• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.59.2021.tde-08032021-110846
Documento
Autor
Nome completo
Breno César de Almeida da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2021
Orientador
Banca examinadora
Cardoso, Érika Arantes de Oliveira (Presidente)
Risk, Eduardo Name
Rissi, Maria Rosa Rodrigues
Título em português
Lutos vivenciados por esposas de pacientes convivendo com um câncer
Palavras-chave em português
Espiritualidade
Família
Luto
Neoplasias
Relações maritais
Resumo em português
A doença oncológica vulnerabiliza toda a família, em especial o membro cuidador. O objetivo deste estudo foi compreender as vivências de esposas cujos maridos estão em tratamento para o câncer hematológico, sob a luz da teoria do luto antecipatório. Foi realizado um estudo qualitativo, transversal, com dez esposas, com idades entre 25 e 63 anos. Utilizou-se roteiro de entrevista semiestruturada e formulário sociodemográfico. O material transcrito foi submetido à análise temática reflexiva. Constatou-se que o diagnóstico suscitou sentimentos ambivalentes nas esposas, provocou perdas e necessidade de rearranjos familiares. A fé foi a principal estratégia adotada para enfrentamento e aceitação da doença, juntamente ao do apoio de familiares, amigos e da equipe multidisciplinar. Conclui-se que o adoecimento do marido desencadeou necessidade de aprender novas habilidades e que a experiência de sofrimento foi vivenciada como oportunidade de ressignificação da vida. Esta pesquisa foi realizada com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Título em inglês
Mourning experienced by patients' wives living with cancer
Palavras-chave em inglês
Family
Marital relations
Mourning
Neoplasms
Spirituality
Resumo em inglês
The oncological disease makes the whole family vulnerable, especially the caregiving member. The objective of this study was to understand the experiences of wives whose husbands are being treated for hematological cancer, in the light of the theory of anticipatory grief. A qualitative, cross-sectional study was carried out with ten wives, aged between 25 and 63 years. A semi-structured interview script and a sociodemographic form were used. The transcribed material was subjected to reflective thematic analysis. It was found that the diagnosis caused ambivalent feelings in the wives, caused losses and the need for family rearrangements. Faith was the main strategy adopted to face and accept the disease, coupled with the support of family, friends and the multidisciplinary team. It was concluded that the husband's illness triggered the need to learn new skills and that the experience of suffering was experienced as an opportunity to re-signify life. This research was carried out with the support of the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel (CAPES).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-03-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.