaloi (L. hartmanni (L. kirigetiensis (L. sanguinaria (L. sp de Pichinde (L. cirrita (L. scorzai, (L. tortura (L. guderiani (L. adamsi,L. monzonensis)))))))))))))))))) (L. ayacuchensis L. peruensis))) (L. blancasi (L. chavinensis L. noguchii)).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-04-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.