• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2016.tde-11052016-111950
Documento
Autor
Nome completo
Milena Shimada
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Silva, Lucy Leal Melo (Presidente)
Maran, Maria Luisa Casillo Jardim
Ambiel, Rodolfo Augusto Matteo
Cunha, Maria do Céu Taveira de Castro Silva Brás da
Noce, Mariana Araujo
Título em português
Evidências de validade concorrente entre o BBT-Br e a BFP: um estudo com universitários
Palavras-chave em português
Avaliação psicológica
Bateria Fatorial de Personalidade (BFP)
Interesses Profissionais
Orientação Profissional
Personalidade
Teste de Fotos de Profissões (BBT)
Resumo em português
A intervenção em Orientação Profissional e de Carreira objetiva promover a autonomia e autoconhecimento dos indivíduos, auxiliando na construção de seus projetos de vida. Dentre as técnicas que podem ser utilizadas pelos psicólogos nos processos de intervenção, destaca-se o Teste de Fotos de Profissões - BBT-Br, um teste projetivo que avalia interesses vocacionais. A fim de reunir evidência empírica das hipóteses interpretativas do BBT, este estudo explorou as correlações entre interesses vocacionais e traços de personalidade, avaliados por meio da Bateria Fatorial de Personalidade - BFP. Ainda, objetivou-se ampliar os dados do BBT-Br para estudantes do Ensino Superior, uma vez que a maioria dos estudos com este instrumento centra-se em adolescentes do Ensino Médio. Participaram da pesquisa 906 universitários, de ambos os sexos, com idade média de 23.38 anos (D.P. = 5.18), procedentes de instituições públicas e privadas. Para fins de comparação, foram também consultados protocolos dos estudos normativos do BBT-Br (n = 595 universitários), bem como de uma amostra de 497 adolescentes do 3o ano do Ensino Médio. Os instrumentos foram aplicados coletivamente em sala de aula, a saber: (a) questionário socioprofissional; (b) BBT-Br, em formato de aplicativo para tablets desenvolvido nesse estudo, para uso específico em pesquisa; e (c) BFP. Os dados obtidos por meio do BBT-Br foram exportados para banco de dados, enquanto os referentes ao questionário e à BFP foram digitados em programa computacional. Os resultados dos instrumentos de avaliação psicológica foram sistematizados de acordo com seus referenciais técnicos. Os resultados do BBT-Br foram analisados de forma descritiva e comparados, por meio de testes t de Student, com os referenciais normativos disponíveis e com resultados de uma amostra de estudantes do Ensino Médio. A precisão do BBT-Br foi estimada por sua consistência interna (Alfa de Cronbach). A análise da relação entre as variáveis do BBT-Br e da BFP foi realizada por meio de correlação de Pearson. Já a comparação dos resultados do BBT-Br em função das diferentes áreas do conhecimento foi realizada por meio de análises de variância (ANOVA One Way). Os resultados evidenciaram correlações significativas entre as variáveis do BBT-Br e da BFP, de .25 a .41, especificamente entre: o radical Z, a faceta Interesses por novas ideias e o fator Abertura; o radical V e a faceta Competência do fator Realização; o radical G e a faceta Interesses por novas ideias; o radical O e facetas Comunicação, Dinamismo e o fator Extroversão. Os achados são condizentes com as premissas teóricas do BBT-Br, bem como a literatura científica sobre interesses profissionais e personalidade. Os resultados do BBT-Br apontaram distinções nos índices de produtividade e estruturas de inclinação em função do sexo, escolaridade e área do conhecimento. A precisão variou entre .59 e .85, indicando índices razoáveis de fidedignidade para as duas formas do BBT-Br. As evidências deste estudo, de modo geral, corroboram os pressupostos teóricos dos radicais de inclinação do BBT-Br, por meio da relação com os fatores de personalidade. Ainda, apontam que este instrumento projetivo pareceu avaliar adequadamente os interesses profissionais da amostra de universitários, reforçando indícios de sua utilidade em intervenções de carreira.
