• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2009.tde-26032010-173317
Documento
Autor
Nome completo
Lourdes Yanissely Garcia Olmedo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Nelson Filho, Paulo (Presidente)
Ito, Izabel Yoko
Pizzolitto, Elisabeth Loshchagin
Título em português
Detecção de microrganismos cariogênicos em bráquetes metálicos, com ou sem utilização de agente antimicrobiano, pela técnica checkerboard DNA-DNA hybridization - Estudo in vivo
Palavras-chave em português
Bráquetes ortodôndicos
Checkerboard DNA-DNA Hybridization
Clorexidina
Lactobacillus acidophilus
Lactobacillus casei
Streptococcus mutans
Streptococcus sobrinus
Resumo em português
O objetivo do presente estudo clínico randomizado foi avaliar in vivo, por meio da técnica de biologia molecular Checkerboard DNA-DNA Hybridization: 1) A contaminação de bráquetes metálicos por 4 espécies bacterianas de microrganismos cariogênicos (Streptococcus mutans, Streptococcus sobrinus, Lactobacillus casei e Lactobacillus acidophilus); e 2) A eficácia da utilização do gluconato de clorexidina a 0,12% (Periogard®) sob a forma de bochechos, sobre esses microrganismos. Participaram do estudo 39 pacientes de 11 a 33 anos de idade, em tratamento com aparelho ortodôntico fixo, nos quais foram colados 2 bráquetes metálicos novos, nos pré-molares. Os pacientes do Grupo Controle (n=20) foram orientados a fazer 2 bochechos semanais com solução placebo, durante 30 dias. Os pacientes do Grupo Experimental (n=19) foram orientados a fazer bochechos com solução à base de gluconato de clorexidina a 0,12% (Periogard®), da mesma forma que o grupo Controle. Decorridos 30 dias, os 2 bráquetes foram removidos de cada paciente e processados para detecção das 4 cepas bacterianas, pela técnica Checkerboard DNADNA Hybridization. Os resultados obtidos foram analisados por meio do teste nãoparamétrico de Kruskal-Wallis, utilizando o software SAS (Statistical Analysis System). O nível de significância adotado foi de 5%. De acordo com os resultados obtidos, observou-se que S. mutans, S. sobrinus, L. casei e L. acidophilus foram detectados em 100% das amostras dos bráquetes de ambos os grupos. No entanto, os bráquetes do grupo Controle encontravam-se mais densamente contaminados por S. mutans e S. sobrinus (p<0,01). No grupo Experimental, embora as quantidades de S. mutans, S. sobrinus, L. casei e L. acidophilus tenham sofrido redução numérica após o uso dos bochechos com solução de gluconato de clorexidina a 0,12%, a comparação com os valores observados no grupo Controle evidenciou diferença estatisticamente significante apenas para S. mutans (p=0,03). Concluiu-se que os bochechos com solução de gluconato de clorexidina a 0,12% podem ser úteis, na prática clínica, com a finalidade de reduzir os níveis de microrganismos cariogênicos, em pacientes portadores de aparelhos ortodônticos fixos.
Título em inglês
Detection of cariogenic microorganisms on metallic brackets in vivo, with or without use of an antimicrobial agent by the checkerboard DNA-DNA hybridization technique
Palavras-chave em inglês
Brackets
Checkerboard DNA-DNA Hybridization
Clorexidina
Lactobacillus acidophilus
Lactobacillus casei
Streptococcus mutans
Streptococcus sobrinus
Resumo em inglês
The purpose of this randomized clinical study was to evaluate in vivo, by the checkerboard DNA-DNA hybridization biomolecular technique: 1) The contamination of metallic brackets by four cariogenic bacterial strains (Streptococcus mutans, Streptococcus sobrinus, Lactobacillus casei and Lactobacillus acidophilus); and 2) The efficacy of 0.12% chlorhexidine gluconate mouthrinses (Periogard®) against these microorganisms. Thirty-nine 11-33-year-old patients under treatment with fixed orthodontic appliances were enrolled in the study and had 2 new metallic brackets bonded to the premolars. For the patients of the control group (n=20), mouthrinses with a placebo solution were prescribed twice a week during 30 days. The patients randomized to the experimental group (n=19) were instructed to use a 0.12% chlorhexidine gluconate solution (Periogard®) as an oral rinse twice a week during 30 days, in the same way as in control group. After this period, the 2 brackets were removed from each patient and processed for detection of the 4 bacterial strains by checkerboard DNA-DNA hybridization. The obtained data were analyzed statistically by the non-parametric Kruskal-Wallis test using the SAS (Statistical Analysis System) software. A level of significance of 5% was set for all analysis. S. mutans, S. sobrinus, L. casei and L. acidophilus were detected in 100% of the samples from brackets of both groups. However, the brackets of the control group were more heavily contaminated by S. mutans and S. sobrinus (p<0.01). In the experimental group, although S. mutans, S. sobrinus, L. casei and L. acidophilus counts decreased after rinsing with the 0.12% chlorhexidine gluconate solution, the comparison with the values obtained in the control group showed statistically significant difference only for S. mutans (p=0.03). In conclusion, the use of 0.12% chlorhexidine gluconate mouthrinses can be useful in clinical practice to reduce the levels of cariogenic microorganisms in patients under treatment with fixed orthodontic appliances.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
me_lourdes_olmedo.pdf (979.76 Kbytes)
Data de Publicação
2010-10-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.