• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.59.2020.tde-16032021-101416
Documento
Autor
Nombre completo
Sara Tamiris Cirilo Fernandes
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2020
Director
Tribunal
Schmidt, Andreia (Presidente)
Acosta, Andrés Manuel Pérez
Carvalho Neto, Marcus Bentes de
Monticelli, Patricia Ferreira
Título en portugués
Escolha entre alternativas probabilísticas em ratos Wistars (Rattus novergicus) em diferentes fases do ciclo reprodutivo
Palabras clave en portugués
Comportamento de escolha
Diferenças entre machos e fêmeas
Ponto de indiferença
Privação alimentar
Ratos
Resumen en portugués
O comportamento de escolha é entendido como a seleção de uma entre duas ou mais alternativas disponíveis, sendo controlado por múltiplas variáveis (ambientais e/ou biológicas). O objetivo desta tese foi verificar se o comportamento de escolha pode ser influenciado por variáveis biológicas - o sexo e fases do ciclo reprodutivo (gestação e lactação) - e pela privação alimentar/nutricional. Para isso foram propostos dois estudos. O Estudo 1 teve como objetivo investigar se o ponto de indiferença (IP) em uma tarefa de escolha entre alternativas probabilísticas varia em função da passagem do tempo e da fase do ciclo reprodutivo de fêmeas Wistar, em comparação com machos. Cinco machos, seis fêmeas controles e seis fêmeas experimentaisforam expostos a um procedimento de escolha cujas alternativas (duas) variavam em relação ao número de pelotas de alimento e em sua probabilidade de entrega, determinada pelo IP. A alternativa probabilística disponibilizava três pelotas de ração, e a probabilidade de obtenção de alimento era ajustada ao longo das tentativas; a outra alternativa disponibilizava duas pelotas com 100% de probabilidade de obter o reforço. Depois de estabelecido o IP as fêmeas experimentais passaram pela gestação e lactação. Não foram encontradas diferenças significativas no ponto de indiferença entre os grupos, nem entre as fases do ciclo reprodutivo. Em condições ideais de alimentação, machos e fêmeas mantiveram o mesmo ponto de indiferença (cerca de 50%) entre as alternativas ao longo do tempo. A gestação e a lactação parecem não influenciar a propensão ou aversão ao risco na escolha dos animais em condições ideais de alimentação. O objetivo do Estudo 2 foi investigar se o IP em uma tarefa de escolha probabilística varia ao longo das fases do ciclo reprodutivo de fêmeas Wistar submetidas a um procedimento de privação alimentar, comparadas com fêmeas controle. Seis fêmeas controles e oito fêmeas experimentais (mantidas a 75% do peso ad libitum) foram expostas a um procedimento de escolha com duas alternativas que variavam em relação ao número de pelotas de alimento e em sua probabilidade de entrega, determinada pelo IP. O mesmo procedimento experimental do Estudo 1 foi realizado no Estudo 2. Parte das fêmeas do grupo experimental não engravidou. Não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos em relação ao IP, nem em relação às fases do ciclo reprodutivos e nem em relação à condição de privação alimentar. Tanto as fêmeas controle quanto as fêmeas do grupo experimental mantiveram o mesmo ponto de indiferença (cerca de 50%) entre as alternativas ao longo do tempo. A gestação e a lactação parecem não influenciar a propensão ou aversão ao risco na escolha dos animais, mesmo quando as condições de alimentação não eram ideais.
Título en inglés
Choice from probabilistic alternatives of Wistar rats (Rattus norvegicus) in different phases of reproductive cycles
Palabras clave en inglés
Choice behavior
Deprivation food
Differences between male and female rats
Indifference point
Rats
Resumen en inglés
Choice behavior consists of a selection of one among two or more available alternatives, which is influenced by multiple environmental and/or biological variables. The aim of this thesis was to verify whether choice behavior can be influenced by biological variables such as sex and phases of the reproductive cycle (pregnancy and lactation), and by food/nutritional deprivation. Two studies were proposed. Study 1 aimed to investigate whether the indifference point (IP) in a choice task between probabilistic alternatives varies with the passage of time and reproductive cycles of female Wistar rats in comparison to males of the same species. Six experimental females, six control females and five control males were exposed to a choice procedure whose alternatives (two) varied in relation to the number of food pellets and their probability of delivery, determined by the IP. The probabilistic alternative provided three food pellets and the probability of obtaining food was adjusted over the trials; the other alternative provided two pellets with a 100% probability of obtaining reinforcement. After establishing the IP, the experimental females went through gestation and lactation. We found no significant differences in IP between groups and between reproductive phases. In ideal feeding conditions, males and females maintained the same IP (about 50%) between the alternatives throughout time. Gestation and lactation do not seem to influence risk taking propensity or aversion to the animals' choice under ideal nutritional conditions. The aim of Study 2 was to investigate whether the IP in a probabilistic choice task varies over the stages of the reproductive cycle of female Wistar rats submitted to a procedure of food deprivation in comparison to control females. Eight experimental females (maintained at 75% of the weight ad libitum) and six control females were submitted to a choice procedure with two alternatives that varied in relation to the number of food pellets and their probability of delivery, determined by the IP. The animals underwent the same experimental procedure performed in Study 1. Some of the females in the experimental group did not get pregnant. No significant differences were found between the groups in the indifference point through phases of the reproductive cycle and food deprivation condition. Both control and experimental females maintained the same indifference point (about 50%) between alternatives over time. Pregnancy and lactation did not seem to influence risk propensity or aversion to the animals' choice, even when feeding conditions were not ideal.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Ha ficheros retenidos debido al pedido (publicación de datos, patentes o derechos autorales).
Fecha de Liberación
2023-03-16
Fecha de Publicación
2021-04-15
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.