• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.59.2021.tde-23042021-103744
Documento
Autor
Nombre completo
Lilian Regiane de Souza Costa Dalpino
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2021
Director
Tribunal
Barbieri, Valeria (Presidente)
Tachibana, Miriam
Amparo, Deise Matos do
Lelé, Álvaro José
Santeiro, Tales Vilela
Santos, Manoel Antonio dos
Título en portugués
Psicodinâmica familiar e características de personalidade de pais, mães e filhas obesas
Palabras clave en portugués
Família
Obesidade
Psicanálise
Psicodiagnóstico
Relações familiares
Resumen en portugués
O aumento exponencial do número de indivíduos obesos e das graves patologias associadas à obesidade faz com que ela seja considerada um dos maiores problemas de saúde pública da atualidade. Considera-se que o desenvolvimento e manutenção do excesso de peso têm origem multifatorial. As relações familiares e a personalidade dos pais são apontadas como fatores envolvidos na etiologia desse quadro. Porém são raros os estudos que abordam aspectos psicológicos e familiares que contribuem para o surgimento da Obesidade, com a produção científica se concentrando principalmente nos componentes biológicos e nos hábitos alimentares da família. Diante dessa lacuna, o presente estudo visa contribuir para o aprofundamento da compreensão das características de personalidade na obesidade, sob o prisma da psicanálise winnicottiana. Com base nesses pressupostos, este estudo objetivou investigar, por meio de uma avaliação psicológica empregando procedimentos projetivos, as características de personalidade de pais, mães e filhas obesas e os relacionamentos que eles entretêm, buscando identificar possíveis relações entre esses elementos e o favorecimento do quadro. Participaram do estudo cinco jovens do sexo feminino, entre 12 e 25 anos, que apresentavam obesidade com IMC entre 35kg/m² e 40 kg/m², vinculadas a um serviço de saúde pública especializado no tratamento da obesidade, e seus respectivos pais e mães. Os instrumentos utilizados para a coleta dos dados foram: (1) Roteiro de Entrevista Semiestruturada; (2) Questionnaire for Eating Disorder Diagnosis (Q-EDD); (3) Teste de Rorschach; (4) Procedimento de Desenhos de Família com Estórias (DF-E). Os dados obtidos foram analisados com base nas diretrizes dos instrumentos. Foi elaborada uma síntese psicodiagnóstica para cada um dos participantes. Posteriormente, foi realizada a articulação dos dados do pai, da mãe e da filha em cada família, resultando em uma síntese do grupo familiar. Em seguida, foi realizada uma síntese psicodiagnóstica de todas as filhas, uma de todas as mães e outra de todos pais. Finalmente, os dados dessas sínteses foram articulados em uma avaliação cruzada geral das tríades, que foram discutidos com a literatura da área. Os dados encontrados evidenciaram relações familiares marcadas pelo distanciamento afetivo. A maioria dos participantes evidenciou angústia de castração, que leva à repressão maciça das pulsões sexuais. As mães demonstraram maior controle lógico dos afetos, enquanto pais e filhas apresentaram menos sucesso nessa empreitada, o que promove a acentuação da angústia. Insatisfeitos, recorrem a defesas menos elaboradas e a integração dos afetos se torna ainda mais distante. Na busca por reequilíbrio, os pais se distanciam e usam defesas falso-self, o que dificulta o exercício da função de interdição. Jás as filhas demonstraram regressão à oralidade. As mães, ao reprimirem suas vivências afetivas, oferecem um cuidado pautado no alimento concreto. Observa-se que as filhas, numa posição regredida, apresentam uma busca voraz por amparo materno via o alimento oferecido pela mãe, enquanto a última projeta na filha suas insatisfações, criando um vínculo de dependência entre elas. A estreita relação entre mãe e filha concorda com o afastamento paterno. Dessa forma, os sintomas das filhas auxiliam toda a famíla no afastamento dos conteúdos pulsionais, sendo alimentados por todos. Os resultados revelam que a avaliação e a inclusão da família no tratamento da obesidade podem colaborar para a melhor compreensão da natureza das dificuldades psicológicas dos membros que se encontram subjacentes ao quadro da obesidade da filha.
Título en inglés
Family psychodynamics and personality characteristics of obese fathers, mothers, and daughters
Palabras clave en inglés
Family
Family relations
Obesity
Psychoanalysis
Psychodiagnosis
Resumen en inglés
The exponential increase in the number of obese individuals and the severe pathologies associated with obesity makes it one of the greatest public health problems of today. The development and maintenance of overweight are considered to have a multifactorial origin. The etiology of this condition points to family relationships and the personality of parents as being contributing factors. However, studies addressing psychological and family aspects that contribute to the onset of Obesity are rare, with scientific production focusing mainly on biological components and eating habits of the family. Confronting this gap, this study aims to contribute to the understanding of the personality characteristics of obese girls, fathers and mothers from a Winnicottian psychoanalysis viewpoint. Based on these assumptions, this study aimed to investigate, through a psychological evaluation using projective methods, the personality characteristics of obese fathers, mothers, and daughters and the relationships they form, seeking to identify possible interactions between these elements and the support for this scenario. Five young women, between 12 and 25 years of age, who presented obesity with a BMI between 35 kg/m² and 40 kg/m², linked to a public health service specialized in the treatment of obesity, and their respective fathers and mothers participated in the study. The tools used to collect the data were: (1) Semi-structured Interview Script; (2) Questionnaire for Eating Disorder Diagnosis (Q-EDD); (3) The Rorschach Method; (4) The Drawing-of- Family-and-Story Procedure (DF-E). Based on the data derived from the application of these tools, a psychodiagnostic synthesis was formulated for each of the participants. Subsequently, the data of the father, mother, and daughter in each family were gathered, resulting in a synthesis of the family group. Then, a psychodiagnostic synthesis of all the daughters, mothers, and fathers was produced. Finally, the data of all the families were cross-examined taking into account the literature in the area. The data found revealed family relationships marked by affective distance. Most of the participants exhibited castration anxiety, which leads to massive repression of sexual impulses. Mothers demonstrated greater logical control of affection, while fathers and daughters were less successful in this undertaking leading to the accentuation of the distress. Unsatisfied, they resort to less elaborate defenses; therefore, the integration of affections becomes even more estranged. In the search for readjustment, parents distance themselves from relationships exhibiting the use of false self defenses, which difficult the exercise of the interdiction function. While the daughters have shown regression to orality. The mothers, repressing their affective experiences, offer care based on concrete food. As observed, the daughters play a regressive role by voraciously searching for maternal support through the food offered by the mother, while the latter projects her dissatisfactions on the daughter, creating a bond of dependence between both. The close relationship between mother and daughter agrees with the father's withdrawal. Thus, the daughters' symptoms help the whole family in the repression of the drive contents, being fed by all. The results show that the evaluation and inclusion of the family in the treatment of obesity can contribute to a more thorough understanding of the nature of the psychological strain of the members underlying the context of obesity of the daughter, contributing to the elaboration of therapies more suitable to the needs of the group.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Liberación
2023-04-23
Fecha de Publicación
2021-05-20
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.