• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.6.2011.tde-07102011-113848
Documento
Autor
Nombre completo
Érika Dionizio
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2011
Director
Tribunal
Cesar, Chester Luiz Galvao (Presidente)
Barros, Marilisa Berti de Azevedo
Wunsch Filho, Victor
Título en portugués
Realização do exame de Papanicolau em mulheres com 20 anos ou mais: Inquérito de Saúde de base populacional no Município de São Paulo - 2008
Palabras clave en portugués
Esfregaço Vaginal
Inquéritos Epidemiológicos
Neoplasias do Colo do Útero
Saúde da Mulher
Resumen en portugués
Introdução: O câncer do colo do útero é uma das neoplasias malignas mais frequentes, particularmente nos países em desenvolvimento e, sobretudo nos grupos com maior vulnerabilidade social. As estimativas de incidência e mortalidade tendem para a redução, porém em ritmo lento. Vários são os fatores de risco identificados, no entanto, apresenta um dos mais altos potenciais de prevenção e cura. A estratégia utilizada para a detecção precoce é o exame de Papanicolaou. Inquéritos de base populacional representam oportunidades únicas para a obtenção de informações que possibilitam avanço no conhecimento das condições de vida e saúde da população e para a formulação e avaliação de políticas sociais de saúde. Objetivo: Analisar a realização do exame de Papanicolaou segundo variáveis socioeconômicas, demográficas, de estilo de vida, estado de saúde e o uso de serviços de saúde das mulheres com 20 anos ou mais de idade, residentes no município de São Paulo, Brasil. Métodos: Estudo transversal de base populacional, com dados obtidos através do Inquérito de Saúde no Município de São Paulo ISA Capital, 2008, em amostra composta por 1.236 mulheres com 20 anos ou mais. Considerou-se a prevalência do exame realizado nos últimos 3 anos que antecederam à entrevista. Para as análises estatísticas foi utilizado o módulo survey do programa Stata 10.0. O modelo de regressão de Poisson foi aplicado para verificar associações mais precisas da realização do exame com as variáveis estudadas. A confidencialidade foi garantida. Resultados: As associações estatisticamente significantes encontradas foram: idade (20 a 29 anos), ser casada ou ter companheiros, escolaridade (12 anos), tabagismo (exfumantes), mulheres que possuíam exame clínico das mamas e plano de saúde. O Sistema Único de Saúde foi responsável por 39,2 por cento dos exames de Papanicolaou realizados. O motivo referido para a não realização do exame mais frequente foi não era necessário/sou saudável. Discussão: Ao considerar a realização do exame conforme recomendada pelo Ministério da Saúde, seria esperada cobertura de Papanicolaou superior à observada. Em termos de condições socioeconômicas, as associações com renda e atividade remunerada não permaneceram no modelo final, sugerindo equidade social na realização do exame. Entretanto, os serviços de saúde devem criar estratégias que ampliem o acesso às populações mais vulneráveis proporcionando maior conhecimento e envolvimento da população na incorporação das práticas preventivas do câncer do colo do útero, oferecendo um atendimento de maior qualidade a todas as mulheres, sobretudo, as SUS dependentes. Considerações Finais: Para o êxito do programa de rastreamento, deve-se priorizar a capacitação dos profissionais de saúde, a qualidade dos exames, a garantia do seguimento e tratamento dos casos e o estabelecimento de intervenções mais humanizadas e equitativas na utilização dos serviços de saúde do SUS
Título en inglés
Realization of the Pap smear in women aged 20 or over: Health Survey population based in São Paulo 2008
Palabras clave en inglés
Health Surveys
Uterine Cervical Neoplasms
Vaginal Smears
Womens Health
Resumen en inglés
Introduction: Cervical cancer is one of the most frequent malignancies, particularly in developing countries and especially in groups with higher social vulnerability. Estimates of incidence and mortality tend to decrease but at a slow pace. Several risk factors are identifies, however, shows one of the highest potential for prevent and cure. The strategy used for early detection is the Pap smear. Population-based surveys represent unique opportunities to obtain information to enable an advance in knowledge of living conditions and population health and for the formulation and evaluation of welfare policies. Objective: To analyze the performance of Pap smears according to socioeconomic variables, demographic, lifestyle, health status and use of health services for women aged 20 or older, residing in São Paulo, Brazil. Methods: Cross-sectional population-based data obtained from the Survey of Health in São Paulo - ISA Capital, 2008, in a sample of 1,236 women aged 20 years or more. We considered the prevalence of the examination in the last three years prior to the interview. For statistical analysis we used the survey module in Stata 10.0. The Poisson regression model was applied to assess associations more precise examination carried out with the variables. Confidentiality was guaranteed. Results: Statistically significant associations were found: age (20 to 29 years old), be married or have partners, education ( 12 years), smoking (former smokers), women who had a clinical breast exam and health plan. The Unified National Health System was responsible for 39,2 per cent of the reported Pap smears. The most frequent reported reason for not undergoing the test was "not necessary / I'm healthy." Discussion: When considering the test as recommended by the Ministry of Health, Pap smear coverage would be expected higher than that observed. In terms of socioeconomic conditions, the association with income and remunerated activity did not remain in the final model, suggesting an social equity in the exam. However, health services should develop strategies to increase access to vulnerable populations by providing greater knowledge and involvement of the population in the incorporation of preventive practices of cancer of the cervix, providing a higher quality care to all women, mainly the SUS dependent. Final considerations: For the success of the screening program, one should prioritize the training of health professionals, the quality of examinations, ensuring the monitoring and treatment of cases, and the establishment of more humane and equitable interventions at use of SUS´s health services
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
ErikaDionizio.pdf (3.79 Mbytes)
Fecha de Publicación
2011-10-19
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.