• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.59.2017.tde-02102020-003142
Documento
Autor
Nombre completo
Mariana Vannuchi Tomazini
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2017
Director
Tribunal
Silva, Lucy Leal Melo (Presidente)
Angelo, Luciana Ferreira
Oliveira, Manoela Ziebell de
Ribeiro, Marcelo Afonso
Título en portugués
Construção da carreira em surfistas profissionais brasileiros
Palabras clave en portugués
Carreira esportiva
Carreira no surfe
Construção de carreira
Surfe de alto rendimento
Surfista profissional
Resumen en portugués
Com a progressiva profissionalização e espetacularização do esporte de alto rendimento, houve um crescimento significativo do interesse acadêmico sobre a construção da carreira esportiva nas diferentes modalidades, incluindo o surfe, objeto deste estudo. Há escassez na produção científica nacional e internacional sobre carreira esportiva no surfe e este estudo objetiva analisar e descrever a atuação profissional e a construção da carreira do atleta de surfe de alto rendimento no Brasil. Tratase de uma investigação qualitativa, no formato de análise temática com categorias definidas a priori, a partir da Teoria Desenvolvimentista de Carreira, da Teoria de Construção de Carreira e de estudos sobre carreira esportiva da Psicologia do Esporte, literatura esta que também embasou a análise de dados neste estudo. Colaboraram com esta pesquisa seis participantes do sexo masculino: quatro atletas que atuam profissionalmente com o surfe, entre 15 e 28 anos e dois profissionais com atuação relacionada à organização e ao desenvolvimento do surfe de alto rendimento no Brasil, entre 44 e 52 anos. Os dados foram obtidos por entrevistas semiestruturadas e analizados em eixos, categorias e subcategorias temáticos. Os resultados evidenciam que não há atuação sistêmica das entidades nacionais e internacionais na gestão do surfe, nem regulamentação da profissão. A atuação como surfista caracteriza uma carreira globalizada, informal, precarizada e dinâmica e sua construção demanda adaptabilidade e resiliência. Atualmente há falta de investimento financeiro no surfe profissional brasileiro, o que reduz as oportunidades de atuação e influencia na progressão da carreira, de modo que o Brasil tem atuado mais na exportação do que no desenvolvimento de talentos. A iniciação e profissionalização no surfe foram facilitadas por fatores sociais, pessoais e ambientais, com ênfase na alta motivação intrínseca para a prática da modalidade, que compreendeu um importante fator motivacional e de proteção na contrução da carreira e no enfrentamento de adversidades. Os estágios de desenvolvimento esportivo e de carreira e as transições normativas foram experienciadas com precocidade, incluindo processos precoces de especialização esportiva, profissionalização e transição para o âmbito mundial de competição, além da antecipação dos maxiciclos de carreira e de suas respectivas tarefas de desenvolvimento. A preparação psicológica e a gestão da carreira foram consideradas essenciais, porém, apenas dois dos participantes tiveram respaldo profissional da Psicologia, que foi realizado de modo intermitente e reduzido ao aprimoramento da performance esportiva. E os processos de planejamento e gestão da carreira se deram de modo informal, com protagonismo inicial dos pais e, posteriormente, dos patrocinadores e atletas. A trajetória de carreira incluiu transições não normativas como perda de patrocínio, lesão e dropout temporário. Foram observadas demandas de aprimoramento de habilidades socioemocionais, visto que sua escassez atuou como fator de risco na adaptação às transições normativas precoces e não normativas, além de demandas de desenvolvimento da adaptabilidade de carreira, sobretudo relativas às dimensões preocupação e curiosidade. O patrocínio esportivo atuou como marcador na carreira e sua obtenção seguiu a lógica de detecção de talentos. A preponderância do papel de atleta no life-space facilitou a ocorrência do conflito de papéis e dificultou a construção da dupla-carreira. Já a transição para o free surf, que atuou como uma espécie de destreinamento esportivo, facilitou a construção da duplacarreira. O repertório de coping vocacional incluiu fatores pessoais e sociais, com ênfase na rede de apoio social, financeira e profissional. Os participantes apresentaram elevada satisfação profissional e uma relação existencial com o mar e com o surfe, de modo que a prática da modalidade transcende o autoconceito ocupacional e compõe o estilo de vida e o Self dos mesmos. Este estudo permitiu uma melhor compreensão da organização do surfe de alto rendimento e da construção da carreira objetiva e subjetiva na modalidade, ao evidenciar dados de realidade da atuação profissional, temas de vida e aspectos nucleares do Self dos participantes, fornecendo pistas para o Aconselhamento de Carreira e o desenvolvimento de atletas.
