• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Lizete Karla Filgueiras de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Nelson Filho, Paulo (Presidente)
Faraoni, Juliana Jendiroba
Faria, Gisele
Fernandes, Patricia Garani
Título em português
Efeito de sistemas elétricos de escovação sobre a superfície do esmalte e do cemento hígido e desmineralizados: Estudo in vitro
Palavras-chave em português
Cemento
Desgaste dentário
Escovação dentária
Esmalte dentário
Microscopia
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi avaliar, in vitro, o efeito de diferentes sistemas de escovação elétrica (ultrassônica, sônica, oscilatória/rotatória e iônica) sobre a superfície do esmalte e do cemento hígidos e com superfície desmineralizada, em dentes permanentes de bovinos, em comparação à escovação manual. Foram utilizados 50 fragmentos de esmalte/cemento da região da junção cemento/esmalte de incisivos bovinos, divididos em 3 áreas: controle, superfície do esmalte/cemento hígida e superfície de esmalte/cemento desmineralizada, sendo o esmalte e o cemento analisados separadamente. Em seguida, os espécimes foram aleatoriamente divididos em 5 grupos (n=10/grupo), os quais foram submetidos aos diferentes sistemas de escovação: Grupo A Escovação Manual - controle (Curaprox - Curagen AG - Swiss Premium Oral Care); Grupo B Escova elétrica sônica (Sonicare Philips); Grupo C Escova elétrica oscilatória//rotatória (Oral B Professional Care Triump 5000 with SmartGuide); Grupo D Escova elétrica iônica (HyG Ornato Long Life, S.L.) e Grupo E - Escova elétrica ultrassônica (MEGASONEX Goldspire Group Ltd.). Os espécimes hígidos e desmineralizados foram analisados em microscópio confocal a laser quanto à rugosidade e desgaste da superfície, nos momentos pré e pós-escovação. Os dados obtidos foram analisados pelos testes de Kruskal-Wallis, Anova 2-way e Tukey, com nível de significância de 5%. De acordo com os resultados obtidos observou-se que nenhum dos sistemas de escovação avaliados (manual, sônica, oscilatória/rotatória, iônica e ultrassônica) causou alterações significativas de desgaste no esmalte dentário (p>0,05). Enquanto, para o cemento o fator Sistemas de escovação apresentou desgaste com semelhança estatística entre eles e em relação ao fator Superfície, observou-se que a superfície desmineralizada apresentou um desgaste maior que a hígida (p<0,05). Na análise da interação dos fatores, houve diferença estatística significante entre as superfícies para a escova manual, tendo maior desgaste a escovação da superfície desmineralizada (p<0,05). Não houve diferença entre as escovas nas diferentes superfícies analisadas (p>0,05). Para a rugosidade, o fator Sistemas de escovação apresentou rugosidade superficial semelhante em todos os grupos. Em relação ao fator Substrato, a superfície desmineralizada apresentou menor rugosidade que a hígida com diferença estatística significante. Contudo, no substrato desmineralizado constatou-se que os grupos manual, sônica e ultrassônica promoveram uma superfície mais lisa, apresentando diferença estatística entre rugosidade superficial inicial e após escovação. Na comparação entre o tipo de escova e a superfície, ocorreu diferença estatística significante apenas na comparação entre as superfícies para escova sônica, em que superfície desmineralizada apresentou menor rugosidade que a escovada não desmineralizada. Assim, concluiu-se que os sistemas de escovação dentária (manual, sônica, elétrica, iônica e ultrassônica) testados apresentam o mesmo comportamento em relação às alterações no esmalte dentário independente do substrato analisado (desmineralizado ou hígido). Entretanto, para o cemento desmineralizado/escovado a escovação manual, sônica e ultrassônica promoveu uma superfície mais lisa, além de ter apresentado maior desgaste superficial. Ainda para o cemento, houve maior desgaste superficial quando o substrato se apresentou desmineralizado
Título em inglês
Brushing effect of eletric system on the surface of the enamel and of the healthy cement and demineralized: study in vitro
Palavras-chave em inglês
Cement
Dental brushing
Dental enamel
Dental wear
Microscopy
Resumo em inglês
The objective of this study was to evaluate the effect of different systems of electric brushing in vitro (ultrasonic, sonic, electric, oscillatory/rotatory and ionic) on the surface of the enamel/ healthy cement and with demineralized surface. 50 fragments of enamel/cement of the area of the junction cement/enamel of incisive bovine were used, which were divided in 3 areas: control, surface of the enamel/healthy cement and surface of enamel/demineralized cement, being the enamel and the cement analyzed separately. Soon after, the specimens were randomly divided in 5 groups (n=10) which were submitted to different systems of brushing: group A - Manual brushing- control (Curaprox - Curagen AG - Swiss Oral Premium Care); group B - Sonic electric brush (Sonicare Philips); group C - Oscillatory/rotatory electric brush (Oral - B Professional Care Triump 5000 with SmartGuide); group D - Ionic electric brush (HyG Ornato Long Life, S.L.) and group E Ultrasonic electric brush (MEGASONEX - Goldspire Group Ltd.). The healthy and demineralized specimens were analyzed in laser confocal microscope as to the rugosity and wear of the surface in pre and pro brushing moments. The obtained data were analyzed by the methods of Kruskal-Wallis, Anova 2-way and Tukey with significance level of 5%. In agreement with the obtained results it was observed that none of the systems of dental brushing evaluated (Manual, Sonic, Oscillatory/Rotatory, Ionic and Ultrasonic) caused significant wear alterations in the dental enamel. While for the cement, the factor Brushing Systems presented wear with statistical similarity among them and in relation to the factor Surface, it was observed that the demineralized surface presented a larger wear than the healthy (p <0,05). In the analysis of the interaction of the factors, there was significant statistical differences among the surfaces for the manual brush, having larger wear in the brushing of the demineralized surface (p <0,05). There was no difference among the brushes in the different analyzed surfaces (p>0,05). For rugosity, the factor Brushing Systems presented similar superficial rugosity in all the groups. In relation to the factor Substratum, the demineralized surface presented smaller rugosity that the healthy with significant statistical difference. However, in the demineralized substratum was verified that the manual, sonic and ultrasonic groups promoted a flatter surface, presenting statistical difference among initial superficial rugosity and after brushing. In the comparison between the brush type and the surface, significant statistical difference happened just in the comparison among the surfaces for sonic brush, in that demineralized surface presented smaller rugosity than the non-demineralized brushed. Thus, it was ended that the dental brushing systems (manual, sonic, electric, ionic and ultrasonic) tested present the same behavior in relation to the alterations in the independent dental enamel of the analyzed substratum (demineralized or healthy). However, for the demineralized/brushed cement the manual, sonic and ultrasonic brushing promoted a flatter surface, besides having presented larger superficial wear. Still for the cement, there was larger superficial wear when the substratum came demineralized
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.