• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2011.tde-15022012-152209
Documento
Autor
Nome completo
Ludmila Maria Rattis Teixeira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Rodrigo Augusto Santinelo (Presidente)
Bianchi, Rita de Cássia
Ribeiro, Milton Cezar
Título em português
Efeito da fragmentação florestal no Estado de São Paulo na interação de Ficus eximia Schott e suas vespas associadas
Palavras-chave em português
Ecologia de paisagens
Ficus
Fragmentação florestal
Interação inseto-planta
Mutualismo
Resumo em português
Frente ao intenso processo de fragmentação florestal sofrido no Brasil, este trabalho avaliou o efeito da fragmentação de Florestas Estacionais Semideciduais no Estado de São Paulo sobre a interação Ficus eximia e vespas (polinizadoras e não-polinizadoras). A abordagem foi realizada em duas escalas, (1) Na paisagem, com comparações entre os dados encontrados nas regiões de Teodoro Sampaio (menos fragmentada); Gália (intermediária) e Ribeirão Preto (mais fragmentada); e (2) Na escala local, considerando as características da paisagem no entorno das plantas amostradas. As questões investigadas foram: (a) Existe limitação de pólen em paisagens muito degradadas? (b) A estrutura da comunidade de vespas varia de acordo com o nível de fragmentação e distúrbio dos hábitats? (c) Possíveis limitações de pólen ou parasitismo por vespas não-polinizadoras comprometem os componentes primários de fecundidade das figueiras nas paisagens mais fragmentadas? Para responder tais questões, coletamos figos na fase interfloral (após a entrada da polinizadora e antes da maturação das sementes e prole) e figos em fase próxima à emergência das vespas. Os resultados mostraram que não houve indícios de limitação de vespas polinizadoras em nenhuma das paisagens estudadas. As comunidades apresentaram padrão aninhado, ou seja, a comunidade mais pobre em espécies Teodoro Sampaio representou uma subamostra das comunidades mais ricas Ribeirão Preto e Gália. A disponibilidade de vespas polinizadoras parece ser maior na paisagem mais fragmentada. As vespas parasitas inquilinas afetaram negativamente as produções de sementes e polinizadores em Ribeirão Preto; as vespas galhadoras também afetaram negativamente a produção de sementes em Gália e a produção de sementes e polinizadores em Teodoro Sampaio. No entanto, não foram detectadas, em geral, relações significativas entre as variáveis relacionadas ao potencial reprodutivo das figueiras e as características das paisagens estudadas. O presente estudo mostrou que o mutualismo Ficus-vespas de figo parece ser robusto às alterações da paisagem em escala subcontinental. O sistema reprodutivo alógamo das figueiras, com polinização biótica aprimorada pelo vento torna esse sistema biológico bastante insensível às modificações ambientais em pequena escala.
Título em inglês
Forest fragmentation effects on the interaction of Ficus eximia Schott and their associated wasps in the state of Sao Paulo
Palavras-chave em inglês
Ficus
Forest fragmentation
Insect-plant interaction
Landcape ecology
Mutualism
Resumo em inglês
Brazilian forests, especially in the central and southeast regions, have been subject to intense habitat fragmentation. This study evaluated the fragmentation effects of semideciduous seasonal forests in São Paulo on the interaction between Ficus eximia and associated wasps (pollinating and non-pollinating). Our approach comprised two scales: (1) landscape scale, for which we compared data from the studied regions, namely Teodoro Sampaio (less fragmented), Gália (intermediate) and Ribeirão Preto (more fragmented) and (2) local scale, for which we considered the characteristics of the surrounding landscape of the sampled plant. The investigated issues were the following: (a) Is there pollen limitation in greatly degraded landscapes? (b) Does wasp community structure vary with fragmentation level and habitat disturbance? (c) Is it possible that limitations of pollen or parasitism by nonpollinating wasps compromise the primary fertility components of fig trees in the more fragmented landscape? To answer these questions, we collected figs at interfloral phase (after the pollinator had entered the fig and before offspring and seeds had completed their development) and figs close to wasp emergence phase. The results showed no evidence of pollination limitation in any studied landscape. The communities had a nested pattern, i.e., the species-poorest community Teodoro Sampaio is a subsample of the richer communities Ribeirão Preto and Gália. The availability of pollinating wasps appears to be greater in more fragmented landscapes. Inquiline fig wasps negatively affected seed and pollinator production in Ribeirão Preto; galler wasps also negatively affected seed production in Gália and seed and pollinator production in Teodoro Sampaio. However, significant relationships between variables related to fig reproductive potential and landscape characteristics were generally not detected. This study showed that Ficus-fig wasp mutualism appears to be resistant to landscape changes on a subcontinental scale. The reproductive system of fig biotic pollination enhanced by the wind makes this biological system rather insensitive to small-scale environmental changes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-04-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.