Título en inglés
The construction of the Brazilian professional surfers career
Palabras clave en inglés
Career building
Carreer at surf
High performance surfing
Professional surfer
Sports career
Resumen en inglés
With the progressive professionalization and spectacularization of high performance sports, there was a significant increase at academic interest about sports career and its construction at different modalities, including surfing, object of this study. There is a scarce scientific production about sports career at surf on national and global levels and this study aims to analyze and describe the professional performance and career construction of high performance athlete at surf in the brazilian context. This is a qualitative research, with thematic analysis of pre defined categories format, wich were constructed from Developmental and Career Construction Theories and sports career studies from Sports Psychology, literature wich also embased the data analyses at this study. Six male participants collaborated with this research: four athletes who professionally perform with surf, aged between 15 and 28 years old and two professionals who work at the organization and development of high performance surfing in Brazil, aged between 44 and 52 years. Data were obtained through semi-structured interviews and analyzed through thematic matrices, categories and subcategories. The results show that there is no systemic integration of national and international entities responsible for surfing management, nor surfer profession regulation. Working as a surfer characterizes a globalized, informal, precarious and dynamic career, wich demands adaptability and resilience on its construction. There is a current lack of financial investment at professional brazilian surf, wich reduces work opportunities and influences the carreer progression, so that Brasil has working more at exporting talents than at developing them. The initiation and professionalization at surfing were facilitated by social, personal and environmental factors, with emphasis in intrinsic motivation for surfing, wich was an important motivational and protection factor on facing adversities at carreer construction. The stages os sports and carreer development and normative transitions were experienced with precocity, including precocious processes of sports specialization, professionalization and transiton to the world competition level, besides the anticipation of carreer maxicycles and their respective development tasks. Psychological preparation and carreer management were considered essential, however, only two between the participants had psychological professional support, wich was intermittent and reduced to sports performance improvement. Furthermore, carreer planning and management processes occurred on an informal way, with an initial protagonism of parents, followed by the sponsors and athletes protagonism. The carreer trajectory included non normative transitions as sponsorship loss, injury and temporary dropout. Demands of socioemotional abilities improvement were observed, as its scarcity acted as a risk factor to early normative and non normative transitions adaptation, besides, were found demands of carrer adaptability improvement, mainly related to concern and curiosity dimensions. The sports sponsorship was a carreer marker, and its obtaining followed the talents detection logic. The role athlete preponderance at life-space facilitated the occurrence of role conflict and made the double carreer construction more difficult. Meanwhile, the transition to free surf, wich acted as a sort of a sport detraining, facilitated the double carreer construction. The vocacional coping repertoire included personal and social factors, with emphasis on the social, financial and professional support network. The participants presented high professional satisfaction and an existencial relationship with the sea and the surfe, so that surfing practice transcends professional self-concept and composes the athlete's lifestyle and their Selves. This study allowed a better comprehension of the high performance surfing organization and of the objective and subjective carreer construction at the referred modality, as evidenced reality data of professional performance, life themes and nuclear aspects of participant Selves, providing clues to Carreer Counseling and the athlete's development.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
versaocorrigida.pdf (1.20 Mbytes)
Fecha de Publicación
2020-11-23
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.