• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.6.2014.tde-06102014-082146
Documento
Autor
Nombre completo
Tatiane Kosimenko Ferrari
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2014
Director
Tribunal
Cesar, Chester Luiz Galvao (Presidente)
Benseñor, Isabela Judith Martins
Marchioni, Dirce Maria Lobo
Título en portugués
Estilo de vida saudável em São Paulo
Palabras clave en portugués
Alcoolismo
Atividade Física
Consumo Alimentar
Doenças Cardiovasculares
Estilo de Vida
Hábito de Fumar
Resumen en portugués
Estudos epidemiológicos têm comprovado a associação que as doenças cardiovasculares mantêm com um conjunto relativamente pequeno de fatores de risco modificáveis, como o tabagismo, o consumo de álcool, a dieta inadequada e a inatividade física. Objetivos: Analisar o estilo de vida saudável e não saudável da população adolescente, adulta e idosa do município de São Paulo, de acordo com as variáveis demográficas, socioeconômicas e com a quantidade e o tipo de domínios não cumpridos. Métodos: Trata-se de estudo transversal, de base populacional, realizado em 2008 e que utilizou dados do Inquérito de Saúde do Município de São Paulo (ISA-Capital 2008). As informações foram obtidas por meio de um questionário estruturado e entrevistas domiciliares realizadas por pessoas treinadas e supervisionadas durante toda a realização do inquérito. A população do estudo foi obtida por amostragem probabilística complexa, por conglomerados, em dois estágios: setores censitários e domicílios. Das 3271 pessoas entrevistadas, 1652 indivíduos adolescentes (1219; =15,3 anos), adultos (2059; =38,7 anos) e idosos (60 ou mais; =70,8 anos) de ambos os sexos possuíam dados de avaliação da atividade física, tabagismo, consumo alimentar, consumo abusivo e dependência de álcool. O estilo de vida foi determinado pela avaliação de cinco domínios: atividade física, consumo alimentar, tabagismo, consumo abusivo e dependência de álcool, de acordo com as respectivas recomendações. Os indivíduos foram classificados em: estilo de vida saudável ou não saudável. Aqueles classificados como não saudável também foram categorizados de acordo com a quantidade e o tipo de domínios não cumpridos. Foram calculadas as estimativas de prevalência e o teste qui-quadrado, com p<0,05. Resultados: A prevalência de estilo de vida saudável foi de 36,9 por cento entre os idosos, 15,4 por cento entre os adultos e 9,8 por cento entre os adolescentes (p=0,000). Entre os idosos (p=0,0001) e adultos (p=0,0015), o sexo feminino teve uma prevalência maior de estilo de vida saudável, quando comparado com o sexo masculino. Nos adultos, houve uma diferença na escolaridade em anos de estudo, sendo maior para 12 anos ou mais (p=0.0019); e na morbidade de 15 dias, sendo maior entre os que referiram morbidade (p=0,0006). Entre os indivíduos com estilo de vida não saudável, 51,5 por cento dos idosos, 32,2 por cento dos adultos e 57,9 por cento dos adolescentes não cumpriram um domínio, sendo que não atingiram a recomendação para uma dieta adequada. Conclusões: A prevalência de estilo de vida saudável foi maior entre os idosos, seguida pelos adultos e adolescentes. Entre os idosos e os adultos, o estilo de vida saudável foi maior no sexo feminino do que no sexo masculino. Em todas as faixas etárias, o consumo alimentar foi o principal domínio responsável pelo estilo de vida não saudável neste município, evidenciando a importância de estratégias de intervenção para a promoção do estilo de vida saudável e, principalmente, da dieta adequada.
Título en inglés
Healthy lifestyle in Sao Paulo
Palabras clave en inglés
Alcoholism
Cardiovascular Diseases
Food Consumption
Life Style
Physical Activity
Smoking
Resumen en inglés
Background: Epidemiological studies have confirmed the association that cardiovascular disease maintain with a relatively small cluster of modifiable risk factors, like smoking, alcohol consumption, poor diet and physical inactivity. Objective: To analyze the healthy and unhealthy lifestyle of adolescents, adults and elderly population in São Paulo city, according to demographic and socioeconomic variables, and according to the number and type of no met domains. Methods: It is a cross-sectional study, population-based, conducted in 2008, which used data from the Health Survey of São Paulo (ISA Capital - 2008). The information was obtained through a structured questionnaire and household interviews conducted by trained and supervised people during the whole survey. The study population was obtained by complex probability sampling, by clusters, in two stages: census tracts and household. From 3271 surveyed people, 1652 adolescents (1219; =15.3 years), adults (2059; =38.7 years) and elderly (60 or more; =70.8 years) subjects of both sexes had data for assessment of physical activity, smoking, dietary intake, alcohol abuse and alcohol dependence. The lifestyle was determined by the valuation of five domains: physical activity, smoking, dietary intake, alcohol abuse and alcohol dependence, according to the respective recommendations. The subjects were classified as healthy or unhealthy lifestyle. Those classified as unhealthy lifestyle were also categorized according to the number and type of no met domains. The prevalence estimates and the chi-square were calculated, with p<0.05. Results: The prevalence of healthy lifestyle was 36.9 per cent among the elderly, 15.4 per cent among the adults and 9.8 per cent among adolescents (p=0.000). Among the elderly (p=0.0001) and adults (p=0.0015), females had a higher prevalence of healthy lifestyle when compared with males. In adults, there was a difference in education in years of study, higher for 12 or more years (p=0.0019); and in morbidity of 15 days, higher among those who reported morbidity (p=0.0006). Among individuals with unhealthy lifestyle, 51.5 per cent of elderly, 32.2 per cent of adults, and 57.9 per cent of adolescents have not served one domain, which have not attained the recommendation for an adequate diet. Conclusions: The prevalence of healthy lifestyle was higher among elderly, followed by adults and adolescents. Among elderly and adults, the healthy lifestyle was higher in females than males. In all age groups, food intake was the main domain responsible for the unhealthy lifestyle in this city. It shows the importance of intervention strategies to promote healthy lifestyle and, especially, the proper diet.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-10-15
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.