Título em inglês
Evidence of concurrent validity between the BBT-Br and the BFP: a study with undergraduate students.
Palavras-chave em inglês
Bateria Fatorial de Personalidade (BFP)
Personality
Psychological assessment
Teste de Fotos de Profissões (BBT)
Vocational Guidance
Vocational interests
Resumo em inglês
Vocational guidance interventions aim to promote individuals' autonomy and selfknowledge, helping them to construct their life projects. Among the techniques available for psychologists to use in these intervention processes, we highlight the Berufsbilder Test - BBT-Br, a projective test that assess vocational interests. In order to gather empirical evidence of the BBT's interpretative hypotheses, this study's objective was to explore correlations between vocational interests and personality traits assessed through Bateria Fatorial de Personalidade - BFP. Another objective was to use BBT-Br with college students, since most studies using this instrument focus on adolescents in high school. A total of 906 college students, both sexes, aged 23.38 years old on average (SD = 5.18) from both public and private colleges, were assessed. Protocols of BBT-Br normative studies were also consulted to make comparisons (n = 595 college students), as well as a sample of 497 adolescents attending the 3rd year of high school. The instruments were collectively applied in a classroom, namely: (a) socio-professional questionnaire; (b) BBT-Br, in an app format for tablets specifically to be used in research was developed for this study; and (c) BFP. Data obtained trough BBT-Br were exported to a database while those concerning the BFP questionnaire were entered in a computer program. The results from the psychological assessment instruments were systematized according to their technical frameworks. The BBT-Br results were descriptively analyzed and compared using Student t test with the normative references available and with results from a sample of high school students. Accuracy of BBT-Br was estimated using its internal consistency (Cronbach's alpha). Analysis of relationship between the variables of BBTBr and BFP was performed using Pearsons correlations, while the comparison of BBT-Br results regarding the different fields of knowledge was conducted using variance analysis (ANOVA One Way). The results show significant correlations between the variables of both BBT-Br and BFP, from .25 to .41, specifically between: Z radical, Interest for new ideas facet and Openness; V and Competence facet of Conscientiousness factor; G and Interest for new ideas facet; O and Communication and Dynamism facets, and Extraversion factor. These findings are in agreement with the theoretical assumptions of BBT-Br, as well as with the scientific literature addressing vocational interests and personality. The results from BBT-Br indicated distinctions in the indexes of productivity and interest structures based on sex, education, and field of knowledge. Accuracy ranged from .59 and .85, indicating reasonable indexes of reliability for both formats of BBT-Br. In general, evidence from this study corroborates the theoretical assumptions of interest radicals of BBT-Br through relationship with personality factors. The results also indicate this projective instrument properly assessed the vocational interests of the sample of college students, reinforcing its usefulness in career interventions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseMilena.pdf (1.44 Mbytes)
Data de Publicação
2016-08-19
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Shimada, M., et al. A história das cinco fotos preferidas do BBT-Br como processo de simbolização [doi:10.1590/s0103-56652013000200006]. Psicologia Clínica (PUCRJ. Impresso) [online], 2013, vol. 25, p. 89-108.
  • SHIMADA, M., e Melo- Silva, Lucy Leal. Interesses profissionais e papéis de gênero: escolhas femininas no BBT-Br. Avaliação Psicológica [online], 2013, vol. 12, p. 243-251. Dispon?vel em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04712013000200015&lng=pt&nrm=i&tlng=pt.
  • ARECO, N. M., SHIMADA, M., e Melo- Silva, Lucy Leal. Contribuições da avaliação psicológica para o processo de orientação profissional/vocacional: um estudo de caso. In VI Congresso da Associação Brasileira de Rorschach e métodos projetivos, Brasília, 2012. Métodos Projetivos e avaliação psicológica: atualizações, avanços e perspectivas.Brasília : ASBRO, 2012.
