• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2013.tde-30042013-140523
Documento
Autor
Nome completo
Sarah Siqueira de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Amorim, Dalton de Souza (Presidente)
Almeida, Eduardo Andrade Botelho de
Borkent, Christopher James
Lamas, Carlos José Einicker
Ribeiro, Guilherme Cunha
Título em português
Filogenia de Leiinae (Diptera, Mycetophilidae) com uma nova proposta de classificação para a subfamília
Palavras-chave em português
Chave de Identificação
Diptera
Leiinae
Mycetophilidae
Sistemática
Resumo em português
A família Mycetophilidae é a segunda mais especiosa da subordem Bibionomorpha (Diptera), abrangendo 233 gêneros e cerca de 4.500 espécies descritas de todas as regiões biogeográficas. A monofilia de Bibionomorpha e de Mycetophilidae é bem corroborada na literatura. A família de modo geral tem sido dividida nas subfamílias Sciophilinae, Gnoristinae, Mycomyiinae, Leiinae, Manotinae, Allactoneurinae, Mycetophilinae. Atualmente, uma das subfamílias que tem recebido menos atenção na literatura é Leiinae e o entendimento das relações entre seus gêneros é ainda incipiente. Essa subfamília compreende um grupo de gêneros caracterizados principalmente por um deslocamento da base do setor radial (Rs) em direção ao ápice da asa, resultando em uma R1 curta, mas há inúmeras exceções que levantam questionamentos sobre o monofiletismos do grupo e resultam em diferentes hipóteses sobre a inclusão ou não de determinados gêneros em Leiinae, como é o caso de Docosia Winnertz, Tetragoneura Winnertz, Ectepesthoneura Enderlein, Novakia Strobl, Sticholeia Søli, Aphrastomyia Coher & Lane, entre outros. O objetivo deste trabalho foi estudar, com base em morfologia, as relações filogenéticas entre os gêneros de Leiinae, propondo limites genéricos para a subfamília. Para tanto, foram realizadas análises filogenéticas apenas com grupos viventes e com a adição de táxons fósseis. O estudo filogenético realizado indica que é possível atribuir a Leiinae um agrupamento monofilético relativamente amplo, caracterizado pela presença do mesopleurotrocantin e do mesepímero sem contato com a região ventral do tórax, terminando no mesopleurotrocantin. Os gêneros Docosia, Novakia, Ectrepesthoneura e Tetragoneura não fazem parte de Leiinae e são alocados provisoriamente em Gnoristinae. Sticholeia também não pertence à Leiinae, sendo grupo-irmão de Allactoneura e, portanto, transferido para Allactoneurinae. Leiinae passa a compreender 27 gêneros viventes. A análise realizada com fósseis não foi informativa filogeneticamente.
Título em inglês
Phylogeny of Leiinae (Diptera, Mycetophilidae) with a revised classification for the subfamily
Palavras-chave em inglês
Diptera
Identification key
Leiinae
Mycetophilidae
Systematics
Resumo em inglês
The family Mycetophilidae is the second most diverse of the suborder Bibionomorpha (Diptera), with 233 genera and about 4.500 species known from all biogeographical regions. The monophyly of Bibionomorpha and Mycetophilidae is well corroborated in the literature. The family has been divided in the subfamilies Sciophilinae, Gnoristinae, Mycomyiinae, Leiinae, Manotinae, Allactoneurinae, Mycetophilinae. Currently, Leiinae is one of the subfamilies with less attention in the literature and the knowledge on the relationships between its genera is still incipient. This subfamily comprises a group of genera characterized by a displacement of the base of the radial sector (Rs) towards the wing apex, resulting in a short R1. There are several exceptions that point in doubts the monofiletism of the group and result in different assumptions on the inclusion or not of certain genera in Leiinae, as Docosia Winnertz, Tetragoneura Winnertz, Ectepesthoneura Enderlein, Novakia Strobl, Sticholeia Søli, Aphrastomyia Coher & Lane, among others. The aim of this study was recover the phylogenetic relationships among the Leiinae genera, based on morphology, proposing generic limits for the subfamily. Thus, phylogenetic analyzes were performed with living genera and with the addition of fossil taxa. The phylogenetic analysis indicates that Leiinae is a monophyletic group, characterized by the presence of mesopleurotrochantin and the mesepimeron not reaching the ventral region of the thorax, ending in the mesopleurotrochantin. The genera Docosia, Novakia, Ectrepesthoneura, and Tetragoneura not belongs to Leiinae and are temporalily allocated in Gnoristinae. Sticholeia is not a member of Leiinae as well being sister group of Allactoneura and thus is transferred to Allactoneurinae. Leiinae now comprises 27 living genera. The analysis performed with fossils was not phylogenetically informative.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Oliveira_2013_Tese.pdf (21.71 Mbytes)
Data de Publicação
2013-06-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.