• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.59.2020.tde-09122019-110323
Documento
Autor
Nome completo
Flávia Regina Bueno
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Klein, Wilfried (Presidente)
Cunha, Rogerio Grassetto Teixeira da
Monticelli, Patricia Ferreira
Oda, Gisele Akemi
Título em português
O comportamento de autolimpeza e seu papel na biologia de ratos-de-espinho (Rodentia: Echimyidae)
Palavras-chave em português
Balanço hídrico
Ecofisiologia
Etograma
Morfologia
Pelos aristiformes
Ratos-de-espinho
Tegumento
Resumo em português
A autolimpeza apresenta um padrão comportamental evolutivamente conservado. É realizado regularmente e pode ser empregado para diversos fins, sendo que o animal espalha saliva nos pelos, ocasionando perda de água. Na fauna silvestre brasileira há os animais conhecidos como ratos-de-espinho tais como Trinomys yonenagae, habitante do paleodeserto de dunas fixas da Caatinga, e Trinomys setosus, encontrado em ambientes mésicos de Mata Atlântica. Apesar da espécie T. yonenagae viver no semiárido, há a hipótese de que tenha um ancestral de ambiente florestado úmido, o que é refletido em aspectos fisiológicos, como balanço hídrico, que em muitos aspectos é semelhante às espécies de mata. Diante disso, objetivou-se estudar o papel da autolimpeza, sobretudo o efeito de estresse hídrico e de sujeira na pele sobre esse comportamento nesses dois equimídeos sul-americanos. Além disso, pelo fato dos animais usarem ações de autolimpeza para remover detritos superficiais, bem como defenderem o tegumento contra fatores biológicos, realizamos uma análise descritiva da pele e dos pelos modificados, aristiformes, presentes nesses animais. Os principais resultados alcançados por este estudo evidenciam que a arquitetura tegumentar básica encontrada em outras espécies de roedores, como o rato Wistar, também está presente nos ratos-de-espinho. Encontramos diferenças consideráveis quanto ao padrão de distribuição dos folículos pilosos, porém, os resultados referentes à espessura tegumentar dos animais mostram-se inconclusivos. Os resultados comportamentais, além de sugerirem uma possível estratégia de economia de água por T. yonenagae, evidenciam mudanças nos padrões de autolimpeza e atividade em T. setosus durante períodos de restrição hídrica. T. setosus também apresentou maior taxa de autolimpeza, incluindo uma categoria comportamental não relacionada à perda hídrica no tratamento utilizado para sujar os animais. As informações geradas em nosso trabalho evidenciam que a autolimpeza corporal pode ser uma importante ferramenta para o estudo das adaptações morfológicas e comportamentais dos roedores
Título em inglês
Grooming behavior and its role in the biology of spiny rats (Rodentia: Echimyidae)
Palavras-chave em inglês
Aristiform hairs
Ecophysiology
Ethogram
Integument
Morphology
Spiny rats
Water balance
Resumo em inglês
Grooming behavior represent an evolutionarily conserved behavioral pattern. It is performed regularly by species and can be used for various purposes with the animal spreading saliva on the hair, resulting in water loss. Among the many species that exist in Brazilian wildlife, there are animals known as spiny rats. Among them, Trinomys yonenagae, inhabitant of the sand dunes of the Caatinga, and Trinomys setosus, a forest dwelling species, face different selective pressures regarding water balance. Although T. yonenagae lives in the semi-arid region, it has been hypothesized that it possesses a humid forested ancestor, which is reflected in its physiological aspects such as water balance, being similar to forest species. Therefore, the objective of this thesis was to study the role of grooming behavior, especially the effect of water stress and dirt on the fur on this behavior in these two South American equimids. In addition, because the animals use grooming actions to remove surface debris, as well as defend their integument against biological factors, we performed a descriptive analysis of their skin and modified hairs, called aristiforms, which are present in these animals. The main results obtained by this study show that the basic integumentary architecture found in other rodent species, such as the Wistar rat, is also present in the spiny rats. We found considerable differences in the pattern of distribution of hair follicles, but the results regarding the cutaneous thickness of the animals are inconclusive. The behavioral results, besides suggesting a possible water saving strategy by T. yonenagae, show changes in grooming and activity patterns in T. setosus during periods of water restriction. T. setosus also showed a greater grooming rate, including a behavioral category unrelated to water loss in the treatment used to dirty the animals. The information generated in our study evidence that grooming behavior can be an important tool for studying the morphological and behavioral adaptations of rodents
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-03-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.