  • FRACALOZZI, N., SHIMADA, M., e Melo- Silva, Lucy Leal. Caracterização das inclinações profissionais em estudantes do ensino médio público. In VI Congresso da Associação Brasileira de Rorschach e métodos projetivos, Brasília, 2012. Métodos Projetivos e avaliação psicológica: atualizações, avanços e perspectivas.Brasília : ASBRO, 2012. Resumo.
  • FRACALOZZI, N., SHIMADA, M., e Melo- Silva, Lucy Leal. Diferentes áreas, diferentes interesses? Um estudo com alunos do ensino técnico. In VI Congresso da Associação Brasileira de Rorschach e métodos projetivos, Brasília, 2012. Métodos Projetivos e avaliação psicológica: atualizações, avanços e perspectivas.Brasília : ASBRO, 2012.
  • SHIMADA, M., e Melo- Silva, Lucy Leal. Análise de narrativas de adolescentes em processo de decisão de carreira a partir do BBT-BR e do teste projetivo ômega. In II Congresso Latino-Americano de Orientação Profissional da ABOP IX Simpósio Brasileiro de Orientação Vocacional & Ocupacional Orientação Profissional e de Carreira: Novos paradigmas trajetórias e desafios, Atibaia, 2009. Programa e Resumos: II Congresso Latino-Americano de Orientação Profissional da ABOP IX Simpósio Brasileiro de Orientação Vocacional & Ocupacional.São Paulo : Vetor, 2009. Resumo. Dispon?vel em: http://www.abopbrasil.org.br/arqs/581congresso.pdf.
  • SHIMADA, M., e Melo- Silva, Lucy Leal. Hipóteses interpretativas do BBT-Br: estudo de casos com reversão em M. In 3º Congresso Latino-americano de Orientação Profissional e de Carreira, 10º Simpósio Brasileiro de Orientação Profissional e de Carreira. 1º Fórum de Pesquisa em Orientação Profissional e de Carreira, SãoPaulo, 2011. Resumos do 3º Congresso Latino-americano de Orientação Profissional e de Carreira, 10º Simpósio Brasileiro de Orientação Profissional e de Carreira. 1º Fórum de Pesquisa em Orientação Profissional e de Carreira., 2011. Resumo.
  • SHIMADA, M., e Melo- Silva, Lucy Leal. Jovens em processo de Orientação: um estudo com o teste de fotosde profissões (BBT-Br). In III Congresso Brasileiro Psicologia: ciência e profissão, São Paulo, 2010. III Congresso Brasileiro Psicologia: ciência e profissão., 2010. Resumo.
  • SHIMADA, M., e Melo- Silva, Lucy Leal. O BBT-Br em contexto clínico: uma comparação com os estudos normativos. In 3º Congresso Latino-americano de Orientação Profissional e de Carreira, 10º Simpósio Brasileiro de Orientação Profissional e de Carreira. 1º Fórum de Pesquisa em Orientação Profissional e de Carreira, São Paulo, 2011. Resumos 3º Congresso Latino-americano de Orientação Profissional e de Carreira, 10º Simpósio Brasileiro de Orientação Profissional e de Carreira. 1º Fórum de Pesquisa em Orientação Profissional e de Carreira.São Paulo, 2011. Resumo.
  • SHIMADA, M., FRACALOZZI, N., e Melo- Silva, Lucy Leal. Questões de gênero no comportamento vocacional: interesses profissionais de estudantes de nutrição. In VI Congresso da Associação Brasileira de Rorschach e métodos projetivos, Brasília, 2012. Métodos Projetivos e avaliação psicológica: atualizações, avanços e perspectivas.Brasília : ASBRO, 2012.
  • SHIMADA, M., Melo- Silva, Lucy Leal, e KONIGSTEDT. Adolescentes brasileiros em Orientação Vocacional: caracterização da clientela de um serviço universitário. In VII Conferência Desenvolvimento Vocacional: carreira, criatividade e emprendedorismo, Braga, Portugal, 2011. VII Conferência Desenvolvimento Vocacional: carreira, criatividade e emprendedorismo., 2011.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.