• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.58.2011.tde-21092011-142811
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Paes Torres Mantovani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Borsatto, Maria Cristina (Presidente)
Myaki, Silvio Issáo
Pardini, Luiz Carlos
Serrano, Kranya Victoria Diaz
Telles, Paloma Dias da Silva
Título em português
Análise das propriedades físicas e químicas da dentina de dentes decíduos e permanentes - estudo in vitro
Palavras-chave em português
Dente decíduo
Dente permanente
Dentina
Propriedades físicas
Propriedades químicas
Resumo em português
A exata composição e a micromorfologia da dentina de dentes decíduos ainda são pouco estudadas e conhecidas, e a literatura existente apresenta achados controversos. Os resultados de pesquisas realizadas em dentes permanentes são frequentemente extrapolados para dentes decíduos, sendo que a maioria dos trabalhos explora estes substratos de maneira isolada. É necessário, portanto, conhecer a composição e a estrutura da dentina de dentes decíduos e determinar em quais aspectos este tecido realmente difere da dentina de dentes permanentes. A comparação dos dois substratos é fundamental para que sejam estabelecidos protocolos preventivos e restauradores, bem como no desenvolvimento de materiais e técnicas específicos e efetivos para dentes decíduos e permanentes. Assim, o objetivo do presente estudo foi realizar uma análise comparativa in vitro da dentina de dentes decíduos e permanentes, avaliando suas propriedades físicas e químicas. As propriedades físicas analisadas foram a Permeabilidade (n = 15), a Microdureza (n = 10), a Radiodensidade (n = 10) e a Resistência Coesiva (Ultimate Tensile Strength) (n = 15). As propriedades químicas foram o mapeamento de superfície dentinária por Microfluorescência de Raios-X por Energia Dispersiva (μFRX) (n = 10) e Espectroscopia Raman por Transformada de Fourier (FT-Raman) (n = 10). Os dados foram analisados quanto a sua distribuição e homogeneidade. Na análise de Microdureza, a distribuição dos dados não foi normal e empregou-se o teste não paramétrico de Mann-Whitney para a análise estatística. Para os demais testes, a distribuição dos dados apresentou-se normal e homogênea. Assim, para a análise de Permeabilidade e Radiodensidade foi utilizada Análise de Variância a um critério: tipo de substrato (p<0,05); para o teste de Microtração, empregou-se Análise de Variância a dois critérios (p<0,05): tipo de substrato e profundidade; os dados de Microfluorescência de Raios-X por Energia Dispersiva e Espectroscopia Raman por Transformada de Fourier foram analisados pelo teste t de Student. Considerando-se as limitações de um estudo in vitro, os achados demonstraram que em relação às propriedades físicas, a dentina de dentes decíduos apresentou maior permeabilidade, menor radiodensidade e menor resistência coesiva quando comparada à dentina de dentes permanentes. Entretanto, a microdureza foi semelhante para os dois tecidos dentinários. Para as propriedades químicas avaliadas, constatou-se que a dentina de dentes decíduos apresentou menor conteúdo em peso de Cálcio (%) e da proporção Ca/P (%) e maior porcentagem em conteúdo de Carbonato. No entanto, a quantidade de Fósforo, Fosfato e o conteúdo orgânico, não diferiram dos resultados obtidos na dentina de dentes permanentes.
Título em inglês
Analysis of the physical and chemical properties of the dentin of primary and permanent teeth - an in vitro study
Palavras-chave em inglês
chemical properties
dentin
physical properties
tooth deciduous
tooth permanent
Resumo em inglês
There is still little research and information on the precise composition and the micromorphology of the dentin of primary teeth, and the existing literature reveals controversial findings. The results of studies in permanent teeth are frequently extrapolated to primary teeth, and the majority of works explores these substrates alone. It is thus necessary to know the composition and structure of the dentin of primary teeth and determine in which ways this tissue actually differs from the dentin of permanent teeth. Comparison of these substrates under different aspects is fundamental to establish preventive and restorative protocols, as well as materials and techniques that are specific and effective for primary and permanent teeth. Therefore, the aim of the present in vitro study was to perform a comparative analysis of the dentin of primary and permanent teeth by evaluating its physical and chemical properties. For the physical analysis, Permeability (n = 15), Microhardness (n = 10), Radiodensity (n = 10) and Ultimate Tensile Strength (n = 15) tests were performed. Chemical analysis comprised dentin surface mapping by Energy Dispersive X-ray Microfluorescence (μFRX) (n = 10) and Fourier transform (FT) Raman spectroscopy (n = 10). Data distribution and homogeneity were analyzed. In the Microhardness test, data distribution was not normal and the Mann-Whitney non-parametric test was used for statistical analysis. For the other tests, data distribution was normal and homogenous. Thus, one-way analysis of variance (type of substrate) was used for the Permeability and Radiodensity tests (p<0.05); two-way analysis of variance (type of substrate and depth) was used for the Microtensile Bond Strength test (p<0.05); data from Energy Dispersive X-ray Microfluorescence (μFRX) (n = 10) and Fourier transform (FT) Raman spectroscopy were analyzed using the Students t-test. Considering the limitations of an in vitro investigation, the findings revealed that with respect to the physical properties, the dentin of primary teeth presented greater permeability, lower radiodensity and lower ultimate bond strength of substrate when compared with the dentin of permanent teeth. Nevertheless, the microhardness was similar for both dentin tissues. Regarding the chemical properties, the dentin of primary teeth presented a smaller amount of Calcium and Ca/P (wt%) and, greater amount of Carbonate. However, the amount of Phosphorus and Phosphate and the organic content, did not differ from the results obtained in the dentin of permanent teeth.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-04-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.