• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2013.tde-03072013-142625
Documento
Autor
Nome completo
Naiá Ortelan
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Souza, Jose Maria Pacheco de (Presidente)
Augusto, Rosangela Aparecida
Gimeno, Suely Godoy Agostinho
Título em português
Fatores sociodemográficos e proporção de crianças que deixam de ter baixo peso para idade, em programa governamental de distribuição de leite fortificado, nas idades de 6 a 23 meses
Palavras-chave em português
Baixo Peso para Idade
Fatores Sociodemográficos
Programa de Distribuição de Leite Fortificado
Regressão Logística Múltipla
Resumo em português
INTRODUÇÃO: É importante que programas de intervenção nutricional sejam avaliados. Estudo anterior mostrou que o Projeto Vivaleite, programa de distribuição de leite fortificado no Estado de São Paulo, é efetivo quando se comparam as médias dos escores z do indicador de peso para idade (P/I) de crianças ainda fora do programa com as crianças no programa, na faixa etária de 6 a 23 meses, independentemente de variáveis sociodemográficas. OBJETIVO: Estudar a associação entre fatores sociodemográficos e a proporção de crianças que deixam de ter baixo P/I, nas idades de 6 a 23 meses, durante sua participação, no período de janeiro/2003 a setembro/2008, em programa governamental de distribuição de leite fortificado. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectiva com dados de 327 crianças residentes no interior do Estado de São Paulo que ingressaram, aos seis meses de idade, com baixo P/I (escore z P/I <-2) no Vivaleite. Foram selecionadas as seguintes variáveis: a) Resposta: baixo P/I, indicadora da situação de baixo P/I (escore z P/I < -2) apresentado pela criança durante as pesagens após a criança ingressar no programa (dicotômica, sim=0|não=1); b) Explanatórias: aleitamento materno (não recebe=0|recebe=1), condição conjugal da mãe (sem companheiro=0|com companheiro=1), idade materna (adolescente=0|não adolescente=1), peso ao nascer (contínua: 1400g a 4400g), sexo (masculino=0|feminino=1), situação de trabalho materno (não trabalha=0|trabalha=1), escolaridade materna (0-4 anos=1|5-8anos=2|9 anos ou mais=3), idade da criança na pesagem (contínua: 6 a 23 meses). Foram realizadas modelagens com regressão logística e regressão logística múltipla mista, esta última para ajuste de observações repetidas da mesma criança, usando a variável de identificação de cada criança. O processamento foi realizado com o pacote Stata 10.1. RESULTADOS: A categoria da variável que se associou positivamente ao ganho de peso das crianças foi não receber aleitamento materno (OR=0,20, p=0,001), ter um maior peso ao nascimento (OR=1,0011; p=0,022), além da maior idade da criança na pesagem (OR=1,20; p=0,001). As variáveis que não se associaram estatisticamente com o ganho de peso das crianças foram: condição conjugal da mãe (com companheiro: p=0,972), idade materna (não adolescente: p=0,935), sexo (feminino: p=0,805), situação de trabalho materno (trabalha: p=0,235) e escolaridade materna (5-8 anos: p=0,965; 9 anos ou mais: p=0,828). CONCLUSÃO: Os fatores associados positivamente à maior proporção de crianças que deixaram a condição de baixo P/I foram não receber aleitamento materno ao ingressar no programa e ter um maior peso ao nascimento, além da maior idade da criança na pesagem
Título em inglês
Sociodemographic factors and proportion of children who stop having low weight for age in program government distribution of fortified milk in ages 6-23 months.
Palavras-chave em inglês
Fortified Milk Distribution Program
Low Weight-for-Age
Mixed Logistic Regression
Sociodemographic Factors
Resumo em inglês
BACKGROUND: It is important that nutritional intervention programs are evaluated. A previous study showed that the Project Vivaleite, a fortified milk distribution program in the State of São Paulo, is effective when comparing the means of weight-for- age z scores indicator of children aged 6 to 23 months out of the program with the children in the program, independently of sociodemographic variables. OBJECTIVES: To study the associations between sociodemographic factors and the proportion of children who no longer have low weight-for-age, in the ages of 6 to 23 months, while participating, in the period from September/2008 to January/2003, in the government program of fortified milk distribution. METHODS: Prospective cohort study with data from 327 children residents of the State of São Paulo who joined the Vivaleite at six months of age, with low weight-for-age (z score weightfor-age < -2). The following variables were selected: a) outcome variable: low weight-for-age, indicative of the situation of low weight-for-age presented by the child after joining the program (dichotomous, yes=0|no=1); b) independent variables: breastfeeding when entering the program (not receive=0|receive=1), mothers marital status (no partner=0|with partner=1), maternal age (teenager=0|no teenager=1), birth weight (continuous: 1400 to 4400 grams), gender (male=0|female=1), maternal job status (does not work=0|works=1), maternal education (0-4 years|5-8 years| 9 or more years), age of the child at each weighing occasion (continuous: 6 to 23 months). Logistic regression and mixed multiple logistic regression were done, the last in order to adjust for repeated observations of the same child, using the variable that identifies each one. Processing was carried out with software Stata 10.0. RESULTS: The category of the variable that was positively associated with the weight gain of the children was not receiving breastfeeding (OR=0,20, p=0,001), have a higher birth weight (OR=1,0011; p=0,022), and the higher age of the child at weighing (OR=1,20; p=0,001). The variables that were not statistically associated with weight gain were: mothers marital status (no partner: p=0,972), maternal age (no teenager: p=0,935), gender (female: p=0,805), maternal job status (works: p=0=235) and maternal education (5-8 years: p=0,965; 9 or more years: p=0,828). CONCLUSION: Factors positively associated with a greater proportion of children who have left the condition of low weight-for-age were not receiving breastfeeding when joining the program, having a higher birth weight and higher age of the child at weighing
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
NaiaOrtelan.pdf (4.01 Mbytes)
Data de Publicação
2013-07-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.